Artigos

O marco da enchente de 1929

Comments (11)
  1. Vania disse:

    Interessantissimo este post. Jamais imaginaria que a Light and Power seria hoje a Brookfield, e esse ultimo nome, aliás, acaba de mudar tambem.

  2. Fernando Cappelli disse:

    Excelente!

  3. Vanderlei Antonio Zago disse:

    Carambaaa! Coisas assim é que nos incentivam pra pesquisar fatos históricos. Parabéns pela iniciativa e importante “achado”. Parabéns!

  4. Klayton disse:

    Só uma dúvida: a placa foi colocada em 1929?..
    Desculpe pela ignorância..
    Obrigado

  5. Rafael Puerto disse:

    Olá Douglas, de quando é essa foto sua?
    Pois olhando pelo Street View, na foto mais recente (Jan/16), a placa foi coberta por uma “rampinha”.

    1. A minha foto é de domingo passado. Eles já removeram a rampinha, a fiscalização ali é bem frequente.

  6. Renato disse:

    Como você soube que ainda existia placa? Esiste mais alguma conhecida?

    Grato

  7. Jorge Roberto Coelho Ferreira disse:

    De fato, essa empresa nunca foi das melhormente bem intencionadas, mas, sem embargo, não creio que a desenvoltura deles chegou ao ponto de apropriar-se de terrenos urbanizados. Não estavam fundamentados em lei, que, naquele tempo e ainda hoje, prevê que somente à união e dado apropriar-se de terrenos ou prédios por acresção de marinha, ou seja, o ponto mais alto de uma maré nos últimos cem anos, alvéos de rios que foram aumentados em sua largura por qualquer efeito, aterros mar ou rio adentro, terrenos onde existiram aldeias indígenas extintas ou abandonadas. Vale a pena lembrar que a acresção por abandono de alveo, ou seja, quando um rio deixa seu curso e passa a fluir por outro caminho, passa a pertencer aos proprietários ribeirinhos. Visto isso, creio que eles praticaram o esbulho apenas sobre propriedades abandonadas ou de quem não quis ou não teve condições de defender sua posse. Mas, caro Douglas, talvez você tenha despertado um monstro. Se eles lerem este post são bem capazes de aparecer lá no Bom Retiro reivindicando a posse dos imóveis. Dessa gente tudo pode se esperar tudo.

  8. Jorge Roberto Coelho Ferreira disse:

    Em tempo: por um lapso escrevi “acresção” em lugar do correto acreção.

  9. Paulo Clístenes Vieira da Silva disse:

    Excelente trabalho,bem pesquisado, porém se foi negligencia da empresa ou não, dificilmente saberemos !

Deixe uma resposta

Publicidade:

SP ANTIGOS

Nosso Instagram: @saopauloantiga
Something is wrong. Response takes too long or there is JS error. Press Ctrl+Shift+J or Cmd+Shift+J on a Mac.