O armazém da foto não existe mais. Localizado aos fundos do polêmico Edifício São Vito, já foi abaixo para dar construção a uma nova praça por parte da Prefeitura de São Paulo.

Tal qual também irão abaixo os edifícios Mercúrio e Francisco Herrerias. Porém, novas praças não funcionarão na região central de São Paulo se antes não forem resolvidas as questões relacionadas aos moradores de rua e aos usuários de drogas que transitam na região.

Entre as avenidas do Estado e Mercúrio já existe uma grande área verde, com inclusive o belíssimo palácio das indústrias ao centro, mesmo assim o local é mal iluminado, sujo e perigoso. O que mais praças irão trazer a região ? Progresso ?

O grande problema da cidade é que nossos prefeitos e secretários detestam prosseguir um bom trabalho iniciado por seus antecessores. E se ele for de outro partido, de oposição, é pior ainda. A ideia proposta pela administração da ex-prefeita Marta Suplicy previa algumas demolições, como esta do armazém, mas prometia um destino muito melhor aos prédios que estão na região.

O político ganha, o cidadão perde. É sempre assim!

Confira o local no mapa (repare a grande área verde já existente diante do Palácio das Indústrias):

Visualizar São Paulo Antiga em um mapa maior

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Ralph Mennucci Giesbrecht 08/09/2010 at 14:47

    Mas esse predio acho que jamais foi bonito…

    Reply
  • milkian 12/09/2010 at 05:53

    Essa administração Atual só pensa em demolições
    No mapa do google podemos ver quanto verde se tem na região.
    Acho que a implosão só vai fazer a vista que se tem do mercado menos feia, de resto só trará prejuízos…

    Reply
  • suli scatena 20/09/2010 at 22:12

    É, também concordo que esse prédio não tem características de um armazém antigo, parece arquitetura mais moderna, com linhas retas.

    Reply
  • claudio de mattos 14/10/2010 at 20:50

    ESTE ARMAZEM ERA DE COR CINZA E ALI DEBAIXO DO PREDIO SÃO VITO HAVIA VARIAS LOJAS QUE VENDIAM QUEIJOS E ESTE ARMAZEM ERA CEREALISTA E NESTA RUA BEM NA ESQUINA COM A PRAÇA SAO VITO AS LONAS QUE COBRIAM A CARGA NOS CAMINHÕES E SE RASGAVAM ERAM ESTENDIDAS NA RUA E UM TIPO DE TRABALHADOR ( COSTURADOR DE LONA )AS COSTURAVAM ENQUANTO OS CAMINHÕES ERAM CARREGADOS COM CEBOLAS .
    HAVIA NA PORTA DO ARMAZEM VENDEDORES QUE ATENDIAM OS COMPRADORES VINDOS DO INTERIOR E DA PROPRIA CAPITAL.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: