Grande São Paulo

Casarão Demolido – Avenida Rebouças, 2620

Comments (12)
  1. Juno Bass disse:

    Era nossa paixão de infância. Quando foi alugado ao Bradesco, nos anos 70/80, já começou sua destruição – foi “remodelado” por dentro para ser “adaptado” e teve seu lindo telhado irreversivelmente pintado de cinza prata. E, por fim, acabou destruído, como acaba mais cedo ou mais tarde acontecendo com tudo que é belo nessa cidade.

  2. Vania disse:

    Que pena! um imovel lindo, um terreno arborizado, arvores sólidas e bem formadas… Quem sabe o que teremos agora no lugar.

    1. Jorge Roberto Coelho Ferreira disse:

      Cara Vania. Acho que passei centenas ou talvez milhares de vezes em frente a esta casa. para mim servia como ponto de referência já que está a meio caminho entre a Av Brasil e a Faria Lima. Ao menos, tomara que no terreno construam algo relevante e com uma arquitetura digna de se ver, porém eu acho difícil que isso aconteça.

  3. Gleise disse:

    Realmente é uma pena….a casa era linda…….parecia casa estilo Americana…..triste

  4. Bolívar Pinta Júnior disse:

    … / …. é possível que tenha havido uma utilização comercial (o Juno Bass menciona o Bradesco) ou algo mais protocolar já que restaram os mastros metálicos junto a fachada …. chamou a atenção os arcos de tijolinho em ambas as laterais … um deles bem exposto e o outro já coberto por uma trepadeira .

  5. rodnei brunete da cruz disse:

    Certa vez, há algumas décadas atrás, fiz um passeio turístico por São Paulo e esta casa era uma das breves paradas do ônibus, quando então a guia turística chamava a atenção da gente para o estilo da construção e para o detalhe do gato e da pomba no telhado. Que pena que foi demolida.

  6. Paulo Clístenes Vieira da Silva disse:

    Lamentável a perda da história e do bonito para o avanço imobíliario.

  7. Clara disse:

    Deu até vontade de chorar agora…

  8. Rosilene Maria de Toledo Marciano disse:

    O imóvel entre 1995 e 2017 é de propriedade de Henrique Brenner. O contribuinte fiscal é 015.039.0018-1.
    Para saber o histórico basta pedir a matrícula primitiva do imóvel e a matrícula atualizada no CRI competente.

  9. Andre Santana disse:

    Infelizmente as pessoas só pensam no lucro,nunca no valor arquitetônico e histórico…Muito triste!!!

  10. Rosana disse:

    Ahhh… Que pena!!! Meados da década de 80, eu descia a Av. Rebouças de ônibus e quando chegava perto de uma casa de estilo alemão com os gatinhos no telhado, me sentia encantada!!! Lembro bem que eu procurava sentar do lado que eu pudesse ver aquela cena encantada. Indo diariamente pra FFLCH- USP de 1981 a 1986. E dias atrás passei pela mesma avenida porém não avistei a casa. Senti uma “saudadezinha” no coração. Uma nostalgia me invadiu. Mas muitas coisas daquela época já não existem mais mesmo… nem os gatinhos, nem a casa, nem aquela estudante, nem os sonhos que levava em seu coração. E aliás, tanto os gatinhos como meus sonhos não passaram de uma grande ilusão.

  11. Daniel Pardo disse:

    Infelizmente isso acontece porque hoje a Av. Rebouças é um grande corredor de ônibus e de carros o que impede a existência de imóveis residenciais ali, os que tem são prédios de apartamentos que cada vez mais vão tomando o lugar de casas como essa, sei disso pois passei nessa avenida anteontem e lá o tráfego de veículos é intenso.

Deixe uma resposta

Publicidade:

SP ANTIGOS

Nosso Instagram: @saopauloantiga
Something is wrong. Response takes too long or there is JS error. Press Ctrl+Shift+J or Cmd+Shift+J on a Mac.