A cidade de São Paulo é conhecida pelo grande ecletismo de sua arquitetura. No passado dominava por aqui a típica arquitetura colonial portuguesa, que começou a ser deixada de lado no apagar das luzes do século XIX, quando o padrão passou a ser uma arquitetura mais de vanguarda europeia, com os barões do café adotando em seus palacetes um estilo mais próximo das mansões e edifícios parisienses e outros padrões da época em uso na Europa.

E este ecletismo nos permite muitas vezes admirar em uma mesma rua, os mais variados estilos e padrões arquitetônicos.

clique na foto para ampliar

No número 314 da rua dos Macunis, em Pinheiros, encontramos um lindo casarão que destoa completamente do estilo mais discreto e contemporâneo de deus vizinhos. Trata-se de uma construção bem pouco comum aos olhos paulistanos, um estilo mais próximo ao nórdico.

O casarão aparentemente não está habitado, e está um tanto quanto descuidado. Nem por isso deixa de chamar a atenção pela sua beleza e pelo fato de sua arquitetura única na região dar-lhe um certo ar exótico. Uma enorme árvore diante de sua fachada também contribui com a beleza do cenário que a casa apresenta. Infelizmente, o relativo estado de abandono fica evidente no mato alto tanto no interior do terreno do imóvel, quando na calçada.

São imóveis como este, belos e únicos, que dão a São Paulo um charme arquitetônico que poucas cidades brasileiras possuem.

Veja mais fotos deste casarão (clique na miniatura para ampliar):

ATUALIZAÇÃO 07/03/2018:

No último sábado, 03 de março, estivemos de volta a rua dos Macunis para conferir como anda o belo casarão, após 7 anos de nossa última visita.

clique na foto para ampliar

Infelizmente é possível observar que nada de melhor aconteceu por ali. O mato está cada vez mais alto no quinta a pintura segue a mesma, sem qualquer retoque, e o casarão parece ainda mais esquecido. Será que algum dia veremos este imóvel recuperar seu esplendor ? Só o tempo dirá.

Sabe mais sobre este casarão ? Entre em contato conosco através de nosso formulário de contato!

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Iraê 25/05/2011 at 14:56

    Que casarão fantástico!

    Esse tipo de casa geralmente tem quartos enormes, cozinha grande e espaçosa, banheiras nos banheiros e dão um conforto que nenhum apartamento hoje em dia dá.

    Se eu tivesse grana, mas grana mesmo, tipo esses ricões que tem caro de 100mil e coisa do tipo, em vez de comprar um apartamento duplex em higienópolis eu gostaria muito mais de comprar uma casa dessa, que apesar de abandonada dá pra ver que não está perdida, e dar aquela reforma nela.

    Na época se construía com canos galvanizados, poucos pontos de eletricidade e não era comum ter mais de um ponto pra telefone. Mas imagina refazer a instalação elétrica com muito mais tomadas, todas com fios de qualidade, passar cabos de telefone e de rede pela casa, preparar a sala para home teather, trocar todo o encanamento por PVC com aquecedor central à gás e todo tipo de conforto que ter muita grana pode comprar. Pode virar o lugar dos sonhos de muita gente.

    Reply
  • Iraê 25/05/2011 at 15:02

    Aliás, hoje em dia em fez de colocar aquelas grades que ficam horríveis, tá na moda colocar vidro e câmeras de segurança, né? Na Paulista tem muito prédio que tá trocando grades por vidro. Acho que no caso desse casarão seria uma ótima opção pra alguém com grana morar aí sossegado.

    Reply
    • Renata 26/05/2011 at 15:22

      Também preferia comprar uma casa em vez de um apartamento e reformá-la. Manter a arquitetura e por dentro ter todo o conforto. O problema é de apartamento é que tem dor de cabeça com barulho dos vizinhos, às vezes o síndico não faz nada e você paga um condomínio caro. Casa é você quem gasta e controla tudo, e segurança é só investir.

      Reply
  • Renata 25/05/2011 at 15:39

    Realmente esse casarão chama muito a atenção.Muito bonito o estilo arquitetônico dele.

    Reply
  • Milena 26/05/2011 at 14:18

    Que casarão lindo!! Realmente, se eu tivesse dinheiro para investir, compraria uma casa dessa e reformaria.
    Mesmo com o mato alto e as pixações, dá pra notar que o estado de abandono do imóvel não é tão grande, não tem vidros quebrados e nem janelas quebradas.
    Adoraria ver como é dentro!!

    Reply
  • Juliana 27/05/2011 at 22:21

    Estilo inglês. Olhem só os arcos Tudor.

    Reply
  • Ugo Barberi Gnecco 28/05/2011 at 20:17

    Boa noite.
    Creio que quem quiser morar nessa casa deveria verificar a araucaria que está na frente da casa, pois parece que ela já tem uma certa idade e precisaria saber sobre suas condições. Também seria importante saber se a árvore afetou a fundação. Não sou engenhiro ou arquiteto, mas seria uma das perguntas que eu faria se fosse comprar (além de possíveis impostos atrasados).
    Obrigado.

    Reply
  • jorge 29/05/2011 at 01:22

    gostei muito dessa obra prima que e esse casarao pois passso muitas vezes em frente e nao paro de adimira gostaria de ter o dinheiro para poder restaura essa mara vilha tomara que alguem com bala nagulha tenha essa coragem pois ela esta muito maltratada

    Reply
  • amaury 31/05/2011 at 16:17

    durante alguns anos, indo ou voltando do trabalho, passei na frente dessa casa e sempre notei como ela se destaca em relação às vizinhas.

    aliás, a Macunis/Diógenes Ribeiro de Lima é bastante aprazível no trecho de 1 ou 2 quarteirões a partir dessa casa. parece até outro país.

    Reply
  • WAN 01/06/2011 at 17:08

    Meu Deus, que casa linda, se um dia eu tiver o dinheiro para tal, comprarei e restaurarei esta casa como antes.

    Reply
  • Bruno 06/06/2011 at 23:05

    Moro relativamente perto dessa casa, acho ela linda desse jeito mesmo…minha mãe conhecia o dono dela, um senhor ja falecido…

    Reply
    • mrariana 28/05/2013 at 15:22

      BRUNO, COMO VIA?
      VC TEM ALGUMA INFORMAÇÃO SOBRE OS PROPRIETARIOS DA CASA?

      Reply
    • shirlei 03/09/2014 at 21:55

      Bruno o dono dessa casa não tinha mais parentes (vivos ) que poderia nos da alguma informação sobre a casda? no aguardo !! Boa Noite ..

      Reply
  • Prizinha 16/06/2011 at 11:12

    não sou engenheira, mas acho que o casarão não esteja condenado, não vi rachaduras nas paredes, uma bela reforma e ele ficaria novo de novo, eu fiquei apaixonada por esse casarão…
    muito lindo !!!

    Reply
  • Vânia 22/06/2011 at 19:23

    Passo sempre em frente a essa casa que dá o que pensar. Nesta vida atribulada, e “cheia de horas cheias”, ainda sobra uma fresta para imaginar quem a construiu, como era a vida nesse bairro quando isso aconteceu, o que aconteceu com os proprietários que a deixam aí, esperando o próximo capítulo. Não sei, mas, se soubesse, escreveria uma história. Parabéns pelo site.

    Reply
  • Gabriel 25/06/2011 at 13:47

    Passo sempre em frente a essa casa a noite e noto janelas abertas e luzes acesas, mas não há nenhum tipo de luz indicando televisão ligada ou som de rádio nem nada. Também não tem nenhuma placa de “vende-se” ou algo do tipo… Pode-se concluir que abandonada ela não está, apesar de mal cuidada. Quem será que habita o local? Seja lá quem for, parece-me uma pessoa um tanto estranha… Será que estamos descobrindo uma nova lenda urbana? Sempre penso que tem uma bruxa lá dentro… hehehe

    Reply
    • matheus bortowski 25/07/2011 at 04:57

      pelo que vejo fui o unico que já viu a suposta proprietaria.o comentario do Gabriel (Sempre penso que tem uma bruxa lá dentro) pode ate valer pois, duas vezes ao passar pela belissima casa uma senhora muito idosa, cabelos brancos, meio corcunda de vestido preto estava parada ao lado da porta de entrada. se era uma assombraçâo, não sei, mas foi oque eu vi

      Reply
  • Jhonny Magi 30/06/2011 at 23:48

    Há tempos atrás os pais de meu amigo entraram em contato com os donos dessa casa mas eles não a queriam vender.Espero que esta casa não vá a baixo, pois é um grande patrimônio de meu bairro.

    Reply
  • Rangel 05/07/2011 at 17:33

    Ola pessoal. Passo todo dia em frente a esta casa, e especialmente aos finais de semana qdo volto do interior para capital por volta da uma da madrugada me deparo com a situacao descrita acima pelo Gabriel. As luzes sempre estao acesas e da pra notar um lustre muito exotico (tipo castelo do dracula) dentro dessa casa. Nao tem uma vez que nao paro pra imaginar quem mora la e o que esta acontecendo la dentro. Sem duvida esta casa remete a uma nova lenda urbana.

    Reply
  • Wilson J. 20/07/2011 at 12:49

    Passo quase todo dia em frente a esta casa (pinhiros/vila madalena), linda, sempre imagino reformando-a, deve ter belos espaços internos.

    Reply
  • Leonardo Nossa 20/07/2011 at 21:40

    Lindo!!! Fantástico… alguém aí sabe quem é o proprietário? Faço questão de comprar… Sou apaixonado por casarões antigos.

    Reply
    • Amanda Pignataro 03/11/2011 at 20:39

      Eu também!!! Lindaaaa. Sou apaixonada por casarões antigos.

      Reply
    • Olympio Augusto Ribeiro – Arquitetura e Restauração 24/09/2015 at 15:52

      Leonardo, Compre-a e entre em contato para falarmos do projeto de restauro e modernização da infra-estrutura. 😉
      http://www.olympioaugustoribeiro.com.br

      Reply
  • aquinaojacare 24/07/2011 at 23:45

    Iraê vc viajou legal! EU tive os mesmo desejos que os seus! Realmente essa casa é espetacular! Nossa eu fiquei curiosa agora…. sera que são idosos os habitantes? Penso que sim pq idoso não tem tanta força para cuidar de jardim e tals… Quem tiver mais detalhes dvide conosco! Parabéns pelo site!

    Reply
  • j bethancourt 22/08/2011 at 11:38

    sinto- me lisonjeado pelos comentarios, este casarão eh de meus parentes…mas ainda nao se interessam em vender este imovel…abraços a tds

    Reply
    • Sergio Araujo 26/03/2012 at 17:34

      Olá J Bethancourt, caso um dia seus parentes pensem em vender a residência para uma pessoa que não tenha o menor interesse em desmanchar tal obra arquitetônica, entre em contato. Gostaria muito de estar envolvido entre os compradores.

      Um abraço,
      Sergio

      Reply
    • mary burke passos 12/09/2012 at 15:08

      Olá J Bethancourt,

      Você pode me dizer se seus parentes não teriam interesse em alugar essa casa tão incrível?

      tks. Mary

      Reply
    • henrique 07/04/2013 at 10:15

      j bethancour essa casa e perfeita muito linda, se um dia seus parentes forem vender por favor entre em contato comigo!
      só por saber mesmo se um dia eu combinar com alguém de sua falia você não pode abrir a casa para eu ver?

      Reply
    • shirlei 03/09/2014 at 21:59

      uhuuuu que legal…..então vc é parente ??? nossa parabéns a casa é um espetaculo…ja sonhei com ela sempre entro no site pra ve la….se houver interesse en vender me avise…Boa Noite

      Reply
    • Olympio Augusto Ribeiro – Arquitetura e Restauração 24/09/2015 at 15:55

      Parabéns por manterem-na! É linda!

      Reply
  • carolina 02/09/2011 at 00:49

    Minha vó mora bem perto daí e a impressão que eu tenho é que a casa está invadida. Nunca vi idosos na casa, mas sim umas pessoas mal encaradas que pareceram não gostar muito quando eu parei para tirar fotos uma vez. Vou tentar descobir alguma coisa a respeito.

    Reply
  • Camilo Nunes 07/09/2011 at 22:34

    Desde criança eu sempre gostei mto desta casa. Passo em frente a ela c frequencia e toda vez que a vejo fico contente ao constatar que ela ainda esta firme e de pé… infelizmente algo me diz que ela pode nao resistir por mto tempo a ignorancia e burrice de nós homens modernos… mais dia menos dia alguma “mente brilhante” surgirá c a genial ideia de po-la a baixo p construir algo mais “útil” no lugar…

    Reply
  • cecília 23/10/2011 at 23:01

    Repararam no pinheiro?
    Uma vez li num jornal sobre a origem do nome do bairro de Pinheiros. Dizia que havia muitos pés na região e que a da Rua dos Macunis era uma das poucas que restaram.

    Reply
  • 17/01/2012 at 21:59

    Realmente a casa é linda ! e interessante, tenho uma paixão enorme por imóveis antigos… moro no interior de SP na cidade de “Nuporanga” aqui, tem várias casas de séculos passados também,uma mais interessante que a outra e com certeza com muita história ! Parabéns pelo blog !

    Reply
  • Carlen 18/01/2012 at 22:54

    Passo todo dia em frente, também acho que esta invadida, as pessoas que estão lá, não parecem zeladores da casa, ou algo assim, acho mesmo é que estao lá quietinhos pretendendo um usucapião no futuro. Será que não tem herdeiros? Ninguem para contestar?

    Reply
  • Yurin 26/06/2012 at 16:28

    Ainda bem que o bairro Alto de Pinheiros é fortemente vigiado quanto a lei de zoneamento, e prédios nessa região, na própria rua inclusive, são terminantemente proibidos. As construções nunca passam de dois andares nesta rua.

    Reply
  • Rey Junior 29/08/2012 at 17:54

    Fui “apresentado” a essa casa uns 2 meses atras enquanto passeava de carro com minha namorada, e ela me mostrou a casa. O primeiro comentario foi de que realmente existe o boato de que é assombrada. Passamos a noite, e havia uma luz fraca e amarelada acesa em seu interior.

    Reply
  • Tiago 10/03/2013 at 18:48

    Amigos

    Não acredito que esta casa esteja invadida, se assim fosse logo veríamos a sujeira no imóvel e movimento de entra e saí constante. Eu sugiro o seguinte, alguém poderia ir no Cartório de Imóveis, acredito seja o 18º da Av.Liberdade, e pedir a matrícula do Imóvel, com o endereço vocês conseguem, dai vão descobrir quem é o dono e em que situação se encontra. Eu pretendo fazer uma réplica um dia porque o original vai custar caro, devido a região. Se alguém puder conseguir umas fotos internas e o desenho da disposição dos cômodos seria muito interessante. Infelizmente não tenho como ir no cartório, mas, de repente tem alguém ai com mais tempo que eu….. abraço

    Reply
  • Rodrigo Lombardi 24/04/2013 at 17:38

    Não tem nada invadido. A casa é de um senhor de mais de 90 anos que mora lá. Ainda lúcido, mas que caminha com dificuldade pra ir à feira e ao sacolão que fica a 800 metros da casa. Parem com as teorias mirabolantes, ou toquem a campainha pra conversar com ele e saber das coisas.

    Reply
  • Gabriel Castello Branco Valença 01/12/2013 at 16:13

    eu sempre fui obcecado por essa casa e sempre quis saber quem mora la,inclusive estou indo lá nesse momento para fotografar e se eu tiver sorte posso encontrar alguém la para perguntar a respeito do imóvel
    posso mandar fotos! do imóvel

    Reply
  • Gabriel Castello Branco Valença 01/12/2013 at 23:05

    fui lá hoje e tirei apenas uma foto pois logo que tirei essa foto apareceu um homem moreno de uns 35 anos na janela e ficou me olhando estranhamente, resolvi não fotografar mais,
    o Rodrigo Lombardi pode não estar certo quanto aos moradores,parece que foi invadido mas seria bom se o sr J Bethancourt pudesse nos falar a respeito dos moradores

    Reply
  • Joao 10/12/2013 at 18:58

    O proprietário tem mais de 100 anos e é muito simpático, mas parece que ele não está morando lá, só visita de vez em quando, quem está são sua nora e/ou netos (este homem moreno de uns 35 anos mencionado acima…)

    Reply
  • carlos 09/02/2014 at 02:21

    ouvi dizer de um pessoal que trabalha por ali, que a nora e os netos do proprietário são barra pesada, tipo bandido mesmo, que o senhor costumava visitar na cadeia, e depois que foi solto os furtos na região aumentaram…

    Reply
  • Jaqueline Silva de Queiroz 08/06/2014 at 21:52

    Alguém sabe me dizer…se um arquiteto consegue desenhar uma casa parecida com essa? sei lá..de repente não com a mesma planta…mas parecida..pq é muitooo bonita..

    Reply
  • Anette Yranne 07/08/2014 at 18:07

    Parabéns pelo post, sou apaixonada pela arquitetura histórica e sempre que passo em frente desse casarão fico impressionada não somente pela sua beleza arquitetônica mas também pelo abandono.

    Reply
  • cacohn 10/02/2015 at 10:58

    Sei que já faz muito tempo que ninguém posta nada aqui mais hoje vendo uma matéria no globo.com me deparei com o senhor que durante muitos anos pegava o ônibus comigo e o motorista parava exatamente na frente dessa casa para ele entrar, mais estava com duvida se era ele mesmo e depois de ver o comentário do J Bethancourt tive certeza Sr. Davi hoje com 103 anos é o dono dessa casa leiam a matéria dele.

    Reply
  • Maria Fernanda Tanaka 30/07/2017 at 18:28

    é bonito e tals porem é mal assombrado, sinto arrepios toda vez que passo em frente a ele.

    Reply
  • Iguaraci Rufino 07/03/2018 at 11:26

    Na década de 60 o meu avô fez a manutenção elétrica deste casarão. Na rua Natinguí, a alguns metros do local, tem o Museu da Pessoa, pode ser que lá algum morador antigo tenha dado algum tipo de depoimento.
    A rua na qual resido, também em Pinheiros, é bem antiga. As casas foram feitas pelo Adhemar de Barros, nos moldes do hoje CDHU. Acho que vale uma visita a título de curiosidade.

    Reply