Inaugurado em 1929 e projetado pelo mesmo engenheiro do Theatro São Pedro, o Oberdan foi um dos mais importantes cinemas paulistanos e do Brás, mas com sua história marcada pela tragédia.