Eu não sei vocês, mas confesso que toda vez que saio para observar as casas e prédios paulistanos tenho sempre o hábito de procurar peculiaridades que tornem aquele imóvel bem especial. São imagens de santos no frontão, detalhes arquitetônicos, mural de azulejos e também rostos. Sim, isso mesmo que você leu, rostos:

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

No começo parecia ser algo ocasional, mas depois de um certo tempo seu olhar fica treinado e você se observa parando por ai só para clicar casas que parecem estar olhando para você. A imagem anterior, na rua Barra Funda, é uma das minhas favoritas. A que vem logo abaixo, na Bela Vista, tenho certeza de que “piscou” pra mim:

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Mas calma, eu não enlouqueci (pelo menos não por enquanto). Observar imagens que parecem ter significado em casas, objetos, nuvens, rochas etc é apenas um fenômeno psicológico e seu nome é pareidolia.

Este fenômeno não se restringe apenas a imagens e também é associado com sons, como por exemplo quando ouvimos alguma música ser tocada ao contrário e temos certeza de ter ouvido algo que não deveria estar ali. Como na canção Ilariê, da Xuxa, que muitos dizem falar do diabo se tocado neste modo (ouça clicando aqui… ou não, caso você  tenha medo).

A palavra pareidolia vem do grego para, que significa junto de ou ao lado de, e eidolon, que significa imagem, figura ou forma. Pareidolia é um tipo de apofenia, ou seja, um fenômeno cognitivo de percepção de padrões em dados aleatórios.

Selecionei neste artigo 12 imagens de casa que se encaixam bem neste conceito. Duas vocês já viram e as demais seguem abaixo:

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Rua São Caetano, Bom Retiro

Rua Jaguaribe, Santa Cecília

Rua Jaguaribe, Santa Cecília

Avenida Celso Garcia, Belenzinho

Avenida Celso Garcia, Belenzinho

Alameda Nothmann, Campos Elíseos

Alameda Nothmann, Campos Elíseos

Rua Apa, Santa Cecília

Rua Apa, Santa Cecília

Rua Apeninos, Paraíso

Rua Apeninos, Paraíso

Rua do Comércio, em Santos

Rua do Comércio, em Santos

Rua Almirante Pereira Guimarães, Pacaembu

Rua Almirante Pereira Guimarães, Pacaembu

Rua Diógenes de Lima, Santa Terezinha

Rua Raul Jordão, Santa Terezinha

Rua Conselheiro Ramalho, Bela Vista

Já observou alguma casa que parece estar olhando pra você ? Manda o endereço nos comentários que iremos lá fotografar!

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP).

Deixe um comentário!

Comments

  • Elis Marchioni Rojas 06/02/2015 at 18:27

    Amityville rules.

    Reply
  • João 06/02/2015 at 20:27

    Antropomorfismo em construções. Que postagem interessante. Existe um site que reune imagens de objetos e construções com forma de rosto humano, intencionais ou não. Vale a pena ver. O endereço é wtface. com

    Reply
  • Marilena Cardoso de Almeida M Fraletti 07/02/2015 at 01:01

    Douglas, aprecio demais os seus posts.No de hoje, a meu ver a casa mais sorridente e que tbem pisca, é a da Sta Terezinha….risos Um abraço e parabens pelo trabalho.

    Reply
  • Jessica Silva 07/02/2015 at 11:18

    A Subprefeitura de Itaquera possui vários rostos felizes, sempre fico alegre quando passo por lá…
    Fica na Rua Augusto Carlos Bauman, 85, um grande prédio amarelo.

    Reply
  • Júlio Piñón 07/02/2015 at 11:36

    Não vamos nos esquecer no castelinho da Rua Apa com seus olhos pequenos e boca enorme escancarada em uma eterna surpresa.

    Reply
  • Maria Fatima Goncalves Naslaniec 07/02/2015 at 12:07

    Olá! Excelente sua matéria e adorei as fotos. Sabia que conhecia a última casa de algum lugar… fica na Rua Ibitirama. Está no Google Maps no link (https://www.google.com.br/maps/@-23.587457,-46.584616,3a,75y,231.61h,85.62t/data=!3m4!1e1!3m2!1sB4AVjBgYtyOfKdVHy6h-AQ!2e0!6m1!1e1)

    Abraço!

    Reply
  • Cybelle De Lima Guarani Kaiowá 07/02/2015 at 14:47

    Muito bacana sua postagem: vejo rostos e imagens em outras coisas, há anos.Não sabia que tinha esse nome. Há um conjunto de casas, numa ruazinha na Vila Beatriz/Vila Madalena que também apresenta essa característica.(Acho que vc até já fotografou)

    Muitas das casas de sua postagem, todavia,foram reformadas,modernizadas; será que antes também eram assim?

    Reply
  • Dulce M.M. Teixeira 07/02/2015 at 16:14

    lembro da casinha na rua Jaguaribe…morava perto, na av. Angélica…

    Reply
  • Paulo da Silva 07/02/2015 at 18:59

    Muito interessante essas observações colhidas desses tipos de fachada de imóveis olhando realmente com “outros” olhos sentimos essa sensação.

    Reply
  • J.C.Cardoso 07/02/2015 at 21:37

    O castelinho da Rua Apa (já citado aqui) é também lembrado como casas que “olham” para o pedestre. Já li um texto que o comparava com a casa de Amtyville do filme (que foi baseado em história verídica).

    Reply
  • Emerson de Faria 08/02/2015 at 01:22

    Douglas, qual o endereço daquela casa simpática no Bexiga? Acho muito interessantes as casas remanescentes daquele bairro.

    Reply
  • Roberto Ferrari 12/02/2015 at 15:37

    Muito importante reverenciarmos nosso passado arquitetônico, mas o mais importante será que os que nos representam cumpram o seu papel, no caso cuidar da nossa história preservando esses espaços colocando limites à especulação imobiliária, parabéns ao site pela delicadeza em tratar nosso passado.

    Reply
  • danielpardo2015 08/03/2015 at 20:50

    Sobre a Xuxa, dizem que se você girar o disco o capeta ao contrario se escuta a voz dela. 😀 😀 😀 😀

    Reply
%d blogueiros gostam disto: