Já escrevi aqui no São Paulo Antiga sobre a pequena Vila Granada, na zona leste de São Paulo. O bairro fica entre a Vila Esperança e a Vila Ré e tem uma grande ligação com a minha vida em particular, por ter sido ali que meus avós paternos moraram e onde meus pais também residiram assim que se casaram em 1966.

Tanto é que já até publiquei aqui a casa onde moraram Raul e Alzira, meus avós, clique aqui para conhecer. E a rua onde ambos viveram até seus últimos dias, a Ramón Platearo, faz uma espécia de “U” com outra rua bacana e tranquila do bairro, a Dr. Eurico Martins.

E é nela que está esta casa a seguir:

clique na foto para ampliar

Conheço essa casa desde garotinho quando já na faixa dos 10 anos de idade passei a andar de bicicleta para além da vista da minha avó, em ruas e avenidas próximas. O que sempre me chamou a atenção nesta residência desde aquele tempo até os dias hoje é o jardim sempre absolutamente impecável.

Notem que já são mais de 30 anos isso e nunca encontrei esse lar maravilhoso em outra condição que não fosse essa da foto, perfeita e repleta de verde. Realmente ela é de encher os olhos por vários outros aspectos também, como sua fachada antiga suave e simples mas bastante charmosa, o portão de madeira da garagem e, por fim a cerca de madeira (não vou chamar de muro) que divide a propriedade com a calçada.

Imagino o quanto deve ser maravilhoso viver ali, com passarinhos sempre por perto beliscando as plantas, além de beija-flores atrás de água e abelhas. Curiosamente conheço muita gente nesta rua, mas nunca conheci quem reside nessa casa. Independente disso, ai é um autêntico “Lar doce lar“.

E você, aprecia uma casa com um grande jardim ou prefere um quintal sem tantas plantas ? Comente!

Abaixo mais duas imagens da casa:

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • silvia miloco 29/10/2018 at 17:37

    Ah, que coisa mais linda, parece até uma casa em sítio!

    Reply
  • Marcelo Sanches 29/10/2018 at 17:47

    A casa é maravilhosa Douglas e tem todas estas qualidades que você citou, mas não dá pra deixar de citar um defeito nela que é o telhado. Uma pena estas telhas de “eternit”. Poderiam ser telhas de cerâmica, o que daria um ar muito mais bonito e charmoso, na minha humilde opinião.

    Reply
    • Douglas Nascimento 29/10/2018 at 17:56

      Concordo! Porém me recordo que há muitos e muitos anos que já estão com eternit.

      Reply
  • Carlos Antonio Lopes 29/10/2018 at 23:01

    Dei aula de Português e inglês ,por volta de 1975/77, no Colégio Maria de Carvalho Senne, na rua Puquixã, na vila Granada e realmente o bairro era uma delícia!Vc. foi um privilegiado!

    Reply
%d blogueiros gostam disto: