Nas andanças semanais que faço por São Paulo em busca de mais construções interessantes para mostrar para vocês aqui, cheguei a uma área da zona sul que ainda tinha explorado muito pouco. A região de Vila Marte, Vila Moraes, Vila Brasilina e o Moinho Velho, onde encontrei esta casa curiosa.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Esta residência verde tem um estilo bastante peculiar, que não encontrei em nenhum outro imóvel em minhas andanças por São Paulo e interior do Estado. Trata-se de uma casa possivelmente oriunda da primeira metade do século 20. De fato uma arquitetura muito interessante.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

É possível observar que a área onde está a entrada principal da casa, não era isolada por grades inicialmente. Havia apenas um gradil baixo que servia mais de apoio do que de segurança, e posteriormente foi colocada uma segunda grade sobre a mais antiga, isolando o vão. Tiveram o cuidado de ao menos escolher uma grade bonita, cujos raios acabam por ornar com a fachada.

Detalhe da fachada (clique para ampliar).

Detalhe da fachada (clique para ampliar).

Apesar da pintura um tanto desgastada, a casa apresenta-se muito bem conservada e com todos os seus detalhes originais preservados.

Abaixo uma fotografia da janela, reparem no caprichoso detalhe na parte superior:

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Sobre o autor

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, é presidente do Instituto São Paulo Antiga e membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP).

Deixe um comentário!

Comentarios

  • luis a. f., de arruda miranda 15/08/2014 at 12:51

    Realmente, trata-se de uma casa bonita, embora a grade da varanda mesmo sendo bem trabalhada, a meu ver, enfeia o imóvel, embora tal proteção seja indispensável na atualidade. A grade deve ter sido colocada dos anos 60 para a frente, porém, não posso deixar de notar que esse capricho em termos de serralheria não existe mais atualmente. Acho muito interessantes essas perguntas sobre quem teriam sido os primeiros moradores, como seria o local nessa época. Costumo sempre fazer este exercício mental, mormente diante de construções mais antigas ou mesmo ao ver peças, utensílios e equipamentos expostos em Museus. É curioso porque assim como olhamos para o passado, com um misto de condescendência e sentindo-nos de certa forma superior, penso que a galera do futuro também olhará para nós – que do ponto de vista do futuro, já somos passado, rs. Parabéns pelo trabalho. Abração. Shalom Aleihem! Paz Profunda!

    Reply
  • priscila 17/08/2014 at 22:17

    Os primeiros moraores sao pais fos moradores de hj! 😉 conheco essa familia! 😉

    Reply
  • Rebeca 25/08/2014 at 11:23

    Que bonita! Mas a grade dá a impressão que vai morder a gente…

    Reply
  • danielpardo2015 01/03/2015 at 22:02

    Esqueceu de falar em qual rua do Moinho Velho esta casa está.

    Reply
    • Douglas Nascimento 02/03/2015 at 11:46

      Foi omitido a pedido dos proprietários, Daniel

      Reply
      • Flávio Adjuto 10/06/2015 at 15:00

        Fala que é uma travessa da Rua Elba…rsrsrsrs….e Daniel, venha dá uma volta nesse bairro. Há muita casa antiga.. Douglas, eu moro nesse bairro desde 1971, conheço outros imóveis extremamente antigos e que pouco mudaram, se você quiser, eu te passo umas dicas ou fotos…inclusive, da minha antiga casa com o famoso antes e depois…abraços…
        Acho ótimo o seu trabalho

        Reply
%d blogueiros gostam disto: