Como defensores do preservação patrimonial, desejamos que todos os imóveis antigos sejam preservados. Entretanto a realidade é bem diferente, uma vez que o romantismo da preservação total esbarra em inúmeros obstáculos cotidianos.

O desejo de modernização dos proprietários, a decadência de imóveis muitas vezes esquecidos pelos seus donos, a especulação imobiliária e desapropriações para obras viárias são alguns dos motivos que fazem inúmeras construções desaparecerem.

clique para ampliar

Localizado no número 1403 da rua Rio Bonito, no bairro do Pari, essa simpática casa antiga é um claro exemplo de que as razões para a não preservação nem sempre são especulativas.

Apesar de estar na foto acima com a fachada intacta, o imóvel foi recentemente descaracterizado por completo pelos seus proprietários. A ideia que tive, ao observar a obra em andamento, é de que o dono quis modernizar seu imóvel.

É uma pena que isso aconteça, mas a inexistência de uma educação patrimonial em nosso país é mais danosa para as construções antiga do que qualquer tipo de especulação imobiliária.

Afinal, não ensinamos as pessoas a manterem o que é antigo e isso faz com que muitos associem o antigo ao ultrapassado, ao feio. Lamentável.

 

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Paulo Clístenes Vieira da Silva 23/08/2017 at 19:03

    Na minha opinião, “a emenda ficou pior do que o soneto!”

    Reply
  • poisonivy1802 23/08/2017 at 20:46

    Que coisa triste, meu Deus!
    Tirou umas janelas lindas, grandes, clássicas e colocou venezianas de alumínio, menores e horrorosas.
    Mesmo mal cuidada a casa era lindíssima, imagina reformada. Uma pena.

    Reply
  • Wandercilia Malta Pereira 24/08/2017 at 08:53

    Muito triste que as pessoas não tenham consciência da necessidade da preservação do patrimônio!

    Reply
  • Vania 24/08/2017 at 18:45

    Que dó!

    Reply
  • Paulo Henrique Netto de Alcântara 24/08/2017 at 20:23

    TRISTEZA… Ignorância profunda, arrogante e atrevida…

    Reply
  • Vozdobrasil Chicolobo 17/09/2017 at 18:44

    reforma danosa causada pela ignorância e estupidez de nossos dias.
    A nefasta influencia do fascismo ideológico que assola nossa terra leva a esses descalabros que destroem as obras de arte e quando não, chegam a impedir que obras de arte sejam expostas em museus e galerias.

    Reply
  • Daniel Pardo 22/10/2017 at 21:19

    Com a fachada original ela parecia imponente, maior do que realmente é, com a reforma ficou insignificante.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: