Um caso vergonhoso de descaso com o patrimônio histórico ocorre a céu aberto em uma praça da região central de Guarulhos.

Conhecida como “Joaninha” e cuja história já contamos aqui no São Paulo Antiga, a locomotiva que está estacionada onde era a antiga Estação Guarulhos do saudoso Trem da Cantareira está apodrecendo sem qualquer providência da prefeitura guarulhense para evitar sua provável destruição.

clique na foto para ampliar

Construída em 1940, Joaninha trabalhou durante toda sua vida útil transportando vagões repletos de açúcar produzidos na usina Tamoio (em Ibaté, região de São Carlos) até meados da década de 1960 quando a ferrovia onde circulava foi fechada.

Ficou parada até 1976 quando foi arrematada por um sucateiro de Guarulhos que a guardou em seu depósito até o ano 2000, quando a cedeu para a prefeitura guarulhense instalar na Praça IV Centenário, região central da cidade, e endereço da velha estação. E lá está até hoje.

A locomotiva em 2000, quando foi instalada na praça (foto: divulgação)

A falta de manutenção já foi alertada por nós em reportagem de 2014, entretanto desde então a situação só piorou. A atual administração municipal removeu o antigo posto da Guarda Municipal que ficava no espaço da antiga estação, deixando não só a locomotiva mas toda o antigo complexo ferroviário total situação de abandono.

A locomotiva foi pichada, está completamente podre e enferrujada e tem um forte odor de urina, já que moradores de rua usam a área para morar e também para fazer suas necessidades. Ao lado da locomotiva, um playground para crianças também oferece riscos a seus poucos usuários devido à falta de manutenção.

Em outro canto da praça, diante de um hotel internacional, uma pequena pilha de pedra calcária (utilizada para fazer o calçamento português da praça) jaz abandonada.

clique na foto para ampliar

De acordo com alguns usuários da praça e um funcionário do hotel que não quis se identificar, a praça, seus instrumentos e mesmo a locomotiva não recebem manutenção há pelo menos dois anos, ocorrendo somente varrição. A situação piorou de um ano pra cá, quando até furtos passaram a ser praticados por ali no período da noite.

A praça que poderia ser um local de lazer para crianças para conhecer um pouco da história da cidade e mesmo se divertir com uma locomotiva vive vazia. São raros também os hóspedes do hotel que se aventuram na praça, especialmente à noite. Um descaso ao patrimônio público e um desrespeito à memória ferroviária nacional.

Abaixo mais duas fotografias da praça e da locomotiva. Na primeira fotografia é possível ver em detalhes o quanto está enferrujada a estrutura, colocando em risco sério qualquer pessoa que se aventurar subir nela, especialmente crianças.

Assista abaixo ao vídeo que fizemos mostrando em detalhes o péssimo estado de conservação em que a locomotiva se encontra:

Pelo fato da locomotiva ser um patrimônio histórico, procuramos o Secretário de Cultura da cidade, Vitor Souza, com alguns questionamentos. Até o momento não houve qualquer retorno da administração à respeito de nosso e-mail. O São Paulo Antiga irá contatar o Ministério Público para obrigar a prefeitura a tomar providências a respeito deste bem histórico.

Caso alguém da prefeitura resolva se manifestar, atualizaremos este artigo com novas informações.

ATUALIZAÇÃO – 12 de março de 2019

Alguns dias depois da publicação ir ao ar e ter causado muita repercussão, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Guarulhos entrou em contato conosco e enviou uma nota com as respostas de nossos questionamentos, que publicamos a seguir:

“A Prefeitura de Guarulhos não só tem conhecimento do dano a esse patrimônio como vem empenhando esforços para atrair parcerias para sua revitalização e preservação.
Diante do abandono das administrações anteriores, retratado em matéria do referido portal em 2014, o atual governo vem buscando, desde 2017, contato com empresas dispostas a investir no reparo da locomotiva que se tornou um símbolo da cidade. Infelizmente, por conta da dívida herdada do governo passado, equivalente a duas vezes o orçamento anual da cidade (R$ 7 bilhões), a Prefeitura não dispõe de recursos para a revitalização desse patrimônio público.

Contudo, a fim de promover a ocupação do espaço, a Secretaria de Cultura vem promovendo, entre outras ações, eventos artísticos na Casa Amarela, um dos pontos turísticos da Praça IV Centenário.

A Prefeitura reitera ainda que há um projeto em curso para captação de recursos junto à iniciativa privada, uma parceria intersetorial entre as secretarias de Turismo, Meio Ambiente e Cultura, para revitalização da praça, manutenção e limpeza da locomotiva e da estrutura da estação.”

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP).

Deixe um comentário!

Comments

  • João Guimarães Filho 06/03/2019 at 12:11

    Meus pais andaram muito nesse trem..e triste ver o descaso de toda memória rica que temos.
    O Brasil, não merece os povo que tem.

    Reply
  • joskriverbr 06/03/2019 at 12:28

    implorei ha 20 anos locomotivas, vagões abandonados pra minha cidade e montar exposição e biblioteca..negaram

    Reply
  • Ariovaldo Andrade Jardim 06/03/2019 at 13:09

    E assim tratada a história em nosso País. Tivemos em nossa cidade (Descalvado), uma linha férrea que percorria por umas 10 fazendas de café, bitola 60 cms. foi totalmente desativada por volta de 1976, suas 2 locomotivas e vagões de carga e passageiros levados, a Estação ainda temos, virou Museu Municipal, infelizmente nada nos restou historicamente desta via férrea como também do ramal ferroviário da C. Paulista que nos servia, só em nossa memória.

    Reply
  • Alexandre Fontana 06/03/2019 at 14:25

    A atual administração municipal de Guarulhos é uma vergonha.

    Reply
  • Jcoliveira Oliveira 06/03/2019 at 16:00

    Brasil é um país sem memória, o poder público… o poder público…

    Reply
  • Nilton Divino DAddio 06/03/2019 at 18:08

    É vergonhoso. É uma situação com a qual não podemos nos calar. Mas que mais poderemos fazer? Neste caso específico, me parece que o hotel, que faz parte de uma rede internacional, deveria usar de sua influência e de um pouco de recursos, para assumir a gestão da praça, incluindo aí o trenzinho, pois a localização do hotel é um dos itens que qualquer viajante procura avaliar ao fazer uma reserva.

    Reply
  • Meire 06/03/2019 at 18:11

    O atual prefeito de Guarulhos veio de que mundo mesmo? Este ser vive dando várias manifestações de descaso em todas as áreas de importância em uma cidade, seja ela qual for. Se não prioriza a saúde da cidade, imagina o restante…

    Reply
  • andre santana 06/03/2019 at 18:54

    É muito triste o descaso das autoridades com o patrimônio histórico do Brasil!!!Doe o coração da gente que é apaixonado pelas antiguidades que já não são reproduzidas mais…Que pena que o bom senso não prevalece!!!

    Reply
  • Anna Maria Teixeira Carneiro 06/03/2019 at 20:48

    Tentei por vários anos digo Anos, restaurar essa locomotiva, entrei em contato com a
    ABPF, para restauro, fui enrolada com o celebre procedimento: fala com o ciclano, já tem um projeto estamos esperando verba, a ABPF disse que fez orçamentos, mas beltrano não aceitou, enfim, Guarulhos não tem jeito. Sou Guia de Turismo morei em Guarulhos 54 anos 10 dos quais tentei colocar Guarulhos no Turismo. Infelizmente, ninguém tem interesse, Nada funciona nesse Município, a única coisa que eu ouvi durante anos: os turistas de Guarulhos< Quais:? Passageiros que desembarcam no Aeroporto são turistas? Falei com gerente de hotéis. Nada. Enfim desisti. e o patrimônio indo para a desintegração.
    ATT

    Reply
  • André Luis dos Santos 06/03/2019 at 20:50

    Ótima denúncia. Na realidade a cidade de Guarulhos está imersa em um mar de corrupção entretecida em todas as camadas sociais. O povo acreditou em slogans e retóricas. Mas nós, cidadãos antes de sermos eleitores, fomos enganados.

    Reply
  • Paulo Clístenes Vieira da Silva 06/03/2019 at 21:52

    É um descaso do tamanho do Brasil, pois em qualquer lugar onde se vá por esse país, encontramos sempre algum monumento ou prédio público em situação de abandono, constituindo um verdadeiro atentado contra a nossa história!

    Reply
  • Jaime Prado 07/03/2019 at 07:30

    Lamentável ver tudo isso aqui em Bauru o maior entroncamento do Estado de São Paulo, são várias locomotivas, vagões apodrecendo no centro da cidade no antigo Pátio da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil a NOB, uma vergonha para a cidade para quem viu a beleza hoje resta apenas um amontoado de ferro velho depósito do mosquito da Dengue haja vista que Bauru é a Campeão no Estado são 4.000 mil caos. Eu junto com meu amigo Roberto Pinheiro restauramos voluntariamente os relógios e a campainha da antiga Estação da NOB, nosso trabalho foi voluntário para preservar a história que conhecemos desde 1962.
    Jaime Prado – Bauru/SP.

    Reply
  • Celso P 07/03/2019 at 12:51

    A Associação Brasileira de Preservação Ferroviária tem feito um bom trabalho de preservação do patrimônio histórico das ferrovias. Não seria o caso de entrar em contato com eles?

    Reply
  • Ronaldo apolucena dos Santos 07/03/2019 at 12:55

    Moro em Guarulhos a mais de 20 anos e infelizmente digo que não só essa praça, como outras ,estão abandonadas pelo poder público. Meu irmão quando casou, foi a essa praça, fazer fotos para o album do casamento. Infelizmente hoje ninguém tem coragem de passar nem perto, devido a sujeira que está lá.

    Reply
  • Walter Caseli 08/03/2019 at 08:49

    Bom dia meu amigo! O Brasil não preserva sua história é só isto que posso dizer ao ver o descaso cultural.

    Reply
  • Jose Cardoso Xavier Neto 08/03/2019 at 09:56

    Lamentável. uma preciosidade dessas estar em completo abandono. Cadê os políticos que deveriam estar acompanhando este caso? Na hora de pedir voto , fazem de tudo. Lamentável

    Reply
  • ernani nocciolini 08/03/2019 at 18:43

    É assim mesmo tudo eles deixam apodrecer e acabar em nosso país. Garanto que se o povo pedir o restauro dessa locomotiva , irão dizer que não tem verbas.

    Reply
  • Robinson Dias da Silva 10/03/2019 at 17:27

    Lamentável o que em S. Paulo se fazem com os patrimônios históricos.

    Reply
  • Richard 10/03/2019 at 23:36

    Fora uma colônia enorme de ratos no trem e napraca horrível.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: