Em um país que faltam escolas e que estudantes ainda frequentam as aulas em deploráveis escolas de lata, é no mínimo dificil de aceitar um prédio do porte deste que já abrigou e ainda pode abrigar uma escola encontrar-se fechado, largado.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Localizado na rua Vieira de Almeida, 588, esquina com a avenida Nazaré, no Ipiranga, este local, que já foi uma escola particular até alguns anos atrás encontra-se em estado de abandono, com pichações nas paredes e muros, lixo em suas portas e ferrugem em esquadrias e grades. Não foi possível apurar as razões que levaram esta escola a encerrar suas atividades, mas um imóvel como este poderia rapidamente ser recuperado pelo poder público ou pela iniciativa privada e transformar-se em outra instituição de ensino.

Pelo mapa no final do artigo é possível observar as dimensões da escola.

Veja outras fotos desta escola:
Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Evandro Carlos 09/01/2010 at 18:48

    Gastam-se milhões de reais na construção de escolas e hospitais enquanto que muitos muitos prédios abandonados são simplesmente esquecidos. É dinheiro sendo jogado fora. Constroem, usam por um tempo, abandonam, constroem novamente em outro lugar, usam por um tempo e …
    É a prova do descaso e incopetência muitas pessoas que deveriam zelar por estas construções.

    Reply
  • Roberto 13/01/2010 at 22:09

    Moro na região do Ipiranga esse prédio é onde ficava o Colégio Fenix.

    Parabéns pelo site realmente é mto bom poder ver as pérolas da Arquitetura de São Paulo que deveriam ser mantidas e restauradas.

    Reply
  • Luiz Carlos Hummel Manzione 23/02/2010 at 19:45

    O Brasil precisa de uma desgraça de proporções bíblicas. Uma tragédia que durasse ao menos uns 15 anos como foi a “revolução cultural na China” ou o regime de “Pol Pot no Cambodja”. Depois disso e do grande atraso que adviria pode ser que a nação criasse um carater e surgisse algo de positivo. Enfim : destruir tudo para reconstruir o novo.

    Reply
    • Daniel 30/04/2010 at 23:42

      o brasil teve a época em que os 3 poderes eram marinha, exército e aeronáutica, o que alguns consideram uma tragédia, mas mesmo assim o povo não aprendeu a cuidar e dar valor ao que tem…

      Reply
  • Diogo 16/05/2010 at 16:35

    Quase me saltaram lágrimas dos olhos!
    Adoro lugares abandonados(referência a Silent Hill e também a Urban Decay). E adoraria fotografar o interior deste colégio!
    Ótimas fotos!!!
    E, gostei muito da forma como fotografou as pixações e o graffiti!

    ^_____________________________^

    Reply
    • laudir 18/10/2012 at 16:30

      ola boa tarde meu amigo se voce quiser um dia te levo para ver o interior deste colegio pois dali fiz parte por 5 anos da minha vida fui um dos internos ali
      quem sabe alguem se manifeste e e resolva a cuidar do passado pois ali existiu vida e crianças hoje sao pais e tem filhos conte comigo amigo

      Reply
      • ALVARO BRANDÃO 19/02/2014 at 16:23

        oi Laudir boa tarde: em 1954 fui um dos internos da Instituição Casa da Infância do Menino Jesus gostaria de trocar ideias com vc a respeito. Estou escrevendo um livro e preciso de alguma ajuda.
        albconfi@uol.combr (11) 2283-5777 2283-3466 grato Alvaro

        Reply
        • Marcos Silva 14/06/2014 at 10:15

          Eu morei ai em 55-64. Infelizmente, eu não tenho boas lembranças de minha residência lá desde que eu realmente queria estar em casa com minha mãe. Eu não conhecia o meu pai na época. Gostaria muito de ouvir de alguém que também ter vivido aqui durante esse tempo. Pode me escrever em hiosilva@netzero.com

          Reply
      • Marcos Silva 13/01/2015 at 09:34

        Por favor visita o Facebook que eu fiz para os internos de este Orfanato aqui: https://www.facebook.com/groups/1535252773423586/

        Reply
  • Babi 05/07/2010 at 23:03

    Fiz curso de enfermagem neste colégio (Fenix), que mudou e agora situa- se em frente ao metro Sacomã…

    Reply
  • Erica 21/07/2010 at 14:14

    Muitos imóveis do Ipiranga são dos padres. Quem é de lá, sabe o poder que eles tem no bairro, muitas coisas pertencem a eles.

    Este prédio, no caso, também pertence aos padres e, em 2008, esta região foi tombada pela prefeitura, virou patrimônio histórico no mesmo momento em que o terreno estava em processo de venda, o que não aconteceu pois imóvel tombado é sempre complicado para mexer e reformar…

    Reply
    • José Carlos Vaz 20/11/2010 at 19:50

      Foi usado como orfanato ou creche durante muito tempo. Nos anos 70, nesse prédio funcionava a “Casa da Infância do Menino Jesus”, da Liga das Senhoras Católicas.

      A informação de que pertence “ao padres” não deve ser procedente. Creio que esse imóvel pertença à Fundação Nossa Senhora Auxiliadora, uma entidade filantrópica que tem vários trabalhos e imóveis no bairro e, apesar do nome, não é ligada à Igreja Católica.

      Reply
      • Tadeu 09/12/2010 at 22:09

        cê que pensa rapaz!!!!!!eu cresci lá e sofri muito nas mãos dawueles padres e freiras!lá é dospadres e seminaristas do outro lado da rua,lá e tambêm outros lugares como o Educandarios e demais!essa liga das senhoras católicas é um lixo!!!me ensinavam a biblia tudo essado ainda bem que lí e aprendí a verdade,na qual me libertou de todas as mentiras!
        maus momentos que me trazem sequelas!
        mas ainda amo a todos os colegas que fazem ecos em minha mente!

        Reply
        • francisco 16/12/2014 at 15:48

          Eu passei por lá também. Apoio os seus comentários. Você foi até ameno

          Reply
    • BASILIO 28/02/2012 at 14:31

      Erica esse prédio nunca foi de padres, antes de ser um colégio, pertenceu a freiras, não me recordo a congregação, lembro que debaixo do véu da cabeça elas tinham um taquinho de madeira. Era um orfanato, chamava-se Casa da Infancia do Menino Jesus antes das freiras virem para este local, residiam na Freguesia do Ó. Hoje o prédio da Freguesia do Ó abriga o Seminário de Filosofia Santo Cura d’Ars.

      Reply
      • ALVARO BRANDÃO 19/02/2014 at 16:27

        Basilio: gostaria de fazer contato com vc pois estive internado na Casa da Infância do Menino Jesus nas unidades da Freguesia do Ó e também do Ipiranga.
        entre em contato comigo: albconfi@uol.com.br (11) 2283-5777 ou 2283-3466
        Alvaro

        Reply
  • Karin Peixoto 22/11/2010 at 18:47

    Poderia então ser ao menos uma instituição de educação voltada a comunidade mais carente, tipo um cursinho pre vestibular para quem não pode pagar um ou um centro de especialização para trabalhadores, tipo a universidade do trabalhador UNIT aqui de Sorocaba.

    Reply
    • laudir 18/10/2012 at 16:36

      ola meu amigo
      seu depoimento e tao tocante que na verdade para que mais faculdade se os que estao estudando so querem baderna deberem e se drogarem .
      tinha que fazer ali um orfanato para crianças sem paes e maes pois ali eu sai e sou o que sou hoje homem e nao drogado nem filinho de papai muita gente aqui so criticam façam algo para melhorar e nao ficar na duvida do que é ou era isto nao vem ao caso hoje o agora e tudo pois esta ai caindo aos pedaços e voces discutindo

      Reply
  • Henrique Alfonso 12/04/2011 at 17:01

    Até os anos 70, este prédio abrigou um internato e também recebia alunos externos como Colégio Alexandre de Gusmão.

    Reply
  • Pardo 13/04/2014 at 01:05

    Os links das fotos estão com defeito.

    Reply
  • tomas 01/06/2014 at 10:51

    eu estudei na ETE GV e fazia educação fisica lá….nem dá mais pra ver a quadra, em 1993, era cursinho pre vestibular e tinha tb enfermagem…triste ver seu fim..

    Reply
    • andré louis 02/06/2014 at 09:49

      você estava no orfanato em 1993

      Reply
      • Nativo Alabama 27/06/2014 at 19:05

        Otimo ver gente dessa época… Bons tempos…

        Reply
  • Meire Araujo Dutra 29/06/2014 at 13:01

    Nossa é uma lastima ver o prédio desse jeito, há 14 anos atrás eu me formava como auxiliar de enfermagem nesse prédio que foi o colégio fênix…muito triste!

    Reply
  • Alexandre 11/11/2014 at 14:56

    Estudei na EESPG Seminário Nossa Senhora da Glória nas décadas de 80 e 90. Muitas das crianças instaladas na Casa da Infância estudavam lá. Quase sempre apresentavam problemas de disciplina, mas agora consigo entender o inferno que devia ser a vida daquelas crianças. Torço para que elas estejam bem, que tenham conseguido prosseguir na vida em melhor situação do que aquela na época.

    Reply
    • Claudinei 26/11/2014 at 16:09

      Oi Alexandre.

      Lágrimas nos meus olhos… Não de tristeza, mas de saudades deste colégio, na minha época “Casa da Infância do Menino Jesus”.
      Não sabia que era tão antigo assim!
      Li comentários aqui de internos da década de 1950 !!!
      Fique internado lá de 1972 até 1979.
      Só éramos eu e minha mãe. Não tinha com quem me deixar…
      A maioria dos finais de semana ela vinha me buscar para ficar com ela.

      Lembro-me da Irmã Brasil, da Irmã Terezinha…
      Da Irmã da Enfermaria, que na época já devia ter quase 80 anos …
      Do Prof. Paulo, de Educação Física …
      Das cuidadoras Cida Brita e Amarilda…
      Do funcionário “Faz-Tudo”… o Tino.
      De colegas como o Claudinei (meu homônimo), o André e do Ivan…
      Também de um colega surdo-mudo, o Douglas…
      Doutro que sempre estava doente, magrinho… o Geraldo. Faleceu, acho que em 1976 ou 1977.

      Tenho boas lembranças de lá.

      Adorava “pilotar” o carrinho da cozinha, que servia para transportar os pratos e os panelões de comida para os refeitórios.
      Lembro que as crianças eram separadas por faixa etária em grupos que tinham nomes de santos: São José, São Paulo, São Pedro.
      Aprendi a andar de bicicleta lá, num bicicleta branca com os pneus murchos…
      Lembro-me que o aprendizado da letras do alfabeto era feito com placas de madeira fina com as letras coladas num material tal qual lixa…
      A professora pegava nos dedinhos das crianças ajudando-as a traçar a grafia das letras com a ponta do dedo indicador …
      Quer maneira melhor de ensinar uma criança aprender as letras e a escrever: VISÃO + MOVIMENTO + TATO !
      Isso é feito hoje em dia ?!? Realmente não sei …
      Falando em professora lembro-me da Prof. Valéria…
      Linda! De cabelos negros e com olhos verdes “Uva Itália” …
      Era “apaixonado” por ela… Deve ter quase 70 anos hoje.

      Lavávamos nossos próprios calçados (congas, kichutes … rssss)
      Lixávamos as nossas camas, acho que a cada 6 meses…
      TODOS os Domingos éramos levados para assistir à missa logo ali na Igreja doutro lado da Av. Nazaré…

      A festa junina era O EVENTO do Ano !
      E o Cachorro Quente (para mim) era A IGUARIA !

      Na esquina tinha a famosa concessionária “Firenze” da Fiat…

      Não me lembro de maus tratos ou indisciplina contumaz dos internos.

      Acho que grande parte do homem que sou hoje devo a estes 7 anos em que estive na “Casa da Infância do Menino Jesus” !

      Claudinei

      Reply
      • Roberto Oliveira 31/12/2014 at 10:47

        Claudinei bom dia:

        também tenho boas lembranças de lá , dormia em um pavilhão com cerca de 40 meninos da mesma idade que a minha , me lembro de nossa rotina diária , acordava arrumava minha cama , descia para o refeitório , tomava leite com cafe numa canequinha de alumínio com pão… , em frente do refeitório não sei se vc lembra , pegávamos tipo um avental e já entrava na sala de aula , terminando a aula , já voltava para o refeitório novamente para almoçar , ai no período da tarde tínhamos sempre uma tarefa , lazer , estudo , etc…..me lembro também de quando algum moleque fazia alguma arte , ficávamos com medo de dizer quem era … bom ai formávamos uma fila e todo mundo levava umas três ou mais tamancadas na palma da mão , era só choro , me lembro também que pequei caxumba e fui para enfermaria lá na rampa da frente.
        as freiras eram bem rigorosas e tudo bem organizado, concordo também com vc , embora foi triste ficar longe de minha mãe pois meu pai morreu quando eu tinha 3 anos de idade , mas aprendi muito em 3 anos que passei lá de 76-78.

        abraço

        Reply
      • Luiz Sergio Nunes 06/06/2017 at 20:45

        Boa noite, esse menino que você menciona que ficava doente magrinho, era eu mesmo, eu sou dessa época, eu , ficava com asma ( Bronquite ) a Madre Marcia me levava para fazer inalação no hospital do Ipiranga, vç se lembra? FORTE ABRAÇO .

        Reply
      • Luiz Sergio Nunes 06/06/2017 at 20:50

        Estou no Grupo da Casa da Infância (facebook lá tem as minhas fotos da Casa da Infância, quem sabe se você lembra de mim. ABRAÇO!

        Reply
  • Fernando Marzagão Cassaguera 21/04/2015 at 11:58

    Estudei ai quando era a Casa da Infância do Menino Jesus e administrado pela Liga das Senhoras Católicas.

    Reply
  • Maria Gabriel 02/10/2015 at 08:05

    Estou procurando documentos de um interno, que ficou na casa da Infância de 1967 a 1973 e depois foi transferido para o EDD, mas infelizmente ningém sabe informar onde estão estes arquivos. Alguém sabe me informar onde encontrar?? obrigada,

    Reply
    • Marcos Silva 02/10/2015 at 10:18

      Eu também gostaria de saber a resposta a esta pergunta como eu estava internado la de 55 a 63. Talvez você possa fazer a pergunta neste grupo Facebook.

      https://www.facebook.com/groups/CasadaInfanciadoMeninoJesus/

      Reply
    • Paulo Sergio 05/01/2016 at 16:23

      Todos os internos tem uma pasta com todos docs e processos!!! hoje no momento este documentos estão do Educandario Dom Duarte. Como Nome Completo e o periodo que ele ficou é possivel localizar !!!!

      Reply
      • Marcos Silva 05/01/2016 at 17:41

        Isso é verdade? Se assim for, esta é uma grande notícia para aqueles de nós que gostaria de ver os nossos registos. Todo mundo achava que eles estavam perdidos. Vou postar isso em nossa página no Facebook Group. Muito obrigado! https://www.facebook.com/groups/CasadaInfanciadoMeninoJesus/

        Reply
    • LUIZ SERGIO NUNES. 02/05/2018 at 21:41

      MARIA GABRIEL, EU , SOU O LUIZ SERGIO NUNES, TENHO AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS PARA RETIRAR O PRONTUÁRIO DE EX ALUNOS, DA CASA DA INFÂNCIA E DO EDUCANDÁRIO DOM DUARTE, A/C SR LUIZ TEODÓSIO FUNCIONÁRIO DO EDUCA FONE 011 – 3017 – 0606 . HORÁRIO COML . BOA SORTE E FORTE ABRAÇO .

      Reply
    • LUIZ SERGIO NUNES. 02/05/2018 at 21:42

      correção do meu e-mail .

      Reply
  • cristiano rodrigues felix 06/01/2016 at 08:58

    tenho muitas saudades do meu tempo de infancia que eu passei nesta casa maravilhosa em que vivenciei momentos inesqueciveis ; saudades das irmas dolores e irma blanca etc

    Reply
  • Rodrigo Marques 29/05/2017 at 22:07

    Só lembrando que o resto da construção foi posta ao chão, com construção programada de novo condomínio.

    Reply
  • Marcelus 21/09/2018 at 21:52

    Antes de ser o Colégio Fenix acredito que o local foi um internato de crianças abandonadas. Eu estudava na década de 1980 na E.T.E Gelulio Vargas e fazia o caminho onde passava sempre em frente de um portão preto e havia crianças brincando ali. E um dia um deles no portão disse aos amiguinhos que eu era o irmão dele. Desde esse dia eu passava todas as vezes ali no portão para dizer um oi ao meu irmaõzinho ( ótima lembrança ).

    Reply
  • Marcelus 21/09/2018 at 22:06

    Na década de 1980 eu estudava na ETE Getulio Vargas e era meu caminho passar em frente de um portão preto onde dentro, brincavam varias crianças e em um dia destes uma das crianças veio correndo até o portão dizendo aos amiguinhos que eu era o irmão dele, e apartir deste dia passei muitas vezes para dar um oi ao meu novo irmãozinho ( otima lembrança )

    Reply
%d blogueiros gostam disto: