Passando estes dias pela Rua Lopes de Oliveira, constamos uma ótima surpresa. Os dois velhos armazéns que por anos estavam em situação de abandono e que pareciam não ter futuro, foram completamente restaurados.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Localizados nos números 282 a 288, estes dois imóveis dos primeiros anos do século 20 são os mais antigos desta rua. Por muitos anos estiveram em péssimo estado de conservação e pareciam que jamais teriam uma recuperação. Quando vimos a obra começar, pensamos inicialmente que eles seriam demolidos. Porém, para nossa surpresa, percebemos que no local estava em curso uma bem sucedida obra de restauração. A foto abaixo, do Google Street View, mostra como eram os dois armazéns antes de serem restaurados.

Crédito: Google Street View / Divulgação

Todo o restauro dos imóveis foi feito de forma bastante minuciosa. O armazém da esquerda teve seu restauro um pouco limitado, pois já não havia mais as portas originais de entrada, há muito destruídas e  emparedadas. Apesar disso, a solução escolhida foi muito boa, fazendo uma parede seguindo a arquitetura original da fachada.

Já no imóvel da direita, que ainda possuía suas portas originais, foi possível fazem um restauro ainda mais detalhado e fiel à construção original. Todos os mínimos detalhes foram recuperados e as portas de madeira ressurgiram lindas com a restauração.

Abaixo mais duas fotografias dos imóveis (clique na foto para ampliar):

São exemplos como estes que nos enchem de orgulho. O restauro não é só para grandes construções do centro histórico, mas para toda aquela construção antiga que ainda tem um mínimo sopro de originalidade.

As ruas Barra Funda, Lopes de Oliveira e Vitorino Carmilo são repletas de construções antigas e centenárias. Se houver mais restauro pelos imóveis das redondezas a região pode tornar-se uma área de atração turística.

Parabéns aos proprietários e aos responsáveis pelo restauro. Se alguém souber mais detalhes sobre os donos e sobre os restauradores deixe um comentário aqui para podermos dar os merecidos créditos.

Saiba mais, veja outros imóveis interessantes no entorno:

 

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • André Cézar 14/08/2013 at 11:49

    Esse prédio era o antigo ateliê do escultor Raphael Galvez, que fez os monumentos da praça Marechal Deodoro, no mesmo bairro. Que felicidade vê-lo restaurados,

    Reply
    • Douglas Nascimento 14/08/2013 at 22:25

      Fui atrás e você tem razão André. Até encontrei uma foto dele no quintal (vou publicar)… como você sabia disso ?

      Reply
  • Gustavo 16/08/2013 at 22:50

    A solução (ou a falta de opção) para a o primeiro imóvel ficou muito bacana! Não está original, mas ao mesmo tempo não ofende a estética mais antiga.

    Parabéns aos proprietários.

    Reply
  • Ubaldo Pioli 05/12/2013 at 16:12

    A construção da esquerda abrigava um açougue com porta de grade vazada. Permaneceu em funcionamento até a década de 90.

    Reply
  • Pardo 24/02/2015 at 20:08

    Seria melhor se restaurassem o armazém da esquerda com a porta, mas melhor isso do que demolir.

    Reply
  • Mariana Araujo 22/10/2015 at 16:14

    Dois anos depois da publicação, permanecem impecáveis, graças a Deus.
    Agora olhando bem as fotos me surgiu uma duvida: o da esquerda no restauro ganhou duas estrelas que acho que não tinha no original.
    Será que tem algum significado?

    Reply
%d blogueiros gostam disto: