Desde que o Presidente Dutra proibiu o funcionamento de Cassinos no território brasileiro – logo depois da 2ª Guerra, em 1946, em nome da moral e dos bons costumes – os prédios dos antigos estabelecimentos ficaram abandonados ou se transformaram em hotéis. No estado de São Paulo, além da capital, diversas cidades (em sua maioria, no litoral), ostentaram belíssimos empreendimentos.

Cine-Teatro de Bauru

Cine-Teatro de Bauru

Construído em 1936, o Cassino Cine-Teatro de Bauru foi inaugurado por Getúlio Vargas e permanece conservado, tendo virado um misto de asilo e colônia, nos dias atuais. Com o advento de sites onde é possível jogar quase todas as especialidades que uma casa deste tipo oferecia anteriormente e em qualquer lugar, através de dispositivos móveis como tablets e smartphones, prédios deste tipo trazem ainda mais nostalgia.

A ladeira de São João, um esboço do que atualmente é a avenida de mesmo nome, abrigou o Cassino Paulista, estabelecimento onde funcionava um café-concerto, muito badalado entre a juventude local, de então. Havia shows de artistas populares, exposições de artes plásticas e números de dança – o Can Can francês fazia muito sucesso – entre o consumo de diversas bebidas.

Cassino Paulista, na antiga Ladeira de São João (atual Avenida São João)

O nome “Cassino”, na ocasião, era sinônimo de lugar de diversão, não necessariamente atrelado ao jogo, em si. O prédio foi demolido após um grande incêndio, juntamente com o Bijou Café e o Bijou Theatre, em 1914. Em seu lugar foi erguido o prédio do Cinema Central que depois virou a Delegacia Fiscal.

A Meca da diversão paulista

O grande “point” da diversão, porém, floresceu na baixada santista. Em Santos foi erguido um dos Cassinos mais prestigiados e luxuosos do estado: o Monte Serrat. Com majestosos salões onde a fina flor da sociedade ia gastar fortunas, utilizando-se das belas fichas de madrepérola do estabelecimento, ele foi inaugurado em 1927, com muita pompa e glamour.

Bacará, Black Jack, Roleta e o popular Carteado encantavam personalidades, empresários, políticos e a alta sociedade, não apenas do Brasil como da América Latina. Belíssimos espetáculos foram apresentados no local, com a participação, inclusive, de estrangeiros que vinham ao Brasil apenas para estes shows.

Antes da proibição do jogo no país, segundo historiadores, havia 70 Cassinos funcionando dentro da legalidade, com quase 60 mil funcionários diretos e indiretos. Além do Monte Serrat, também funcionavam em Santos: o Miramar, o Atlântico, o Coliseu e o Parque Balneários. Em São Vicente, o da Ilha Porchat e no Guarujá, o Grande Hotel La Plage.

Monte Serrat, vista interna (clique na foto para ampliar)

Monte Serrat, vista interna (clique na foto para ampliar)

Após a proibição, a totalidade dos turistas que costumavam vir ao país, ou mesmo saiam de suas cidades para conhecer a região, se divertindo com as praias e com os jogos, espetáculos e todo o entretenimento que era oferecido aos visitantes, rumou aos países vizinhos, onde eles continuam a funcionar, sem problema algum. Hoje em dia, é ainda mais comum viajar para Las Vegas, onde o jogo é a atração principal da localidade.

Monte Serrat antes da proibição dos cassinos

Em 1998, os grandes salões onde as mesas de jogos habitavam no Monte Serrat foram restaurados e transformados em um local para eventos, com um belo café aos visitantes que quiserem conhecer o passado glamoroso do prédio, com direito a uma réplica perfeita do balcão gigante do antigo Cassino.

Ainda há diversos projetos para utilizar o velho Cassino santista. Restaurantes, bares, e um local para exposições já estão sendo planejados. Vale lembrar que apenas o Brasil, a Bolívia e a Guiana não permitem a existência de Cassinos na América do Sul, na atualidade.

About the author

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Paulo da Silva 11/10/2014 at 22:07

    Pelo que se vê, foram tempos gloriosos principalmente para o turismo, movimentando assim, esse setor da economia no país.

    Reply
  • Ezã Magda Mendes Cardozo silva 12/10/2014 at 01:08

    Douglas, bem que você poderia fazer um passeio para conhecermos estes cassinos. Eu gostaria de participar.
    Adorei a matéria.

    Reply
  • Rodolpho Neto 13/10/2014 at 21:54

    Como Bom Apreciador de Poker rsrs Gostaria de Viver ans épocas Glamurosas de São Paulo Muito bom mesmo

    Reply
  • danielpardo2015 03/03/2015 at 23:25

    Hoje não temos mais cassinos por uma simples razão: As loterias da Caixa Econômica detestariam a concorrência. 😉 😉 😉 😉

    Reply
  • Jornalista do Brasilcasinos.com.br 21/04/2018 at 23:10

    Com a legalização dos jogos de cassino aqui no Brasil todos esses edifícios poderiam ser reaproveitados para essa finalidade e deixariam de ser ruínas. Sem falar no grande número de turistas que seriam atraídos por esse universo de estabelecimentos antigos que outrora foram cassinos voltando novamente a abrigar essa função tão divertida e nobre. Uma boa finalidade para dar a esses espaços abandonados.

    Reply

Comunicado importante aos leitores e leitoras do São Paulo Antiga

Neste momento estou enfrentando um período de muitas dificuldades para manter o site no ar, com a possível saída de nosso patrocinador institucional.

 

Preciso da sua colaboração para que o site não encerre suas atividades em 1 de julho de 2018.

 

Faça uma doação ou assinatura mensal no site São Paulo Antiga, através da plataforma APOIA.SE

 

Desde já muito agradecido,

Douglas Nascimento, autor e editor