O centro de São Paulo tem tudo para voltar a ser uma região viva e pulsante da cidade, porém infelizmente são poucos os esforços de prefeitura e governo estadual para devolver a área o charme e a relevância de tempos passados.

As principais iniciativas de recuperação dessa região surge, quase que na totalidade, da iniciativa privada, que cansada da inércia dos órgãos públicos tentam de maneira tímida e solitária ousar com suas próprias iniciativas.

Por muitos anos deteriorado, um elegante edifício do bairro da Sé recebeu uma ampla restauração e hoje orgulha a todos que transitam por ali.

Foto: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Localizado no número 94 e 95 da rua Roberto Simonsen, trata-se de um edifício de quatro andares erguido no início do século 20. Disposto de várias salas comerciais, o prédio sempre foi um dos destaques da pequena rua do centro velho que, além deste imóvel, possui outros muito interessantes.

A recuperação do edifício, que esteve muito tempo fechado, deu-se tanto na parte interior quanto exterior, tornando-o novamente adequado para receber salas comerciais.

O edifício em 2014, antes de sua recuperação (clique para ampliar)

O edifício em 2013, antes de sua recuperação (clique para ampliar)

Na área externa, que é a visível para quem passa pela rua, é fácil de observar o que foi realizado. O edifício recebeu preparação da estrutura para remover falhas e rachaduras da fachada e posteriormente ganhou a nova pintura. Todas as suas janelas e esquadrias também foram tratadas e recuperadas.

O comparativo abaixo dá uma ideia precisa do antes e depois:

Agora recuperado e reaberto o edifício está com salas comerciais disponíveis para locação. Se você sempre teve desejo de ter um escritório ou consultório no centro, esta é uma excelente oportunidade.

A rua Roberto Simonsen é uma das ruas mais interessantes do centro paulistano e vem aos poucos, nestes últimos anos, sendo recuperada por proprietários dos imóveis e empresários que acreditam na região.

Detalhe da fachada (clique para ampliar)

Detalhe da fachada (clique para ampliar)

Tudo começou anos atrás com a recuperação do Solar da Marquesa e também da Casa Número 1 pela Prefeitura de São Paulo, que respectivamente foram transformadas no Museu da Marquesa de Santos e na Casa da Imagem. Pouco tempo depois um outro casarão há anos fechado foi restaurado pelo empresário Luiz Antônio, sendo inaugurado o restaurante Cama e Café São Paulo.

É bem nítido que se a prefeitura e o governo estadual se envolverem em mais instalações culturais pelo região mais coisas boas podem acontecer. Estas e outras iniciativas somadas trouxeram novos ares a rua Roberto Simonsen que está cada vez mais viva e bela.

Que os demais imóveis fechados desta rua sigam projetos semelhantes para que esta pequena via do centro histórico paulistano transforme-se em um exemplo para as demais.

Veja mais uma foto do edifício:

Foto: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Anna 02/06/2016 at 13:03

    Ficou lindo! Pena que aquela árvore não está mais ali…

    Reply
  • Elizete 02/06/2016 at 18:33

    Os empresários tem mentalidade melhor e mais arejada do que o alcaide…Deprimente! Envergonha até as arcadas da SanFran. Mas falta pouco prá cair fora, graças a Deus!

    Reply
    • Daniel Pardo 19/06/2016 at 22:29

      É só até Outubro Elizete… calma… é só até Outubro…

      Reply
  • nelson guimaraes 03/06/2016 at 12:23

    E lá se foi a arvore….

    Reply
  • Claudemir Mariano 25/06/2016 at 19:19

    Parece que a árvore em frente ao prédio, já era, né? Pena !

    Reply
  • Luciana 14/07/2016 at 12:24

    Que “restauro” é esse que passa uma tinta amarela e tira o pouco de verde que restava na região mais árida da cidade??

    Reply
%d blogueiros gostam disto: