Quando andamos pelo Pateo do Collegio, notamos a existência de um lindo arco com um sino. Porém, poucos sabem do que realmente se trata este importante monumento que está ali localizado: Trata-se do Marco da Paz. Conheça toda a história deste importante monumento paulistano que já ultrapassou as fronteiras da cidade e do país, estando presente também já em outras 4 nações.

Este símbolo, criado em forma de um arco com a pomba e o sino, foi idealizado pelo Sr. Gaetano Brancati Luigi, membro da Associação Comercial de São Paulo e nascido na Itália em plena II Guerra Mundial.

Durante o período da guerra, o mundo foi abalado pela dor e destruição. Naquele tempo, a presença da fome e do sofrimento era geral em todos os cantos da Europa. Neste período triste da história da humanidade, onde em seis anos de carnificina o número de mortos estimados (entre civis e militares) superou os cinquenta milhões, fora os quase trinta milhões de mutilados, os que sobreviveram estão entre nós para contar a triste história da guerra.

Gaetano Brancati Luigi, idealizador do Marco da Paz (clique para ampliar).

Na cidade de Orsomarso, província de Cosenza, Itália, um menino sobreviveu e resumiu em poucas palavras seus sentimentos naquela época de horror: “Naquele tempo, os meninos que tinham a fortuna de sair de casa com uma fatia de pão e ir à praça, logo vinham os companheirinhos correndo pedir um pedaço daquele pão, com a promessa de que quando a mãe fizesse pão, eles compatilhariam também um pedaço”.

O principal sentimento deste menino era o medo de crescer, pois quando crescesse teria também que ir para a guerra.

No ano de 1945 esse menino, na época com oito anos, escutou os sinos que ecoaram por toda a Europa anunciando o fim da II Guerra Mundial. Na mesma hora, saiu correndo e se juntou às milhares de vozes nas praças gritando de alegria: PAZ, PAZ, PAZ.

Nesse dia histórico, nascia na mente daquele menino a idéia de criar algo que cativasse os povos e os levassem para o caminho da paz.

A guerra acabou e alguns anos se passaram até que em 1949 o então menino Gaetano, com 12 anos de idade, emigrou para a Argentina e anos mais tarde para o Brasil.

Cinquenta anos mais tarde, o menino já tinha dado lugar a um grande homem que em um certo dia do ano de 1999, percebeu a ausência do toque do sino da igreja do Pateo do Collegio, local onde a cidade de São Paulo nasceu e isso fez com o sonho daquele garoto que sobreviveu à segunda guerra mundial começasse a ser mais que um sonho e pudesse finalmente tornar-se realidade.

Com o apoio da ACSP – Associação Comercial de São Paulo – foi colocado um novo sino na torre desta histórica igreja, e a partir deste momento, o sonho que o menino acalentou por mais de cinco décadas começou a transformar no que é hoje, o Monumento Marco da Paz.

"Marco da Paz" Gaetano Brancati Luigi

O Marco da Paz, no Pateo do Collégio

A ACSP, pelas mãos de seu idealizador leva esta proposta de paz pelo mundo. O Monumento do Marco da Paz já se encontra presente em várias cidades de nosso país e do mundo.

O Monumento encontra-se presente no Brasil em três cidades paulistas: São Paulo (no centro junto ao Pateo do Collegio, no Tatuapé e na Lapa), além das cidades de Aparecida e Bertioga. No exterior, encontra-se no México (nas cidades de Hidalgo, Laguna-Oaxaca e Cidade do México), Argentina (Mendoza), Uruguai (Punta del Este) e na China (em Xialin).

Inauguração do Marco da Paz na China

Os projetos de construção de outros Marcos da Paz já estão em andamento em outras cidades brasileiras como Ribeirão Preto, São Carlos, Rio de Janeiro e Salvador. Há projetos também de construção em cidades do mundo todo, como por exemplo:

  • Argentina: Buenos Aires;
  • Itália: Assisi, Roma, Orsomarso, Firenze;
  • Vaticano;
  • Israel: Jerusalém;
  • Suíça: Genebra;
  • Espanha: Barcelona;
  • E mais outros sete países.

A Associação Comercial de São Paulo e o Marco da Paz atravessam fronteiras pela união dos povos na construção da cultura e da paz no mundo. Uma iniciativa brasileira de nível global.

Marco da Paz também é um troféu:

Os vencedores da São Silvestre 2009 erguem o Troféu Marco da Paz.

Com o sucesso já consagrado do Marco da Paz, a ACSP através de seu idealizador o Sr. Gaetano Brancati Luigi e suas 15 distritais homenageiam com a réplica do Marco da Paz, pessoas e instituições que se destacam pela sua atuação no trabalho de ação social e pela construção da cultura de paz pelo mundo. O Troféu Marco da Paz é também o troféu oficial da Corrida Internacional de São Silvestre.

Um dos troféus que serão entregues aos vencedores da São Silvestre 2010.

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Tweets that mention Monumento Marco da Paz — São Paulo Antiga — Topsy.com 23/12/2010 at 16:27

    […] This post was mentioned on Twitter by Douglas Nascimento. Douglas Nascimento said: RT @SaoPauloAntiga: Conheça o Marco da Paz, o Monumento Paulistano que já se fáz presente também em outros 4 países: http://vempra.ca/11c […]

    Reply
  • Entrevista: Cristiane Carbone — São Paulo Antiga 11/03/2011 at 14:40

    […] é artista oficial da pintura do Marco da Paz. Como este convite chegou até você ? Cristiane: O Marco da Paz para mim é um compromisso. Eu conheci o Luigi (idealizador do marco) pouco antes de uma […]

    Reply
  • cahgregorio 11/09/2013 at 15:17

    Tem no Jaçanã também, em SP.

    Reply
  • Mauro Augusto 11/09/2013 at 21:34

    Tem um MARCO DA PAZ no Parque da Juventude, porém, pelo que presenciei os seguranças do parque dizendo que as pessoas não podem tocar o sino.
    Como ecoar o som da Paz? Silenciando o Sino?
    Acredito que o Sr. Gaetano Brancati Luigi, não gostaria de saber disso.
    Se alguém puder fazer essa mensagem chegar até ele seria interessante.

    Reply
  • Leonardo Ramos 11/09/2013 at 23:07

    São Paulo Antiga mais uma vez de parabéns! Muito bom ter a história da ideia do menino Luigi, que hoje é um fomento a cultura de Paz no mundo. Muito legal. Abraços

    Reply
  • Valdir Tenorio Ramoneda 17/09/2013 at 23:42

    Este ano em novembro teremos mais um Marco da Paz, será o segundo na marco na Itália, em Orsomarso. Um momento muito significativo para o menino Luigi.

    Reply
    • Giuseppe 03/10/2013 at 19:55

      A Orsomarso il monumento sara’ inaugurato a novembre. L’evento sara’ inaugurato tra il 9 e il 10

      Reply
    • Valdir Tenório Ramoneda 24/10/2014 at 22:39

      Vale Lembrar que o primeiro Monumento do Marco da Paz , na Itália, o décimo terceiro no Mundo, foi inaugurado no dia 13/11/2011 em Assisi cidade natal de São Francisco.

      Reply
  • Colégio Dante Alighieri 14/11/2013 at 15:16

    […] crianças ficaram mesmo empolgadas, porém, com o sino “Marco da Paz”, símbolo idealizado pelo sr. Gaetano Brancati Luigi (membro da Associação Comercial de São […]

    Reply
  • Valdir Tenório Ramoneda 24/10/2014 at 22:46

    10/03/2013 – Inauguração do 15º Monumento Marco da Paz na Assembléia Legislativa de São Paulo – SP

    Reply
  • Valdir Tenório Ramoneda 24/10/2014 at 22:53

    08/08/2014 – Inauguração do 17º Monumento Marco da Paz em Acari do Estado da Paraiba é a primeira cidade do nordeste brasileiro a receber o Monumento Marco da Paz.

    Reply
    • Valdir Tenório Ramoneda 24/10/2014 at 23:54

      Retificando Acari fica no Estado do Rio Grande do Norte, e não Paraiba.
      Desculpem a nossa falha.

      Abraços.

      Reply
  • Valdir Tenório Ramoneda 24/10/2014 at 23:02

    Em 28 de outubro de 2014 será Inaugurado o 18º Monumento Marco da Paz na cidade litorânea de Ubatuba do Estado de São Paulo, juntamente com a reinauguração da estátua do Santo Padre José de Anchieta em frente a praia de iperoig.

    Reply
  • Daniel Dias 06/11/2014 at 02:09

    Tenho uma dúvida: Quem tem autoridade para tocar o sino? Se é que ele pode ser tocado. Pergunto pois o sino é muito convidativo e eu já o toquei uma vez, mas não sei se existe algum costume com relação ao mesmo. Também não achei nada na internet :/

    Eu posso tocar o sino quando quiser?

    Reply
    • Douglas Nascimento 06/11/2014 at 09:51

      Não há uma regra Daniel.
      Qualquer um pode ir tocar o sino lá…

      Reply