O cenário de crise econômica, alta inflação e crescimento dos índices de desemprego têm causado uma substancial diminuição no número de vendas de imóveis em todo o Brasil. Em São Paulo, a cidade economicamente mais expressiva do país, não foi diferente. Com as vendas em queda, as construtoras e imobiliárias têm apostado em soluções criativas para alavancar as saídas e evitar o prejuízo.

clique na foto para ampliar

Santa Cecília e arredores (clique na foto para ampliar)

Apesar de os números ainda serem muito inferiores aos dos últimos anos – que marcaram um aumento astronômico nos preços de imóveis em todo o Brasil –, São Paulo experimentou, no mês de outubro, um crescimento no número de vendas de imóveis.

Razões para o crescimento das vendas de imóveis em outubro

Construtoras, vendedores autônomos e corretoras têm se utilizado de diversos expedientes “criativos” para desencalhar os imóveis e fugir do prejuízo. São esses métodos de conquista dos clientes que vêm permitindo um gradual aumento na saída de propriedades imobiliárias.

Alguns dos métodos utilizados são:

  • Descontos substanciais, que podem chegar a 50% do valor original do imóvel;
  • Participação em sorteios;
  • Pacotes de viagens e carros zero quilômetro, etc.

A necessidade de “desencalhar” os imóveis tem feito com que imobiliárias e construtoras rompam a barreira dos descontos. No momento de alta do mercado imobiliário, um desconto na compra de imóvel raramente passava de 5%; hoje, é possível encontrar imóveis com descontos de até 50%.

clique na foto para ampliar

Perdizes (clique na foto para ampliar)

Preço do metro quadrado em São Paulo subiu

O mercado imobiliário na cidade de São Paulo vem seguindo na contramão das tendências apresentadas em outras regiões do país, com um movimento de alta no preço do metro quadrado.

Segundo o site Agente Imóvel, a alta acumulada é de 4% no ano, enquanto o índice FipeZap aponta um aumento de 2,5% no preço médio dos imóveis à venda anunciados na capital paulista.

Apesar disso, ainda é possível encontrar excelentes oportunidades de apartamentos à venda em São Paulo. Um bom meio para encontrar ótimos imóveis na capital paulista é procurando por imóveis usados, onde os descontos podem ser bastante expressivos.

Momento é propício para investir em imóveis

Mesmo com o cenário de crise econômica e de uma generalizada falta de recursos para a “família-média” brasileira, o atual momento é propício para quem deseja investir em imóveis ou realizar o sonho da casa própria.

Apesar de o metro quadrado em São Paulo ter apresentado alta, os grandes descontos oferecidos por construtoras, imobiliárias e vendedores autônomos têm facilitado a vida de quem procura apartamentos à venda em São Paulo.

Além disso, é importante destacar a alta flexibilidade nas negociações. É possível encontrar um preço que, embora já esteja consideravelmente baixo, ainda possa ser diminuído. É tudo uma questão de conversa!

A grande verdade é que ninguém deseja ficar com imóveis encalhados, e nesses momentos, um vendedor pode estar disposto a fazer qualquer coisa para conseguir uma venda.

Utilizar sites imobiliários para encontrar boas ofertas de imóveis pode ser uma boa ferramenta, pois essas páginas permitem encontrar propriedades imobiliárias em diversas regiões.

About the author

Deixe um comentário!

Comments

  • Santos 19/11/2015 at 19:46

    Descontos de até 50% não são descontos, mas sim a adequação do valor cobrado à realidade dos imóveis, do mercado e da economia… Tem que negociar mesmo o valor e, se ainda permanecer caro, não comprar.

    Reply
    • Luiz Henrique 23/11/2015 at 11:56

      Está certo.

      Reply
  • Luiz Henrique 23/11/2015 at 11:55

    Correto.

    Reply
  • elimarquine 30/11/2015 at 16:30

    Notícias com “o momento de investir é agora” ou “as vendas cresceram” é coisa de corretor, e conheço poucas pessoas que sabem menos de mercado imobiliário do que corretores.

    Me indique uma pessoa que está segura o suficiente com o emprego pra entrar num financiamento, ou que vai se desfazer de casa própria agora pra comprar um apartamento. Ande pelas ruas e avenidas que o número de placas de “aluga-se” e “vende-se” estão alcançando a estratosfera. Ninguém tem dinheiro não. Postos de trabalho fechando, risco de demissão, sem seguro desemprego… reajustes e aumentos de preços em todo canto. Não sei realmente. O momento é bom pra abandonar tudo, comprar uma chácara, aprender a pescar, criar galinha, plantar e só.
    Todos temos que entender que poucos números positivos de um ano pro outro, ou de um mês pro outro não significam crescimento, e sim que está sendo suado manter o desempenho que te deixe um pé atrás de um penhasco de prejuízo.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: