Se tem algo que aprendi a duras penas nestes 9 anos de trabalho à frente do São Paulo Antiga é o fato de ser impossível tombar e preservar todos os imóveis antigos de nossa cidade.

E a cada dia que passa tenho consciência de que algum imóvel desaparece em nossa cidade para dar lugar a outro ou ser substituído por uma avenida, estação do metrô etc etc…

Por isso mesmo, o objetivo meu aqui é cadastrar não só aquelas casas de alto valor arquitetônico ou histórico, mas também aquelas que embora sejam menos imponentes tenham alguma representatividade ou relevância para a região onde ela está.

clique na foto para ampliar

Localizada no número 833 da rua Tobias Barreto, na Mooca, esta casa antiga é um bom exemplo de tudo que eu falei ai em cima. Particularmente acho-a encantadora, mesmo em sua simplicidade.

Desde a arte de serralheria de portão e gradil até a cerâmica vazada que divide a garagem com os fundos da casa, passando por janela e telhado, tudo nela me agrada. A árvore e o pequeno jardim também dão um toque de charme à residência.

Porém, admito que ela segue um padrão mais comum que pode ser encontrado em vários cantos de nossa cidade. Dificilmente veremos essa residência ser tombada pelo órgão de defesa do patrimônio histórico.

As razões são várias e acaba por abrir brecha para outra discussão: Quando a casa antiga possui uma arquitetura ˝mais comum˝ e com muitos exemplares iguais ou similares em outros cantos da cidade, devemos pensar em preservá-la ou apenas se estiver em local mais relevante ?

Deixo a palavra com vocês, leitores!

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Emerson de Faria 11/06/2018 at 10:17

    Casinha simples e singela, com sabor de nostalgia. Imagino que seus moradores sejam tão antigos quanto ela e que quando falecerem seus herdeiros infelizmente a demolirão, a despeito de ser uma preciosidade nesta selva de espigões que São Paulo está se tornando, e o bairro da Mooca em particular.

    Reply
  • Adalberto 11/06/2018 at 16:15

    Uma bela casa. Só faltou um carro antigo estacionado na garagem…

    Reply