O bairro do Tatuapé há muito tempo deixou de ser uma região tranquila e majoritariamente de casas, para tornar-se em uma área repleta de grandes edifícios residenciais e comerciais, muito trânsito e bastante agitação. Mesmo assim, pelas ruas do bairro ainda é possível encontrar construções interessantes, resquícios de um período mais antigo desta região.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Localizado no número 247 da Rua Padre Estevão Pernet, este antigo sobrado da década de 30 não está abandonado. Ali funciona, durante o horário comercial, a Lavanderia Piratininga. A fachada do imóvel realmente não está bem conservada e o visual não é dos melhores e, além disso, o andar superior está abandonado há alguns anos, inclusive com alguns vidros quebrados. A porta que dá acesso ao andar superior parece que não é aberta há muito tempo (veja a foto 3 da galeria no final deste artigo).

Mesmo assim o sobrado comercial é um belo exemplar de um Tatuapé que rapidamente está deixando de existir. Com empreendimentos imobiliários por todos os cantos o bairro rapidamente vai perdendo as casas que marcaram as primeiras décadas do século 20.

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

A construção tem belos detalhes na fachada (clique para ampliar).

Por isso, imóveis como este precisam ser tombados e preservados antes que deixem de existir. Existem alguns recursos que beneficiam donos de imóveis tombados no centro histórico da capital, como a isenção de IPTU. Este tipo de benefício precisa urgentemente ser estendido a outras regiões da cidade, para permitir que pessoas como o proprietário deste imóvel possa gastar o dinheiro do imposto na recuperação, ao menos, de sua fachada.

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Lateral e fundos do imóvel (clique na foto para ampliar).

Por fim, é importante que o morador do bairro reconheça a importância não só do imóvel, como também do estabelecimento comercial que ali funciona. Instalado há muitos anos no local, a Lavanderia Piratininga também faz parte da memória do bairro.

Não sabemos se os donos da lavanderia são os proprietários do imóvel, mas é importante que o comércio de bairro seja prestigiado, para que se mantenha vivo. A melhor maneira de manter um imóvel antigo de pé, é mantendo-o ativo.

Faço votos que a Lavanderia Piratininga continue alegrando esta esquina do Tatuapé e quero ver o pessoal da região prestigiando o estabelecimento.

Veja mais fotos deste imóvel (clique na miniatura para ampliar):

Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento

Conheça outras construções interessantes no bairro do Tatuapé:

Conheça a região através de nosso mapa:

Visualizar São Paulo Antiga em um mapa maior

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Alex 29/11/2013 at 10:34

    Nasci no Tatuapé e ainda hoje vivo a algumas quadras desse local. Sempre chamou-me a atenção as linhas art decô desse prédio, estilo que adoro. Sempre que passo por ele, me demoro um pouco observando-o. Infelizmente está tão degradado que se não tomarem providências logo, será somente mais uma lembrança da nossa São Paulo…Parabéns pelo trabalho, Douglas.

    Reply
  • Julio 30/01/2015 at 15:42

    Morei em frente a esse sobrado, na rua Visconde de Itaboraí, 399, em cima do Bar do “seu Alcides”. Antigamente o nome da tinturaria era Tinturaria Usina Piratininga.
    A família nipônica morava no andar de cima e eu tinha até dois amigos: Kodi e Heidi, que eram de minha idade.
    A tinturaria já estava lá em 1969 quando me mudei em frente. A rua Padre Estevam Pernet, se chamava Rua do Ouro e a Rua Tuiuti era de terra ainda.
    Bons tempos, mas o sobrado deveria ser tombado como patrimônio.

    Reply
  • Rubens Loureiro 12/05/2015 at 11:11

    Também conheci esse prédio da Tinturaria Usina Piratininga no anos de l946/47 e l948 quando estudava naquela época do Grupo Escolar Visconde Congonhas do Campo… realmente é uma construção que deveria ser preservada, até porque, muitas gerações por ali passaram sendo que alguns já se foram e, outros mais idosos ainda sobrevivem . A construção mantém os mesmos traços da época. Valeria um tombamento pelo Patrimônio Histórico da cidade de São Paulo.
    Rubens Loureiro

    Reply
  • Helio Yoshio Morita 18/09/2015 at 07:50

    Eu nasci e vivi algum tempo nesse casarão , minha família morou aí , meus avós , tios e primos , há muitas lembranças e muitos acontecimentos se passarão nesse casarão, é uma pena deixar neste estado , valeria um tombamento.

    Reply

Comunicado importante aos leitores e leitoras do São Paulo Antiga

Neste momento estou enfrentando um período de muitas dificuldades para manter o site no ar, com a possível saída de nosso patrocinador institucional.

 

Preciso da sua colaboração para que o site não encerre suas atividades em 1 de julho de 2018.

 

Faça uma doação ou assinatura mensal no site São Paulo Antiga, através da plataforma APOIA.SE

 

Desde já muito agradecido,

Douglas Nascimento, autor e editor