Um desrespeito ao cidadão e a lei Cidade Limpa foi o motivo da denúncia anônima recebida pelo site São Paulo Restaurada por moradores de Ermelino Matarazzo, na zona leste de São Paulo.

Uma faculdade resolveu usar o muro de um viaduto para estampar a propaganda de seu processo seletivo, como podem conferir na imagem abaixo:

Fotos: Douglas Nascimento

A pichação (para nós isso não é grafite e nem propaganda) está feita no antigo viaduto que liga a cidade de São Paulo a vizinha Guarulhos e foi feita dos dois lados. Segundo os moradores que nos contataram a faculdade fez a pichação nos muros em meados do mês de julho, aproveitando a oportunidade para fazer propaganda de seu processo seletivo para o segundo semestre de 2009. Os mesmos moradores contam quem chegaram a avisar a subprefeitura mas que não obtiveram resposta e nem viram a propaganda ser removida: “É como se nós por estarmos em um bairro mais humilde, não tivéssemos direito ao respeito às leis. Não concordamos com esse tipo de publicidade e gostaríamos que a mesma fosse apagada e a tal faculdade punida.” diz, um dos autores da denúncia.

Há cerca de 15 dias a pichação foi atacada por algum outro pichador ou grafiteiro que discorda da atitude da tal faculdade, ele resolveu pintar o telefone da instituição com uma frase de protesto que externa muito bem a opinião de todos aqueles que lutam por uma cidade ausente de poluição visual e de desrespeito às leis, vejam o antes e o depois:

Fotos: Douglas Nascimento

Fotos: Douglas Nascimento

Fica a pergunta aqui: Você se matricularia ou matricularia seus filhos em uma instituição de ensino que se vale de pichar um muro para atrair mais alunos ? Até que ponto este tipo de publicidade, ilegal na cidade de São Paulo, pode ser vantajosa para esta faculdade ? Se ela conseguiu atrair até a ira de um pichador, que atacou o seu anúncio o que dirá da ira dos moradores da região, potenciais clientes, que se indignaram com esta propaganda em local indevido ?

Em tempo, no site da faculdade o garoto propaganda é o vereador Netinho de Paula, do PC do B:
Netinho
Vamos ver o que as autoridades irão fazer com este caso.

Atualização – 08/09/2009

Não demorou muito para a nossa reportagem atingir uma grande repercussão na imprensa paulistana. O assunto foi discutido ao vivo pela rádio CBN no programa do jornalista Milton Jung e também publicado em seu blog – clique aqui para ler – e no mesmo dia fui contatado pelo assessor de imprensa da subprefeitura de Ermelino Matarazzo.

Ele mesmo se dirigiu ao local e constatou que pouco antes dele chegar alguém apagou as pichações com uma tinta branca. Na foto enviada pela subprefeitura é possível ver o azul anterior manchando o branco. Se era algo legal, porque a pressa em apagar, não é mesmo ?

Fotos: Douglas Nascimento

Mais uma vitória dos cidadãos paulistanos em especial dos moradores da região de Ermelino Matarazzo que não precisam ter mais uma rua emporcalhada.

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Diego 02/09/2009 at 13:59

    1) Arrisco dizer que o “Netinho” não sabe dessa propaganda nem autorizou o uso de sua imagem. Sugiro contatá-lo diretamente sobre o fato.

    2) Acho um desrespeito tão grande quanto aquele imenso “relógio” (estilo Placar ou Telão) eletrônico instalado no Hospital da Mulher, na Av. Dr. Arnaldo, fazendo propaganda da “Lei Anti Fumo”, ou melhor, do Governo do Estado de SP. Aquilo não tem finalidade nenhuma de informação essencial à população e ainda distrai a atenção dos motoristas que por ali passam durante a noite. Ou seja, além de desrespeitar a Lei Cidade Limpa (ou será que ela não vale para o Governo?) ainda está pondo a segurança do trânsito em risco.

    Reply
    • Daniel 09/09/2010 at 21:12

      esse netinho de paula nunca me passou uma imagem de ser uma pessoa séria com aqueles rebolados e a empostação de voz efeminada que ele fazia quando “cantava” aquela “música” da tanajura mas ser todo metido a machão batendo em mulher e em caras visivelmente com menos força física (como no caso do repórter vesgo que fez uma pergunta de duplo sentido na época em que o netinho estava tentando lançar uma emissora de tv especificamente dentro do que eu costumo me referir como “negronazista” e esse babaca deu um soco no vesgo e saiu se gabando do feito como se tivesse descoberto a cura da aids), fora o fato dele ser provavelmente o maior racista do brasil… e por ser filiado ao pc do b ja me faz ter ainda mais nojo dele…

      Reply
  • Francisco Folco 02/09/2009 at 14:41

    O que se pode esperar de uma faculdade que vende diplomas pelo preço e não pelo conteúdo do curso?
    Além da ousadia e do desrespeito, a propaganda com tabela de preço numa ponte parece uma casa de prostituta que cobra um valor tal para cada coisa que o cliente queira que a meretriz faça. Onde estão os órgãos representativos destas profissões distintas que permitem isto?
    Se eu fosse formado em gastronomia, estaria me sentindo um lixo em ver esta coisa degradante.

    Reply
  • Luciano Antonio Fraga 03/09/2009 at 11:53

    Meu comentário é sem palavras
    luciano

    Reply
  • Jess Carrasco 04/09/2009 at 00:30

    O desrespeito a lei cidade limpa é novo pois a escola é nova mas eu garanto que desde 2001 (embora possivelmente desde antes) esta escola usa paredes públicas e privadas para divulgação em diversos bairros da zona leste (ermelino, a.e. carvalho, são miguel, jardim das oliveiras e por ai vai).

    Mas gostei muito da intervenção sobre o anuncio.

    Reply
  • Douglas Nascimento 08/09/2009 at 12:13

    Artigo atualizado pessoal.

    Apagaram a pichação após a CBN publicar a minha reportagem no site e veicular ao vivo na programação.

    Confiram a foto do local pintado aqui no artigo.

    Reply
  • Luciano Antonio Fraga 09/09/2009 at 11:38

    É São Paulo Restaurada fazendo história.
    Parabéns ao sítio que está mexendo com o brio de muita gente
    Luciano

    Reply
  • Antonio Madela 09/09/2009 at 22:14

    Fico contente em verificar que algo está sendo feito em prol da cidadania. Ser cidadão é em primeiro lugar respeitar o espaço do vizinho. Em seguida é respeitar a Lei. Se estes dois parâmetros não orientarem a vida na Cidade, o que será de nossos futuros cidadãos? PARABENS Á INICIATIVA DE SÃO PAULO LIMPA.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: