Principal avenida da Mooca, a Paes de Barros é uma via repleta de construções interessantes para se observar. Desde casas elegantes da primeira metade do século 20 – muitas delas transformadas em agências bancárias ou lojas – a prédios erguidos entre os anos 1960 e 1980, com ampla metragem e pé direito alto.

Outra coisa que agrada muito na Paes de Barros são os pequenos edifícios antigos. São vários deles, geralmente construído por empreendedores individuais ou pequenas construtoras, bancados por pessoas que visavam erguer estes edifícios para viver de renda, ou mesmo para venda.

É o caso, por exemplo, do simpático edifício São Raphael (construído em 1959) e que ostenta o encantador mural de São Paulo abaixo:

Não muito distante deste, no número 1740, existe um outro edifício pequeno, igualmente antigo, que também chama muito atenção não só pelo tamanho diminuto mas também pelas suas linhas arquitetônicas:

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Os traços sóbrios e a arquitetura relativamente simplória não serviram para deixar o pequeno edifício de três andares feio ou sisudo, pelo contrário suas linhas fazem com que o ˝predinho˝  seja um dos mais charmosos de toda a avenida.

Dá até para dizer que o imóvel tem a cara da Mooca, com um ar bem mais residencial e familiar que muitos outros prédios que encontramos por lá.

Foto: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

No térreo, o muro baixo com seu gradil ainda original mostra a simplicidade de décadas atrás. Se fotografado em close como a foto anterior, dá até a impressão de ser apenas uma casa e não um edifício.

A longevidade do prédio não deteriorou a fachada em nenhum ponto, mostrando que o(os) proprietário(s) não largaram mão da conservação. É possível observar que não apenas o gradil e mureta estão preservados, como também todas as janelas e venezianas, que ainda são as originais em madeira.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Nos andares superiores chama a atenção a sacada ampla e bem arejada, todas elas decoradas com o mesmo padrão de balaústres de cimento. Os vasos de plantas nos beirais juntamente com a bandeira nacional, dão ao prédio um ar ainda mais gracioso.

Por fim, completa-se ao edifício o piso tradicional de caquinhos vermelhos na entrada lateral.

Muitos destes imóveis eram construídos em bairros como Brás, Belenzinho e Mooca por imigrantes portugueses e espanhóis e serviam como renda complementar, através do recebimento de aluguéis.

Veja mais fotos:

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Seu bairro tem algum pequeno prédio como este aqui ? Mande o endereço para nós aqui nos comentários.

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • poisonivy1802 02/08/2016 at 23:06

    De fato a região da Mooca é repleta desses predinhos charmosos.
    Gostaria de morar num deles, esse do post é um amor, fico muito feliz em ver que está tão bem cuidado!

    Reply
  • Vinicius Campoi 11/08/2016 at 12:32

    Na mesma calçada, um pouco mais adiante no sentido bairro, tem um predinho pastilhado de linhas modernistas bem interessante. Vale a pena registrar!

    Reply
  • Alexandre Fontana 16/08/2016 at 13:16

    Uma das avenidas mais bonitas da cidade.

    Reply
  • danielpardo2015 20/08/2016 at 20:51

    Esse eu conheço, vira e mexe passo em frente.

    Reply