Agitada, efervescente, frenética… estes são alguns dos adjetivos que caem muito bem a rua 25 de março, a principal rua de comércio popular da capital paulista. Área comercial antiga da cidade, tudo ali é tão corrido que observar a arquitetura dos imóveis da região é quase impossível em dias normais.

Mas no final da tarde de domingo a via se transforma e toda aquela loucura se vai, permitindo contemplar uma outra rua 25 de março, bem diferente a que estamos acostumados:

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

E é com esta tranquilidade que podemos conhecer algumas das construções antigas remanescentes da região, como o belo prédio de dois andares que fica localizado no número 795:

Foto: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Inaugurado há mais de um século, em 1914, o prédio é um dos mais antigos exemplares da rua 25 de março, e um dos poucos que mantem sua fachada tão bem preservada.

Ocupado no térreo por duas lojas diferentes, aparentemente seus dois andares superiores são apenas utilizados como depósitos destes estabelecimentos. Já na década de 60 o prédio era utilizado por este seguimento, sendo que o local à época era sede de uma empresa de confecção chamada Tecidos Mimotex.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

A arquitetura do imóvel, de clara influência européia, é um exemplar hoje raro na cidade de São Paulo, mas que foi bastante comum até meados dos anos 40, quando a cidade começou a ter um acelerado processo de verticalização.

Os detalhes da construção são bastante peculiares, como a tipografia do ano de construção (foto abaixo), a arte dos gradis e sacadas, os vidros pequenos nas janelas e o charmoso sótão, além do telhado.

Foto: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

São imóveis assim que nos remetem a uma São Paulo que não existe mais. Merecem ser preservados e bem cuidados para que sempre estejam entre nós, mostrando um pouco de nossa arquitetura antiga.

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Neuza Paranhos 18/03/2015 at 11:50

    Que prédio mais lindo! Outro dia vi um enorme casarão do começo do século passado sendo restaurado ali perto do hospital Beneficiência Portuguesa. Dá uma conferida – se não é a Maestro Cardim é a rua de cima.

    Reply
  • Israel Siebra Ferreira 19/03/2015 at 14:27

    Tu postou as fotos que eu mandei! Que bom! Amo essa cidade por tudo que ela representa para a nossa identidade cultural. A arquitetura antiga revela que tivemos uma Paris antiga. Hei de enviar a ti agora as fotos de um casarao na 25 de marco que possui em sua fachada a denuncia do ano de sua construcao, 1880

    Reply
  • Dan 19/03/2015 at 18:24

    Este prédio merecia ser tombado como patrimônio histórico da cidade.

    Reply
  • danielpardo2015 19/03/2015 at 19:36

    Um casarão de “apenas” 101 anos, aqui em São Paulo é raro um imóvel durar tanto tempo, mas eles existem (e resistem)

    Reply
  • edson alves barbosa 18/10/2015 at 14:16

    25 DE MARÇO, em 1967 ou antes?

    Reply