Casas antigas de arquitetura simples também são muito interessantes, e esta casa da fotografia abaixo e um belo exemplo:

clique na foto para ampliar

Localizada no número 97 da rua Saldanha Marinho, a residência é parte de um conjunto composto de mais outra residência, entretanto sua vizinha já foi muito alterada de sua arquitetura original.  Trata-se de uma casa cujo estilo é bastante comum em toda a região do Brás e Belenzinho com janelas e portas que dão diretamente à rua, sem quintal. O porão típico também está por lá.

Gosto muito destas casas e é uma pena que aos poucos elas estão desaparecendo por completo, seja através da descaracterização ou mesmo da demolição.

Neste bairro a maioria delas é destinada para aluguel de quartos para rapazes, a maioria dos que acabam por residir nestes imóveis são imigrantes de origem latino-americana. É a tradição em receber imigrantes que a região tem desde o século 19.

Veja mais fotos (clique para ampliar):

E Saldanha Marinho se faz presente não apenas na identificação desta rua do bairro, como também poucos metros dali foi nome também de uma tradicional escola da região. O Colégio Saldanha Marinho foi por décadas um símbolo de tradição no ensino, e sua história pode ser lida com detalhes neste link.

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Neide Tavares da Motta 07/08/2018 at 18:57

    Amo suas postagens! Obrigada pelas informações e fotos lindas! Abração

    Reply
  • Luiz Henrique 08/08/2018 at 15:50

    Olá, boa tarde!
    Quando voltava para casa, de ônibus, vindo do meu primeiro emprego, que era nesse bairro, eu já reparava nesse imóvel em particular. Isso foi em fins da década de 1980.
    Pelas portas e janelas (estas com os vidros pelo vidro do lado de fora) acho que ele é um dos mais antigos de São Paulo. Pelo menos, ainda está de pé, não é verdade?

    Reply
%d blogueiros gostam disto: