Hoje trago mais uma receita fácil. É tão simples que nem mesmo de batedeira você irá precisar para fazê-lo, se tiver disposição para bater as claras em neve na mão. Trata-se do Bolo de Farinha de Milho.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Lembro-me que quando eu era criança minha mãe tinha um batedor manual, que era uma espécie de mola com cabo. A gente agarrava no cabo e pressionava a mola contra a tigela em movimentos rápidos e repetitivos, e assim bater as claras em neve.

Batedor Mola

Batedor Mola

Acredito que muitas avós tinham ou ainda tem desses batedores. Entre no espiríto e pergunte na família se alguém ainda tem um.

Se encontrar, peça emprestado e use-o. É divertido.Eu usei um batedor moderno conhecido popularmente como ´fuá´.

Apesar de esta ser uma receita antiga dos tempos que não havia tantas restrições alimentares específicas como ocorre hoje em dia, ela pode ser uma boa opção para quem tem intolerância ao glúten. Notei que no pacote da farinha de milho que comprei diz que a farinha não tem glúten, mas pode conter traços porque o mesmo maquinário processa outros tipos de farinha, fique atento.

Para fazer este bolo você vai precisar do seguintes ingredientes:

  • 2 xícaras (chá) de farinha de milho
  • 500 ml de leite de vaca
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 2 ovos – gemas e claras separadas
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó, as cozinheiras de antigamente diriam “Pó Royal”
  • Queijo ralado a gosto – eu coloquei 50 gramas de queijo parmesão
  • Canela em pó a gosto – não exagere para não mascarar o gosto da farinha
  • Uma pitada de sal
  • 1 colher (sopa) de gordura*
  • 1 colher (sopa) de manteiga

*Se você não tiver a gordura em casa, pode substituir por mais uma colher de manteiga.

** Opcional: Coco ralado a gosto, o que não coloquei

Se quiser fazer a receita original mas não sabe onde comprar gordura, procure nas grandes redes de supermercados, na gôndola de laticínios e refrigerados. A gordura é vendida em pacotes de meio quilo, eu optei por fazer apenas com manteiga.

Modo de preparo:

Acenda o forno para ir aquecendo pois a receita pede forno “bem quente“.

Coloque a farinha de milho em uma tigela, adicione o leite, dê uma mexidinha e deixe-o descansar por cerca de 15 ou 20 minutos.

Bata as duas claras em ponto de neve e reserve.

Passado o tempo do descanso, acrescente todos os outros ingredientes, exceto as claras.

Por último acrescente delicadamente as claras já batidas em ponto de neve, mexendo com uma colher.

Coloque a mistura em uma assadeira com furo no meio untada com manteiga e enfarinhada, e leve ao forno bem quente.

Após aproximadamente 25 minutos no forno, baixe um pouco a chama do forno.

Monitore até que o bolo asse, sendo que o tempo de cozimento depende de cada forno. Para ter certeza se o bolo está bem assado use o velho recurso do palito de dente: abra a tampa do forno, espete o palito no meio do bolo e tire, se ele sair limpo a mistura está assada, se sair com massa grudada nele, mesmo que pouca, precisa mais tempo no forno.

Faça o teste de cozimento rapidinho para não perder o calor do forno caso ainda precise dele. Evite abrir o forno nos primeiros 30/35 minutos para o bolo não murchar. Quando o ar frio entra no forno antes de terminar o cozimento, o bolo reclama e murcha.

O bolo fica com um envolvente arome de milho. Delicioso, especialmente acompanhado com um café preto bem fresquinho!

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Tem gostado de nossas receitas ? Depois que fizer o bolo de farinha de milho não esqueça de contar pra gente como ficou, ai nos comentários.

Tem alguma receita paulista antiga que gostaria que nós fizéssemos ? Diga para nós!

About the author

Gerente de serviços em uma multinacional de tecnologia, Heloisa é fascinada por trabalhos manuais e faz da culinária um de seus hobbies prediletos.

Deixe uma resposta

Comments

  • Margarida Storti 09/01/2015 at 18:03

    o que é farinha de milho? é fubá?

    Reply
    • Heloisa 09/01/2015 at 19:49

      A farinha de milho é flocada, você pode encontrar dela fina ou grossa, amarela ou branca, eu costumo comprar da amarela. Já o fubá é uma farinha também extraída do milho, porém mais fina e peneirada, similar a pó. Elas conferem texturas diferentes aos pratos. O fubá é mais comum para bolos e pães, já a farinha de milho fica melhor para cuscuzes e farofas, mas pode-se empregá-las em qualquer receita, dependendo da textura desejada.

      Reply
      • Margarida Storti 09/01/2015 at 21:49

        obrigada pensei que era a mesma coisa…

        Reply
  • Fernando 09/01/2015 at 18:06

    Qual é a temperatura inicial do forno? Médio, alto?

    Reply
    • Heloisa 09/01/2015 at 19:51

      Forno alto, aquecido antes de colocar o bolo para assar.

      Reply
  • vanialacerda2013 13/01/2015 at 22:29

    Vou fazer, depois conto o resultado!

    Reply
  • Helena Maria Cesar Gonçalez 22/01/2015 at 08:46

    Heloísa, Desculpe a impertinencia, não sei se houve erro de grafia porém aí vai: O batedor “moderno” que vc usou chama-se “fuê” do francês fouet que quer dizer chicote.
    Abraços e continue com as receitas.
    Helena Gonçalez

    Reply
    • Heloisa 26/01/2015 at 09:46

      Obrigada pela dica Helena. Estamos em constante aprendizado e a troca de informações é o que nos proporciona grande satisfação nesta coluna, interagindo com os leitores.

      Reply
%d blogueiros gostam disto: