Hoje apresento uma receita salgada, muito leve e ótima para matar a fome num lanche de tarde: o pastelzinho de fubá.
Para a massa você vai precisar:
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de fubá
  • 1 xícara (chá) de leite morno
  • 1 tablete de fermento biológico (15 gramas)*
  • 2 ovos
  • ½ xícara (chá) de óleo (usei o de milho)

*Dica: se não tiver o fermento biológico fresco, substitua por 5 gramas de fermento biológico seco (equivalente a meia colher de sopa de fermento seco, ou meio envelope)

Para o recheio:
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 1 cebola rada
  • 2 dentes de alho
  • 3 tomates sem pele e sem sementes
  • 10 azeitonas verdes picadas
  • ½ quilo de carne moída
  • 2 ovos cozidos picados
  • sal e pimenta do reino
  • óleo suficiente para fritar (aproximadamente 2 xícaras), sendo que eu gosto de usar o de milho para frituras
MODO DE PREPARO:
Misture as farinhas peneiradas em uma tigela grande.  Adicione os demais ingredientes da massa e vá sovando dentro da tigela. Enquanto a receita original pede para trabalhar bem a massa, sovando-a numa pedra de mármore enfarinhada, eu achei mais prático fazer tudo dentro da tigela. Ainda acrescentei um pouco mais de farinha de trigo até a massa ficar mais firme pois estava muito mole. Reserve.
Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga
Para preparar o recheio, refogue na margarina a cebola ralada, os dentes de alho, os tomates picados, as azeitonas, o sal e a pimenta. Acrescente a carne moída e os ovos picados. Deixe cozinhar por aproximadamente 30 minutos, até a água secar. Não é necessário adicionar água pois o tomate e a cebola fornecem água suficiente para o cozimento. Quando estiver sem caldo, mas ainda suculento, o recheio está pronto.
Para montar os pasteizinhos trabalhe com a mão enfarinhada, com a ajuda de uma colher retire um pouco de massa da tigela e faça uma bolinha, abra a massa na palma da mão formando um pequeno disco, deposite ali uma colher de chá bem cheia de recheio, puxe com cuidado as beiradas da massa e feche no centro.
 Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga
 Se o bolinho ficar disforme, com cuidado é possível rolá-lo na palma da mão e acertar uma bolinha. Coloque-os para descansar numa assadeira enfarinhada. Frite em oléo bem quente.
Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga
Uma vez pronto, a massa lembra um pão bem leve. Com um molho de pimenta caseira ou azeite é de lamber os dedos.
Acredito que também deve ficar bom se feito assado, pois a massa é muito semelhante a um pão. O resultado é este da foto abaixo:
Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga
Meu pai esteve aqui com um amigo pela tarde, provaram e adoraram. Você também vai gostar.

About the author

Gerente de serviços em uma multinacional de tecnologia, Heloisa é fascinada por trabalhos manuais e faz da culinária um de seus hobbies prediletos.

Deixe uma resposta

Comments

  • Ezã Magda Mendes Cardozo Silva 31/01/2015 at 23:34

    Parece fácil e deliciosa esta receita, vamos tentar fazer e te falamos o resultado.

    Reply
  • nazarethlmperes 01/02/2015 at 21:11

    Ai! Que fome!

    Reply
  • Marcio Souza 21/03/2015 at 22:13

    Faltou registrar o sal que vai na massa. Fiz hoje e coloquei um pouco de sal.

    Reply
    • helomad 07/06/2016 at 13:20

      Olá Márcio, o sal e pimenta são à gosto. Eu cozinho sempre com pouco sal para dar chance dos outros ingredientes serem notados no paladar.

      Reply
  • Rogerio Kezerle 09/04/2015 at 16:27

    Fiz assado. Ficou uma delicia, mas parecendo pão.

    Reply
    • helomad 07/06/2016 at 13:22

      Olá Rogério, obrigada por compartilhar sua experiência com esta receita. A versão original que é frita também parece um pãozinho frito, é uma caracterítica interessante desta receita de massa.

      Reply
%d blogueiros gostam disto: