Um dos meus bairros prediletos em São Paulo, o Ipiranga, é uma ótima região da cidade repleta de casas e casarões antigos, ruas largas e muita história. Afinal, o bairro é o berço da Independência do Brasil.

E a cada residência antiga que descubro por ali, fico ainda mais encantado com o bairro e com o carinho que seus moradores dão para suas casas. Muitas delas bastante preservadas.

É o caso deste simpático sobrado:

clique na foto para ampliar

Como não ficar encantado com tão bela construção ? Localizada na Rua Lorde Cockrane, não tem como deixar de notar esta casa incrível construída bem no meio do quarteirão entre as ruas Costa Aguiar e Bom Pastor.

Erguida na primeira metade do século passado, a residência tem vários detalhes que a fazem muito especial. A começar pelo estado impecável de preservação que se encontra e pela ótima escolha de cores da fachada, um tom de areia com detalhes em verde escuro e também em branco.

No andar superior do imóvel, o primeiro detalhe que me chama a atenção é o pequeno nicho no frontão, logo acima das janelas. Ali repousa a imagem de Nossa Senhora das Graças. Esses pequenos altares ou capelinhas são bastante comuns em residências antigas, onde a devoção católica era exposta já na entrada da casa. Atualmente com uma pluralidade religiosa maior, muitas destas capelas ficam vazias quando se trata de residência outrora de católicos e atualmente ocupados por professantes de outra ou de nenhuma religião.

Na foto destaque para a capelinha e as janelas separadas por uma coluna.

Logo abaixo do altar duas pequenas janelas do que aparenta ser um quarto, sendo que estão separadas por uma pequena coluna salomônica entre elas. A opção de pintar a coluna e base dela de verde deu um grande destaque à área.

No lado direito ao das janelas uma pequena varanda onde podemos notar os cobogós pintados também de verde. Sob a tal varanda está a entrada casa, que também comporta a entrada de veículos. Uma outra garagem fica do lado esquerdo.

Soma-se toda esse esmero com a construção uma calçada bem cuidada e sem obstáculos e temos uma residência perfeita, não é mesmo ? O que você achou dela ? Comente!

Veja mais fotos da casa:

Atualização – 26/10/2018
De acordo com seu atual proprietário Laurindo Ayres, a casa foi construída há mais de 100 anos por seus avós, Bianca Maggie e Parise Puccetti.
Informações atualizadas com a colaboração dos leitores: Laurindo Ayres, Flávio Simões Lopes e Lucio Gomes Machado. A todos vocês meu muito obrigado!

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • andre santana 25/10/2018 at 19:27

    Muito linda mesmo,chega até emocionar a gente…Será porque deixaram acabar com tanta arquitetura bela para dar valor à outras sem charme e sentido???Adorei!!!

    Reply
  • JORGE ROBERTO COELHO FERREIRA 25/10/2018 at 19:49

    De extremo bom gosto a fachada e as cores escolhidas. Praza Deus que os vândalos demorem a lhe por os olhos. Quanto a imagem, creio (sem certeza absoluta) que é uma Nossa Senhora da Conceição

    Reply
  • LUCIO GOMES MACHADO 25/10/2018 at 20:00

    Douglas,
    Uma pequena correção:: o elemento que você aponta é um nicho. Altar é a mesa que serve ao culto e retábulo é o elemento vertical que fica atras do altar.
    Parabéns pelo site.

    Reply
    • Douglas Nascimento 26/10/2018 at 10:56

      Tem razão Lucio, tinha me esquecido do nome. E olha que na casa da minha mãe tinha um com a Nossa Senhora de Aparecida. Vou corrigir!

      Reply
  • Bolívar Pinta Júnior 25/10/2018 at 20:35

    …/… excelente registro !

    Reply
  • Elizete Torres 25/10/2018 at 21:58

    Um mimo! parabéns aos moradores pela preservação…..

    Reply
  • Laurindo 26/10/2018 at 00:06

    A Santinha é Nossa Senhora da Graça
    Quem vos fala é o proprietário da referida residência
    Foi construída a mais de 100 anos
    Pela minha nona Bianca Maggie
    É seu marido Parise Puccetti
    Uma das primeiras casa da referida rua
    Sou o neto . Caçula
    Laurindo Rolim Ayres
    Cuido do referido imóvel com muito carinho
    e respeito a memória de meus antepassados
    Agradeço de coração a forma com que falou da referida residência

    Reply
    • Douglas Nascimento 26/10/2018 at 10:57

      Olá Laurindo, como vai ? Muito prazer! Feliz em ler seu comentário aqui.
      Vou colocar o nome da santa no texto, obrigado pelo lembrete.

      Reply
  • Flávio Simões López 26/10/2018 at 06:25

    Eu conheço essa casa, pois morava na minha infância praticamente ao lado. Nela mora até hoje meu amigo de infância Laurindo Rollin Ayres. No fundo a uma outra casa terrea muito espoçosa e tbem muito bem cuidada. Onde hoje é a garagem antigamente era o Bazar e Armarinho do Sr. Parizze Puchet, antigo proprietário e Avó do meu Amigo. Que bela recordação.

    Reply
  • Clarice Spoladore Ferreira dos Reis 26/10/2018 at 07:12

    Um dos mais belos q já vi! E muito bem preservado, até nos detalhes!

    Reply
  • Valeria fulp 26/10/2018 at 09:36

    Uma graça essa residência .
    Parabéns aos seus proprietários que demonstram orgulho , respeito e carinho pelo histórico dessa obra de arte ……

    Reply
  • Tânia 26/10/2018 at 10:32

    Que lindo! Adoro o bairro do Ipiranga, onde eu nasci e passei minha infância e juventude! Hoje moro no interior do estado, mas nunca me esquecerei do bairro! Parabéns pelo belo trabalho!

    Reply
  • Fernando Teixeira da Silva 26/10/2018 at 11:00

    Sem dúvidas é de cair o queixo

    Reply
  • Carlos A. Castilho 26/10/2018 at 14:46

    Esse bairro é mesmo incrível. Uma casa com mais de cem anos, perfeitamente preservada e ainda com a mesma família? Coisas do Ipiranga!
    Parabéns ao Sao Paulo Antiga pela matéria e aos proprietários do imóvel pelo exemplar respeito à memória, tanto da própria família, quanto à do bairro e a do Brasil.

    Reply
  • JORGE ROBERTO COELHO FERREIRA 26/10/2018 at 15:26

    Parabéns Laurindo ! No gênero, sua casa é uma das mais bonitas já apresentadas pelo Douglas. Obrigado pelo esclarecimento do nome da santa.

    Reply
    • Marcelo 29/10/2018 at 15:50

      Em Campinas demoliram há muito tempo atrás uma que tinha uma imagem de Nossa Senhora do Rosário.

      Reply
  • resiak74 27/10/2018 at 14:06

    Residência muito bem cuidada e preservada, parabéns ao proprietário! E que bacana que ainda permanece com a família! Infelizmente muita coisa do Ipiranga já se foi, como podemos ver aqui mesmo no SPAntiga. Havia uma casa bem interessante na rua Clemente Pereira, 64, mas deu lugar a um prédio, pelo Google Street View dá pra se ter alguma idéia nas imagens de 2010.

    Reply
  • Marcelo 29/10/2018 at 15:48

    Olá, Douglas, a imagem é de Nossa Senhora das Graças.

    Reply
  • Ezã Magna Mendes Cardozo Silva 30/10/2018 at 12:08

    Parabéns Douglas! Adoro ler suas matérias, que atiçam minha curiosidade de conhecer os locais citados.

    Reply
  • Antonio Élcio 06/11/2018 at 08:02

    O Histórico bairro do Ipiranga é realmente merecedor desse tipo de preservação arquitetônica. Parabéns ao sr. Laurindo proprietário conservador do imóvel, e também ao jornalista Douglas pela bela reportagem.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: