A simplicidade de algumas construções paulistanas são, muitas vezes, o que há de mais belo para se admirar na arquitetura de nossa cidade. Ficamos maravilhados – sem dúvida – com os imensos e ricamente ornamentados palacetes, mas não se cansamos de nos surpreender de como residências simples podem ser adoráveis. Veja este exemplo:

clique para ampliar

Localizada no número 30 da rua Professor Machado Tolosa, no bairro do Belém, esta pequena residência antiga é tão simples quanto charmosa. Construída na primeira metade do século 20, está bem próxima da região conhecida como Água Rasa.

Sua fachada não apresenta nada de extraordinário, são apenas duas janelas, uma porta – bastante estreita por sinal – e dois respiros de porão. Os traços arquitetônicos bem como todos os elementos originais (esquadrias, porta etc) estão todos ali bastante preservados.

É muito bacana quando encontramos jóias como estas, preservadas e originais. Há poucos metros dali, já na rua Sapucaia há outras construções igualmente interessantes e preservadas, como um conjunto de sobradinhos geminados e o salão do Centro Espírita Batuíra, inaugurado em 1932.

Veja mais fotos da casa:

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Daniel Pardo 04/07/2017 at 20:40

    Tomara que bairros como Brás, Moóca e Belem, nunca percam essas residências para a tal especulação imobiliária, casas como essa devem ser preservadas.

    Reply

Comunicado importante aos leitores e leitoras do São Paulo Antiga

Neste momento estou enfrentando um período de muitas dificuldades para manter o site no ar, com a possível saída de nosso patrocinador institucional.

 

Preciso da sua colaboração para que o site não encerre suas atividades em 1 de julho de 2018.

 

Faça uma doação ou assinatura mensal no site São Paulo Antiga, através da plataforma APOIA.SE

 

Desde já muito agradecido,

Douglas Nascimento, autor e editor