A cada ano que passa vai se diminuindo muito o número de casas na região das Perdizes. Imóveis antigos, térreos ou sobrados, vão perdendo seus lugares para prédios cada vez mais altos e com cômodos cada vez mais apertados, tornando o sol nas calçadas um item cada vez mais raro e deixando construções mais baixas ainda mais à sombra.

E a rua Monte Alegre  é um exemplo disso. Se em 2011 a rua perdeu 4 belíssimos sobrados antigos geminados, demolidos por seu proprietário, agora corre o risco de perder duas das mais antigas construções da rua, um pouco mais acima das que foram abaixo, na altura do número 440.

As duas casas geminadas, térreas, aparentemente pertencem a um único dono e estão há alguns anos fechadas e emparedadas, com blocos nos lugares de portas e janelas. Mesmo assim, especialmente na casa à direita, é possível notar que trata-se de construções encantadoras que em breve podem perder seu lugar para algum novo empreendimento imobiliário.

Não é possível interromper o progresso, mas é possível progredir com respeito. E respeitar a memória da cidade é o mínimo que deveria ocorrer quando se pensa em erguer um novo imóvel no local de outro. São Paulo não deveria ter sua história apagada sem qualquer registro. Pelo menos o fotográfico fazemos por aqui, mas quantos outros locais não chegamos a tempo e deixamos de registrar ?

Além da fachada antiga outro ponto chama a atenção no caso destas duas construções. Há no fundo do terreno de ambas as casas uma considerável área verde (vide mapa no final do texto), será que é apenas mato ou temos ali algo mais que isso ? Será que podemos permitir à cidade o luxo de perder mais um pouco de sua permeabilidade ? Isso preocupa ainda mais em um bairro com Perdizes, onde o potencial construtivo já está muito além do limite.

Atualização 11/12/2012:
Fomos informados e verificamos que as duas residências foram demolidas entre os meses de outubro e novembro.

Veja mais fotos (clique na miniatura para ampliar):

Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento

Conheça a região através de nosso mapa:

Visualizar São Paulo Antiga em um mapa maior

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Evandro 11/05/2012 at 18:26

    Triste, muito triste…
    Porque não utilizam como pórtico de entrada do futuro condominio ou seja lá o que vai ser…quem sabe um lindo,maravilhoso e indispensável ESTACIONAMENTO.
    Belíssimas fachadas simples e raras vão virando pó, e o coração de quem ama e quer a presevação parece que está sendo aos poucos cimentado e esfarelando também.
    PAREM DE DEMOLIR A HISTÓRIA DE NOSSOS AVÓS E ANTEPASSADOS.
    PAREM DE TORNAR NOSSAS CIDADES MAIS FEIAS E FRIAS.
    PAREM DE TORNAR NOSSAS VIDAS MAIS CHEIAS DESSE VAZIO INTERIOR QUE DEVASTA POR DENTRO.
    PAREM DE TOMAR DE NÓS O QUE UM DIA FOI BOM E PURO…
    Me despeço com o coração despedaçado.

    Reply
  • EDUARDO 11/05/2012 at 20:01

    Já foi tudo para o chão. Muito rápido. Pelo jeito o terreno servirá para mais um prédio.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: