A região próxima ao antigo Terminal Rodoviário da Luz e da Estação Júlio Prestes, hoje bastante degradada, já foi uma área bastante próspera. A proximidade aos dois pólos de transporte deixava a região em grande movimento. Isso fazia funcionar uma série de hotéis, restaurantes e bares.

Com o fim da rodoviária a área entrou em decadência e estabelecimentos comerciais entraram em decadência. Muitos inclusive fecharam, deixando pela região um rastro de imóveis fechados ou abandonados, ou seja, um cenário desolador.

Nos últimos anos, há um esforço para que a região volte a ser próspera e alguns imóveis começaram a ser recuperados. Um dos mais gratificantes exemplos é este:

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Localizado na esquina das ruas General Osório e do Triunfo, este imóvel é um dos mais preservados desta região. Originalmente um sobrado, teve um andar adicional construído mais recentemente. Apesar disso, o andar é bastante próximo ao padrão estético dos demais pavimentos, coisa bastante incomum quando se constrói um andar extra em imóvel antigo.

No local funciona uma lanchonete bem tradicional e conhecida na região, chamada Zebrinha Lanchonete, ou popularmente, Amarelinho. É bastante satisfatório vermos um imóvel antigo tendo uma destinação bem apropriada e com sua arquitetura bastante preservada.

Fica aqui um grande parabéns pelo imóvel em tão perfeitas condições. E quando estiver na região, não deixe de prestigiar a Zebrinha Lanchonete. Vamos estimular!

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Ricardo Francisco dos Santos 26/03/2014 at 18:46

    Como ficou lindo esse prédio!!Espero que os vizinhos sigam seu exemplo!!

    Reply
  • Thais Matarazzo 26/03/2014 at 19:28

    Todos os sábados quando vou curtir a Roda de Choro da Contemporânea, ali na Rua General Osório, eu almoço no Amarelinho. A feijoada de lá é uma delícia e disputadíssima! Vale a pena conhecer!!!

    Reply
  • claudio espin 26/03/2014 at 20:02

    Que bacana, estive na regiao ontem passei pelas Ruas e também percebi este belo exemplar.Parei para visitar o memorial da resistência neste mês em que o golpe de 64 completa aniversário, vale a dica . É importante sempre lembrarmos dos horrores desse período para que estejamos alerta a qualquer tentativa de tornar a reviver esse horror.

    Reply
  • Ernani 26/03/2014 at 20:12

    Muito lindo! Deveriam todos os sobrados e sobradões antigos serem preservados.
    Na Europa e países conservadores, é assim que funciona.

    Reply
  • Ernani 26/03/2014 at 20:20

    Todos os edifícios da zona central da cidade deveriam conservar os prédios.
    A prefeitura também deveria verificar isto. Não deixar ocorrer invasões! Afinal o imóvel não pertence aqueles que o invadem. Quem invade, não toma cuidados necessários, pois não é dele. Somente cuida de um patrimônio aquele que adquiriu com sacrifício e suor no rosto!

    Reply
  • Nazareth Lemos Maldonado Peres 26/03/2014 at 20:26

    Não dá pra entender:tantas famílias procurando moradia e tantos imóveis fechados se degradando!

    Reply
  • Hilda Rodrigues 26/03/2014 at 20:42

    sou paulistana mas moro em Cuiabá desde adolescente…sempre me emociono com as imagens do “site” e fico feliz em observar como a cidade ainda resiste “aos ventos do descuido”. Belo exemplo essa restauração. Abraços.

    Reply
  • antonio carlos novelli 26/03/2014 at 22:08

    Tenho muita admiração por imóveis antigos, assim conservados como esse! Quando vou na região da Santa Efigênia para comprar componentes eletrônicos, sempre passo por esse “amarelinho!”

    Reply
  • Fernando Reis 27/03/2014 at 06:17

    Gostei de ver que o imóvel retratado na matéria não está sozinho entre os que merecem atenção por serem relativamente antigos.
    Eu apoio a iniciativas de preservação e recuperação. São Paulo precisava crescer para cima, com edifícios que atendessem à demanda de crescimento populacional, mas agora restam muito poucos imóveis bonitos e representantes de estilos arquitetônicos mais antigos. Têm que ser preservados.

    Reply
  • Luiz Henrique de Souza Alineri 27/03/2014 at 09:11

    Senhor Cláudio,com todo o respeito,não sou de “direita” nem de “esquerda”. Não sou militar nem tenho parentes próximos nessa condição.Mas você acha que o Brasil melhorou só porque não são militares que estão no poder? Melhorou em que? Tá,nesse período,não se podia falar mal do país,muito menos de seus governantes,porque você seria preso e torturado.Talvez,até morto.
    Hoje,ridicularizam o presidente(seja ele ou ela),junto com todos os políticos.E daí? Isso melhora alguma coisa?Não! Nossos representantes continuam enriquecendo ilicitamente,desviando verbas à torto e à direito,as pessoas das periferias continuam sem atendimento médico decente,com filas e mais filas de espera,gente morrendo,idosos e grávidas,o serviço de transporte público não é satisfatório,os serviços de água e esgoto são também deficitários nas periferias,com ligações clandestinas,terrenos invadidos,etc,etc,etc…
    Alguns políticos do mensalão que estão presos(presos com regalias,diga-se) lutaram contra a Ditadura,você sabia? José Dirceu,por exemplo.Pois é…foi às ruas contra os militares e anos depois roubou o próprio país,junto com outros da quadrilha,que,repito,ganham muito bem,fora as regalias,para si e toda a sua família.Enquanto isso,nós,as pessoas de bem,continuamos tentando sobreviver dignamente.Melhorou o quê? Agora,tem mais um escândalo,o da Petrobrás,que não vai dar em nada…a não ser em pizza!
    A cidade de São Paulo,por exemplo,está ao Deus dará( o prefeito é um perdido), com pessoas sem educação,fazendo o que bem entendem,os pancadões,os rolezinhos mal intencionados,os “quebra-quebras” sem que nem pra quê( o mais recente foi na Ceagesp), as passeatas que travam a cidade e irritam à todos,etc. porque não se pode reprimi-los.Praças mal cuidadas,ruas e calçadas imundas,montanhas de lixo em vias públicas,pichações por toda a cidade,usuários de drogas à luz do dia…Se a polícia faz alguma ação,reclamam do suposto “abuso de poder”.Se não faz nada de relevante,reclamam também( ” a polícia não faz nada”,ou “a polícia nem sequer apareceu”).Há um tempo atrás,um oficial da polícia foi covardemente agredido por vários “manifestantes” muitíssimo mal intencionados,em frente às câmeras de televisão.As imagens correram o mundo.Uma vergonha!, Isso sim é o horror!! Uma total falta de respeito,mas tem muita gente,incluindo nossa imprensa,que adorou o episódio.Já disse e repito: não sou militar nem parente dos mesmos,mas o Brasil tem que repensar os seus valores.O país em nada melhorou.Os professores,principalmente os da rede pública,nunca tiveram tanto medo de ir às escolas.E não é por causa de bandidos não – é por causa dos seus próprios alunos,que já não reconhecem a autoridade do professor em sala de aula como antes.Entram e conversam com celular dentro da sala e não estão nem aí para com o mestre,que se sente intimidado por eles.Muitos alunos vão à escola armados com revólveres,inclusive.E o que se pode fazer? Nada! Hoje,está proibido proibir.Está proibido reprimir.”Ditadura de novo não”,é o que dizem.Mas isso melhora ou piora o país?

    Reply
  • J.C.Cardoso 27/03/2014 at 09:52

    Será “Zebrinha” por causa das faixas de pedestres?

    Reply
    • Douglas Nascimento 27/03/2014 at 10:09

      Boa pergunta! Amanhã vou almoçar por lá e perguntarei…

      Reply
  • Mauro Scripomic 27/03/2014 at 14:22

    Realemtente nesta região degradada e abandonada pela incompetência dos administradores, ver um predio historico assim em tão boas condições de conservação, da ate prazer ao ir por la conhecer e consumir algo no estabelecimento.

    Reply
  • fernando 27/03/2014 at 18:48

    é em frente onde trabalho..sou atendente de museu..eu estudo arquitetura e urbanismo ,trabalho em um museu logo em frente to feliz que colocaram este post pois de onde estou consigo ver uma parte das casas restauradas, gosto de casas da década de 40,e sou um entusiasta por trens, ,e a historia de ferrovias..parabens

    Reply
  • Rodolfo Garcia 14/04/2014 at 09:00

    Conheci o site a pouco tempo mas adorei.
    Sempre fui muito ligado a paisagem urbana de São Paulo e acho importante a preservação dos locais históricos da cidade.
    Como trabalho na Região Central constantemente vejo prédios e monumentos históricos que necessitam de melhorias.
    Aproveito pra mencionar que gostaria de ver algumas matérias a respeito do palacete Prates que ficava localizado na Região do Vale do Anhangabau.
    Parabéns pelo Site

    Reply
%d blogueiros gostam disto: