Se tem um estabelecimento comercial que é a cara de São Paulo é a padaria. Não há paulistano que não frequente uma e elas são não apenas o local onde compramos o nosso pão de cada dia como também um ótimo local para sentar e tomar um café, ler um jornal ou encontrar com amigos.

As panificadoras são um símbolo da colônia portuguesa pois boa parte delas estão na mãos de imigrantes lusitanos ou seus descendentes. Mas há também aquelas que pertencem ou já pertenceram a membros de outras colônias estrangeiras, como esta que falaremos a seguir:

clique na foto para ampliar

Por décadas reconhecida como uma das importantes padarias e confeitarias de São Caetano do Sul a Brasil ficava localizada na esquina das Ruas Amazonas e Maranhão no centro da cidade.

Inaugurada em 1945, a Padaria e Confeitaria Brasil foi criada pelo imigrante espanhol Domingos Domingues Garcia. A Brasil foi referência não somente no tradicional pão francês como em outros produtos como doces e confeitos, além de ser conhecida por fornecer produtos para festas e casamentos por toda São Caetano.

A casa também oferecia serviço completo de café e muitos outros produtos de gênero alimentício como conservas e biscoitos. Era conhecida também por oferecer fornada de pães no primeiro horário de funcionamento às 05:00 da manhã.

Vista interna da confeitaria

A padaria infelizmente não existe mais. O imóvel onde ela se localizava existe até hoje e no local funciona uma loja de roupas, felizmente ao menos o armazém está preservado e não foi sequer descaracterizado e muito menos demolido.

A fotografia abaixo, extraída do Google Street View, mostra a esquina das ruas Amazonas e Maranhão atualmente:

Sabe mais informações sobre a padaria ? Quando fechou, fotos mais recentes ou mesmo dados sobre o Domingos Barcia ? Entre em contato conosco.

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP).

Deixe um comentário!

Comments

  • Ayr 16/08/2019 at 19:36

    Muito bom

    Reply
  • andre santana 17/08/2019 at 18:18

    É muita saudade e nostalgia…Vivia-se muito melhor do que hoje!!!Parabéns pela reportagem!!!

    Reply
  • Carlos Antonio Lopes 17/08/2019 at 20:17

    Ficava perto da primeira loja das Casas Bahia!Tinha um tio na R.Antonio Bento e descíamos do trem e caminhávamos pela rua Amazonas, os portões da Anderson Clayton, o galpão onde surgiu o Brasimca, etc…

    Reply
  • Luiz Henrique 19/08/2019 at 10:38

    Adoro padarias!

    Reply
    • Agostinho Gentini 22/08/2019 at 16:59

      Adoro pão… rsrsrs

      Reply
  • Emerson de Faria 19/08/2019 at 17:49

    As padocas de raiz mesmo, daquelas que exalam o inebriante aroma café moído na hora e onde se comprava uma bengala para o café, são um tipo de comércio caminham a passos largos rumo à extinção, o que mais se tem hoje são padarias gourmetizadas, mas sem o charme e a rusticidade de outrora. O mundo está cada vez mais chato.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: