A iconografia de uma cidade pode ser reconhecida de diversas maneiras. Desde a arquitetura tradicional de suas casas e edifícios, passando estações ferroviárias, viadutos e monumentos até fábricas. Trata-se de uma diversidade de elementos visuais que juntos formam a identidade de um lugar.

Em uma cidade como São Paulo, cujo tamanho e densidade é maior que alguns Estados do Brasil, é comum que muitos destes locais com alguma identificação visual interessante e de relevância para a cidade desapareçam.

O Departamento de Patrimônio Histórico (DPH) não dispõe de um número de funcionários suficiente para manter uma varredura constante pela cidade, em busca de locais  importantes para preservar e documentar. Com isso alguns locais perdem sua identidade.

Na altura do número 81 da Rua Adolfo Gordo, em Santa Cecília, há um grande galpão comercial que há muito foi uma fábrica e que cuja fachada apresenta um pedaço da história da cidade. Trata-se do endereço da antiga Serraria São Paulo, de Hercules Vicari & Filho.

Não fosse pelo que resta da fachada, onde boa parte do nome da empresa resiste, poucas pessoas lembrariam da existência desta empresa que por muitas décadas atuou na região. A Serraria São Paulo foi uma importante empresa do segmento de madeira (serraria) da região, e pertencia a Hercules Vicari & Filho. Abaixo, um pequeno anúncio da empresa publicado em 28 de agosto de 1942 no jornal O Estado de S.Paulo.

Aliás, o nome “S. Paulo” nos intrigava na fachada do imóvel  . Até aprofundarmos a pesquisa, não sabíamos se o nome significava uma alusão a cidade ou a empresa. Acreditávamos que a empresa chamava-se somente Hercules Vicari & Filho. Com o anúncio acima pudemos comprovar que a Serraria São Paulo era o nome da empresa. Parte das letras que completaria a palavra “serraria” já caiu da fachada, como é possível ver nas fotografias da galeria no final deste artigo.

Vista da antiga Serraria São Paulo na Rua Adolfo Gordo (clique na foto para ampliar).

A empresa hoje não está mais no local, mas existe uma empresa com um nome parecido, Vicari Indústria e Comércio de Madeiras, no bairro do Jaguaré em São Paulo. Não sabemos se trata-se do mesmo grupo. O fundador da antiga Serraria São Paulo, Sr Hercules José Vicari, faleceu em 1975.

Seria muito importante que ao menos a fachada fosse preservada e a parte que já caiu fosse reconstruída para que a história desta empresa não caia no esquecimento. Se você tiver mais informações sobre a Serraria São Paulo ou sobre a família Vicari, entre em contato conosco.

Veja fotos da fachada da Serraria São Paulo (clique na miniatura para ampliar):

Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento

Confira o mapa da região:

Visualizar São Paulo Antiga em um mapa maior

Conheça outros imóveis da Rua Adolfo Gordo:

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • nathalia viccari 28/10/2012 at 02:02

    eu nao sei se ajuda, mais a minha familia vicari viccari tem uma pagina no facebook
    https://www.facebook.com/vicarie.viccari

    Reply
  • denise erminio 08/11/2012 at 18:28

    Olá, sou sobrinha do Gilberto Vicari ( já falecido ) dono da Serraria Vicari. Hoje a Serraria é a Ind. Vicari do Jaguaré herdada pelas suas três filhas.Atenciosamente Denise

    Reply
  • Laila Guilherme 19/11/2012 at 12:24

    Há uma fachada em situação semelhante – ou pior, já que o prédio foi demolido – na rua João Antonio de Oliveira, na Mooca. Era de uma fábrica de parafusos. Por enquanto a fachada está preservada – pelo menos até outro dia.

    Reply
  • ALEXANDRE 15/01/2013 at 14:21

    Lembro bem desse prédio quando na infância frequentava a feira livre que existe no local,lembro que sempre me chamou atenção esse prédio pela suas inscrições da empresa que havia lá.Mas a 20 anos atrás ele já estava fechado mas sua fachada estva um pouco melhor e as inscrições eram legiveis e completas.

    Reply
  • Roberto Migani 21/10/2013 at 07:38

    Este galpão na Rua Adolfo Gordo será demolido para construção de edifícios residencias.

    Reply
  • Júlia Macedo 20/05/2015 at 01:53

    Olá Douglas.
    Estou fazendo um trabalho sobre uma fábrica de cerâmica em Guaratinguetá, e encontrei na sua página muitas fotos de fábricas com características semelhantes, que gostaria de incluir em meu trabalho. Posso incluí-las? Me diga por gentileza como gostaria que seu nome fosse referenciado. Obrigada! Júlia.

    Reply
  • Solange Mancini 21/05/2015 at 20:49

    Meu pai trabalhou por mais de 25 anos na Vicari S/A ind. e com. de madeiras – Serraria São Paulo e nós morávamos nos fundos da fábrica instalada no Jaguaré, conheci seu Hércules, seu Gilberto, me lembro do dia em que faleceu dentro do escritório da fábrica (no Jaguaré) creio ter sido um enfarte fulminante, conheci também Dona Eda, esposa de Gilberto e as três filhas do casal: Lei a, Clélia e Vera.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: