Muito antes dos shopping centers aparecerem em São Paulo, uma outra modalidade de estabelecimento comercial já fazia sucesso nas ruas de nossa cidade: As galerias.

Bastante conhecidas na região central e também na rua Augusta, as galerias abrigavam o comércio de uma forma mais amigável que os shoppings atuais. Ao invés de um bloco fechado e isolado, as galerias geralmente eram abertas e davam diretamente às ruas, sendo fechadas com portões somente à noite.

 

clique na foto para ampliar

Muitas delas combinavam o espaço das lojas com agradáveis boulevares, onde o ar condicionado dava lugar a uma ventilação natural. Eram ambientes muito mais agradáveis e humanos.

O imóvel da foto acima e das fotos que virão a seguir é um exemplar do que foi uma galeria de rua da região do Tatuapé. Localizado na avenida Celso Garcia, o local foi por muitos anos um ponto de encontro de pessoas que iam até a galeria para fazer compras, ver as novidades ou simplesmente para passear, a Galeria Sarty.

O passeio era ainda mais agradável para a criançada, uma vez que em frente a galeria existia o antigo Cine São Jorge, um dos grandes cinemas da zona leste de São Paulo. Outros, saiam do Corinthians – localizado apenas alguns quarteirões dali – e após um dia agradável nas piscinas do clube iam gastar seus cruzeiros na galeria.

No local, também era possível fazer anúncios em jornais, nos famosos balcões de anúncios, numa época em que não havia internet e para anunciar era preciso se dirigir até um destes estabelecimentos. Na fachada até hoje existe um resquício da publicidade do jornal Diário Popular, que tal qual esta galeria, também não existe mais.

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Um certo dia, porém, a prefeitura implantou mudanças no trânsito da região e impediu que carros transitassem na avenida Celso Garcia no sentido centro, foi o primeiro golpe no comércio local. Depois, viria o segundo golpe na região com o encerramento das atividades do Cine São Jorge que transformou-se em uma grande loja de calçados. A mudança constante nos pontos de ônibus da avenida e a dificuldade de estacionar os carros nas redondezas fizeram com que a decadência logo chegasse com força ao local.

Algum tempo depois, em meados da década de 1980,  esta galeria fecharia suas portas deixando para trás sua contribuição ao desenvolvimento da região. Desde então o imóvel está à venda.

O fim desta galeria e a decadência do entorno é um nítido exemplo de como políticas equivocadas do poder público podem destruir uma região e seu comércio. Quem sabe um dia não veremos o comércio de rua florescer novamente e a Galeria Sarty reabrir ?

Confira outras fotos desta galeria (clique para ampliar):

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • ILDA OLIVEIRA 14/01/2010 at 10:34

    Realmente, a Av. Celso Garcia, foi esquecida pelo Poder Público. O fato de ter se tornado um corredor de ônibus, a degradou e nenhum investimento foi feito para que, pelo menos, se tornasse agradável transitar por ela. Me lembro antigamente, quando chegava próximo ao Natal e as lojas ficavam abertas à noite, era muito gostoso circular por ali, em busca de enfeites para a Árvore de Natal e Presépio ou mesmo calçados, pois o comércio era variado.Tal coméricio iniciava, logo após o término da Av. Rangel Pestana e se estendia até o Belém e Tatuapé. Hoje, só sobraram casarões, que viraram pensões, cortiços, lojas fechadas, prédios caindo, nas suas estreitas calçadas imundas e amontoadas de Camelôs. Gostaria de saber o que pensam alguns urbanistas quando trafegam por esses lugares abandonados??? Por que decisões erradas de reurbanização insistem em piorar ainda mais a nossa cidade? Onde estão as cabeças pensantes desta cidade?
    Dizer que não há recursos, é pura mentira, pois para a reurbanização da Rua do Gazômetro, houve dinheiro, houve projeto, mas nunca saiu do papel. Cadê o dinheiro?
    Cadê as empresas para fazerem parcerias? Por que outras cidades conseguem mais facilmente esses parceiros? A impressão que dá é que esta cidade não se mexe pra nada. Enrra década, sai década e alguns bairros continuam os mesmos, isso porque estão encostados no Centro da cidade.E por aí vai,…. è a mesma coisa coma a Nova Luz. Como reurbanizar, trazendo imóveis de baixíssima renda para o local? Só vai degradar ainda mais. Por isso que até hoje, quase nada foi feito.A cracolândia continua lá e fica no “jogo de empurra”. Ninguém quer saber. Cada Setor, diz que não pode fazer nada. Então, esperamos sentados que aquele lugar um dia vai melhorar o visua. Nem daqui a duzentos anos.

    Reply
  • Valney 21/01/2010 at 15:16

    Galeria Sarty. Local bonito e agradável de uma época distante da cacofonia dos dias atuais.

    Reply
  • Edinho 08/02/2011 at 09:18

    Tenho 35anos,nascido e criado no Lgo S.jose do maranhão,Tatuapé.A galeria da “Sarty” trouxe saudades da infância e da turma de amigos,que secretamente invadia o predio e aprontavamos muito, com quem passava na rua. Era o clube da mulekada!Bons Tempos aqueles,meados de 1987.Eu não fazia ideia dessa historia e fiquei feliz em conhecer.Moro no Cangaiba, a 17 anos e sinto tristeza em ver o comercio daquela região desaparecendo dia-a-dia,na av. Celso Garcia.

    Reply
  • LUIZ PEDROSA 24/02/2014 at 04:51

    em 1973 ,eu estudei lá na sarty,fiz um curso supletivo na época com o diretor da época ANTONIO CARLOS,um cara muito bom,que dava atenção aos alunos,legal mesmo,depois que saí nunca mais encontrei ninguém que conheci lá,mas tenho muitas saudades,pois realmente lá era um pequeno shopping,curti muito pois quando tínhamos aulas vagas,nos divertíamos bastante,enfim so sobraram recordações em que jovens precisavam de tão pouco pra serem felizes,bons tempos aqueles hoje lamento não ter mais minha prima cida,pois DEUS levou a pra viver no céu.,mas sinto saudades desse tempo.

    Reply
  • KARINA E ANDRÉ 28/03/2014 at 12:14

    MORO EM FRENTE A ESTE IMÓVEL, GOSTO MUITO DE MORAR NA REGIÃO POIS TEM ACESSO A MUITAS REGIÕES DE SP E ISSO JÁ FAZ QUASE 10 ANOS. SEMPRE OUVI QUE EXISTE UM PROJETO PARA A REVITALIZAÇÃO DA CELSO GARCIA MAS QUE NUNCA SAIU DO PAPEL … O QUE NÓS MORADORES PODEMOS FAZER ? SOMENTE RECLAMAR E PEDIR MUITO PARA QUE ESTE PROJETO SAIA DO PAPEL … UMA REGIÃO QUE JÁ FOI TÃO FAMOSA, HJ TEMOS QUE CONVIVER COM A VIOLÊNCIA ( ESTE MÊS PASSADO UMA PESSOA FOI ASSASSINADA NA RUA TRIUNFO) COM DROGADOS E MORADORES DE RUA QUE SEM APOIO DO GOVERNO NOS TRANSMITEM INSEGURANÇA, AS CALÇADAS MAL CONSERVADAS E MUITO CHEIRO DE URINA E MUITA SUJEIRA, VC NÃO PODE CAMINHAR COM AS CRIANÇAS POIS VIROU UM CORREDOR DE ÔNIBUS E OS MESMOS PASSAM A TODA VELOCIDADE …. É MUITO TRISTE ESTA SITUAÇÃO ! GOSTARIA DE VER MUDANÇAS !!!!

    Reply
  • Tatiane Munhoz 11/04/2015 at 12:16

    Quem é o dono do local? Como poderia entrar em contato? Sou estudante de arquitetura e gostaria muito de realizar uma vista ao local para realização de trabalho…

    Reply
%d blogueiros gostam disto: