Sobrado do bairro do Pari é o último sobrevivente de sua rua e foi praticamente "engolido" pelas novas construções vizinhas.