Este antigo conjunto de residências geminadas da rua Genebra, no bairro da Bela Vista na região central da Cidade de São Paulo é resquício de uma época que não volta mais.

De arquitetura simples são exemplares únicos, da primeira década do século 20, e que estão em péssimo estado de conservação da fachada e com diversas intervenções que não conservam suas características originais.

Foto: Douglas Nascimento / Clique para ampliar

Foto: Douglas Nascimento / Clique para ampliar

Nesta rua, são poucas as construções realmente antigas que ainda sobrevivem e não é possível conceber que não se dê atenção a estes raros exemplares. A construção além de antiga, está em um nível bem mais elevado do que o da rua, como é possível conferir em algumas imagens que seguem.

As fotografias abaixo e a sugestão de pauta foram enviadas pelo arquiteto paulistano Fernando Luis de Oliveira Costa, leitor do blog São Paulo Antiga. Se você tem fotos de algum imóvel antigo, faça como ele e envie sua colaboração!

Confira as imagens (clique na miniatura para ampliar):
Crédito – Fernando Luis de Oliveira Costa

ATUALIZAÇÃO: 19/02/2018

Fomos informados por leitores e pelo subprefeito da Sé que um dos imóveis geminados da rua Genebra desabou no início de janeiro último.

Abaixo algumas imagens cedidas que mostram o ocorrido.

clique na foto para ampliar

É realmente importante que imóveis antigos, sejam mantido preservado e em boas condições estruturais, pois o que aconteceu neste caso mostra as consequências de não se atentar as estruturas básicas de uma residência.

Da noite pro dia a história virou escombros.

Conheça outro imóvel catalogado nesta mesma rua:

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Daniel 14/10/2010 at 22:13

    o problema do cidadão de bem deixar um espaço desse abandonado é que acaba facilitando a intervenção de vagabundos para transformar essas construções antigas em antros, o que acaba até inviabilizando que se aprecie a arquitetura da época (tanto pela descaracterização promovida por pichadores e outros vândalos que saiam quebrando tudo quanto por medo de ser vítima de violência)… e depois se quiserem viabilizar a ocupação do local por gente de bem novamente se gasta uma dinheirama com segurança…

    Reply
  • Fernando L. Costa 15/10/2010 at 08:22

    Parabéns ao ‘São Paulo Antiga’ e ao Douglas por disponibilizar aos cidadãos essa ferramenta, que é uma forma de nos mobilizarmos em torno daquilo que nos incomoda. Quem sabe, se chamarmos a atenção de muitos conseguiremos um mínimo de resultado.
    Já há algum tempo que eu observava esse casario da Rua Genebra e até tentei fazer algo sozinho (http://www.youtube.com/watch?v=FQmbkHT2pOU), mas acredito muito mais na máxima que diz “A União Faz a Força” !!
    Abraço a todos e vamos continuar nessa luta !

    Reply
    • Jefferson Eduardo 01/03/2013 at 13:03

      Parabéns por seu empenho, sr. Fernando. Às vezes ando por lá, e lembra-me ter visto uma pessoa descendo as escadas em 2001. Talvez fosse invasão, como talvez o seja hoje, pois o portão está pintado e trancado.

      Reply
      • Jairo de Magalhaes Paz 21/02/2018 at 18:08

        Nao leve a mal!
        Antes de tirar suas conclusões, pesquise antes ao menos se informe.
        Não há lá nenhum imovel invadido.
        O imovel q desabou ja havia sido informado ao poder publico sobre seu mal estado de conservação.
        E o mesmo se omitiu completamente a respeito.

        Reply
  • Cybelle de Lima 14/04/2013 at 01:47

    Entre os mencionados casarões da Rua Genebra – o de nº 256 e os “geminados” -provavelmente do final do século 19 e começo do 20,mas do outro lado da rua existe um edifício, o Genebra, que é muito interessante, com suas varandas arredondadas, e que ocupa todo terreno, como era permitido anos atrás.
    Assim, na mesma rua, na área central da cidade observa-se várias concepções de cidade, diferentes idéias e expectativas que se sobrepõem.

    Reply
  • Elvis 30/06/2013 at 13:24

    só não entendi as intervenções que descaracterizem a originalidade. as casas mantem seus aspectos originais. não ha nenhuma invasão no local, nenhum “vagabundo” como colocado acima. os grafites foram autorizados.
    qualquer duvida, podem entrar em contato.

    Reply
  • Conrado /ecassi 09/05/2014 at 23:15

    Eu somente gostaria de entender o que significa “gente de bem” para o leitor acima. Gostaria mesmo. E sem malabarismos linguísticos, a grosso modo, “na lata”.

    Reply
  • Nei Ferreira da Silva 17/05/2015 at 18:44

    Senhores, as casas não foram construídas em nível bem mais elevado, a rua era daquela altura mesmo. Acredito que para se adaptar à rua Maria Paula a rebaixaram o nível da rua. O interessante é reparar que o muro da casa da matéria “http://www.saopauloantiga.com.br/tag/casa-a-venda-na-rua-genebra/” fica no mesmo nível que as casas germinadas. E o mais interessante, fica exatamente no mesmo nível da rua Xavier de Toledo, após toda praça da Bandeira, mais de 500 metros depois.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: