Muitos arquitetos do passado tinham o hábito de colocar na fachada o ano da construção do imóvel. Entretanto, acredito que poucos fizeram isso com tanto alarde quanto o que projetou este belo sobrado de Sorocaba.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Construído em 1937, este imóvel de uso misto é uma das mais interessantes construções antigas de Sorocaba. Todo em art déco,  ostenta bem no centro da fachada, sobre a sacada, o ano da inauguração. É impossível passar pela rua 15 de novembro, bem no centro da cidade, e não parar para admirar este belo sobrado. Aliás, não são poucos os imóveis antigos de Sorocaba que são em art déco.

Infelizmente não há uma política de educação patrimonial municipal ao proprietários e inquilinos de construções como esta, que são símbolos da cidade, e infelizmente acabamos vendo um verdadeiro desrespeito ao patrimônio histórico. Apesar de estar muito bem conservado e com uma bela pintura em tom marrom na porção superior, a porção térrea não tem a mesma sorte. No canto esquerdo não só pintaram de cinza como modificaram a entrada ao piso superior. Já na área central, onde funciona uma venda, tiveram o despropósito de pintar de amarelo, isso sem contar o toldo que não combina com uma fachada tão elegante.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Muitas vezes essas alterações descabidas são feitas não por má intenção, mas por total desconhecimento do valor arquitetônico do imóvel. É ai que cabe a atuação da Secretaria de Cultura de Sorocaba em orientar os proprietários e/ou inquilinos no sentido de evitar que isso ocorra. Tenho certeza de que se o imóvel estivesse todo pintado em uma única cor, condizente com o estilo da construção, este belo sobrado não só chamaria muito mais a atenção de quem passa pela rua, mas tornar-se-ia um importante ponto turístico da cidade, pela sua forma peculiar, atraindo também mais clientes para a loja.

Abaixo, mais uma foto do sobrado.

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Marcia V A Torres 15/05/2014 at 12:30

    Douglas, concordo com vc, é uma pena o descaso com a conservação de patrimônio imobiliário histórico. Porém, consideremos. A região onde estão esses imóveis se deteriora. E os novos usuários, muitas vezes, não têm nem educação civil, nem histórica, muito menos recursos para um plano de conservação. Por que não sugerir a faculdades de arquitetura que os alunos projetem reformas para esses imóveis? Porque, como é o caso deste imóvel, ele foi pintado de amarelo, mas foi pintado, portanto houve interesse em fazer alguma conservação. Só não há orientação. Vc teria como influir nisso?

    Reply
  • Valeria Fulp 15/05/2014 at 20:48

    Muito interessante essa construcao deco, e acho que deveria ter sido mantida intacta, sem aquela pintura azul e amarela horrorosa, que os comerciantes escolheram para seus negocios. Acho que tudo e’ uma questao de estar escrito no contrato….ou mantem o respeito pela historia e arquitetura, ou cai fora….. Uma pena….

    Reply
  • nazarethlmperes 15/05/2014 at 21:52

    No comecinho da Av. Sapopemba, perto de onde moro, há uma casinha com a data 1922.
    Tentei fotografar, mas está tão descaracterizada que dá pena! Não ficou um a foto boa.
    Faz uns 40 anos ou mais, que não vou a Sorocaba!
    O sobrado art déco ou art nouveau é lindo!

    Reply
  • Dolores Coutinho 17/05/2014 at 22:30

    Este não é o único caso em Sorocaba. Hoje este prédio é ocupado na parte cinza por um restaurante e na amarela por um bar popular.

    Reply

Comunicado importante aos leitores e leitoras do São Paulo Antiga

Neste momento estou enfrentando um período de muitas dificuldades para manter o site no ar, com a possível saída de nosso patrocinador institucional.

 

Preciso da sua colaboração para que o site não encerre suas atividades em 1 de julho de 2018.

 

Faça uma doação ou assinatura mensal no site São Paulo Antiga, através da plataforma APOIA.SE

 

Desde já muito agradecido,

Douglas Nascimento, autor e editor