A Pedro Taques é uma rua que faz a ligação entre as ruas da Consolação e Bela Cintra. Apesar de não ser extensa, esta via tem alguns imóveis antigos interessantes, como estes dois que abordaremos aqui, sendo que um deles, até meados de julho foi endereço do aconchegante bar Drosophyla.

O Drosophyla estava no imóvel à direita (clique na foto para ampliar).

O Drosophyla estava no imóvel à direita (clique na foto para ampliar).

Entretanto, mesmo pequena, a rua já despertou a atenção das incorporadoras e alguns imóveis já haviam sido demolidos para dar lugar a um grande edifício próximo às duas casas. Infelizmente, agora chegou a vez dos imóveis dos números 80 e 84.

O vizinho do Drosophyla, no número 84

O sobrado do número 84, possivelmente centenário, já estava sem o telhado no andar superior, que havia desabado parcialmente. Assim, as chuvas entravam no imóvel que em virtude disso teve seu andar superior parcialmente comprometido. Como estava fechado há pelo menos cinco anos, é bem possível que ele já tinha sido adquirido pela incorporadora, enquanto negociava-se a compra dos outros dois vizinhos, um de cada lado.

Apesar disso, era visível que o imóvel ainda poderia ser recuperado e voltar a ser uma residência, ou mesmo um ponto comercial, mantendo a estrutura original. Mas quem consegue hoje em dia recusar oferta de construtora, que oferece ofertas muito difíceis de serem batidas ? Evidente que esse preço alto é repassado aos compradores do futuro empreendimento, mas o paulistano, sempre deslumbrado com seus novos apartamentos com varanda gourmet parecem não se importar muito com isso. Uma pena!

Foto: Gabriela Gonçalves

Foto: Gabriela Gonçalves

O Drosophyla em breve será reaberto em outro endereço. Espero que sigam o mesmo bom gosto que tiveram quando ocupavam a casa da rua Pedro Taques.

Veja mais fotos deste imóvel (clique na miniatura para ampliar):

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Fátima 04/01/2012 at 16:36

    Seria bem interessante ver fotos dos casarões por dentro. Moro em Macaé RJ, mas fui criada num cortiço na rua Tamandaré 941, saí de lá ainda menina, mas lembro bem do cheiro da madeira de uma escada enorme que ligava o terreo ao piso superior (onde provalvemente eram os quartos) lembro dos pisos e azulejos muito antigos, do porão, dos lustres … Saudade do lugar.

    Reply
    • Maria da Gloria Bach Goncalves 03/09/2014 at 17:56

      Fatima, moro em Rio das Ostras, apesar de ser Paulistana.
      Vejo e muito me interesso pelos imoveis antigos em Macae.A rua Tamandare, eh muito antiga, mas durante minha meninice, andavamos por ela, para chegarmos a casa de alguns parentes.Os azulejos talves portugueses nao eh? bem como o piso. Legal.

      Reply
  • Jefferson Eduardo 19/04/2013 at 13:08

    É uma lástima, mesmo!

    Reply
  • Eduardo 17/07/2014 at 09:24

    passei na frente deste imóvel ontem e fiquei sabendo que serão demolidas as três casas que aparecem na foto para dar lugar a mais um empreendimento. Mais um crime contra a história da cidade! é uma pena.

    Reply
  • Luiz 03/09/2014 at 17:06

    Adquiri meu imóvel recentemente… mas me certifiquei que no lugar onde será construido existia uma empresa que faliu.. .assim, não foram eles da incorporadora que demoliram.

    Reply
  • Luiz 03/09/2014 at 19:23

    Huuumm esse meu post apressado ficou ruim, gente. Podem substituir por este? => Antes de adquirir meu imóvel na planta, recentemente, certifiquei-me de que ali havia uma empresa e não casas antigas… assim, não foi a incorporadora que demoliu tais casas antes ali existentes.

    Reply
  • Carlos Gama 04/09/2014 at 09:50

    Douglas, transcrevo um trecho de crônica escrita no ano passado, por conta do que acontece aqui, em Santos: “pó que, com certeza revoa de cada uma das centenas de torres de concreto que ainda vão sendo erguidas sob o silêncio alheio dos abstratos… “

    Reply
  • Izete Eliete 05/09/2014 at 10:04

    nossa que saudades morrei ate 2003

    Reply
  • Helder 30/01/2015 at 19:24

    O Drosophyla reabriu na rua nestor pestana. Devemos dar os parabens aos proprietarios deste bar pois reabriram em um casarão muito bonito e estão mantendo as caracteristicas originais.

    Reply
  • danielpardo2015 03/03/2015 at 22:12

    Tudo em nome do “gramú”…

    Reply
  • Cris 22/04/2015 at 13:22

    Ola
    como parte da familia Drosophyla me emocionei com esse artigo, esse casarão foi palco de momentos incríveis que ficarão para sempre em nossos corações. Nós voltamos e com mais amor às edificações antigas, estamos em um casarão tombado e maravilhoso dos anos 20 que restauramos como um presente à cidade de Sao Paulo. Nos acreditamos que um dia os valores serão maiores nessa cidade. Venham noa visitar.
    Drosophyla Madame Lili
    R. Nestor Pestana 163- Consolação

    Reply
  • Viúva do Drosophyla | Entre Aspas 05/09/2015 at 12:06

    […] surpresa veio em julho do ano passado, quando foi noticiado que o sobrado seria demolido para a construção de (mais) um edifício. Foi triste não só pelo valor histórico. Junto com o sobrado, ia embora vários bons […]

    Reply
%d blogueiros gostam disto: