Em 1945 o governo estadual encomendou um relatório para saber como se apresentavam os prédios das escolas de São Paulo. O resultado, um tanto trágico, mostra a baixa qualidade que já enfrentávamos 70 anos atrás.