A cidade de Guarulhos, vizinha à capital paulista, não é conhecida pelas residências antigas e construções históricas.

Por lá existem poucas edificações que são realmente interessantes e as que são mais importantes ou foram demolidas nos últimos anos, caso do Casarão Saraceni ou do antigo convento, ou estão em situação de penúria como a residência que pertenceu ao antigo prefeito local, Maurício de Oliveira.

Apesar dos pesares, ainda dá pra encontrar algumas que são bacanas, como esta no bairro de Vila Antonieta:

clique na foto para ampliar

Localizada no número 38 da rua Primeiro de Maio, a casa fica num local privilegiado da região. Entretanto no passado essa localidade era ainda mais interessante, pois ficava bem próximo da antiga Estação Vila Augusta do extinto Tramway da Cantareira.

Outro ponto positivo era devido estar em um local alto, antes dos prédios serem erguidos ao seu redor, era possível avistar regiões distantes da vizinha São Paulo, como a Penha, por exemplo.

Ainda hoje é uma construção bastante agradável e bem instalada. Alguns novos empreendimentos da região chamam este local de Vila Augusta, mas o correto é Vila Antonieta.

Veja mais fotos (clique para ampliar):

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Sandro Lopes 29/11/2017 at 12:10

    Boa tarde, morei por 5 anos na rua dona antonia, na vila augusta. nesta rua tem uma casa que se assemelha a uma sede de fazenda, seria legal uma reportagem sobre ela.

    Reply
  • J.C.Cardoso 29/11/2017 at 12:12

    Clássica casa de subúrbio carioca. Pena que (assim como aqui também) não tenha um jardim (ou vasos de plantas) na frente.

    Reply
  • Francieli De Lima 29/11/2017 at 17:17

    Pertinho do meu trabalho! Sempre que passo fico encantada ❤

    Reply
  • Luiz Henrique 01/12/2017 at 14:56

    Aparentemente, está vazia.
    Incrível, mas até nos bairros mais distantes, como a região dos Pimentas, nos deparamos, às vezes, com casas antigas. A maioria em mau estado.

    Reply
    • Douglas Nascimento 01/12/2017 at 16:40

      Não está vazia, moro bem pertinho e sempre estão por ali…

      Reply
  • Paulo Clístenes Vieira da Silva 06/12/2017 at 20:46

    Vale a pena procurar preservar a história de uma época e de uma comunidade!

    Reply
  • Daniel Pardo 23/12/2017 at 20:33

    É a típica casa de avó da década de 80.

    Reply