Quase um mês depois da publicação do último Diário da Obra, estamos aqui com mais uma etapa, mostrando pra você o andamento dos trabalhos.

Infelizmente, por conta da quarentena, as obras deram uma reduzida na velocidade mas não pararam totalmente já que por ser a fase de azulejar e pintar o andar superior, apenas uma pessoa está indo de carro e voltando.

Porém logo tudo – esperamos – voltará a normalidade para todos nós.

clique na foto para ampliar

Primeiramente tivemos a instalação da nova parta balcão. A original, da década de 1950, estava completamente podre devido à ação de cupins e não tinha a menor condição de ser reaproveitada.

Com isso encomendamos uma nova e exatamente igual em uma loja da rede Madel e agora com as obras do telhado devidamente concluídas foi possível já deixá-la no lugar. Os próximos passos serão o tratamento da madeira, pintura e colocação dos vidros que possivelmente serão do estilo “martelado”.

clique na foto para ampliar

Também começamos a instalação do novo piso que substituiu os tacos. Anos e anos de inquilinos levaram boa parte dos tacos originais a se perderem e o que sobrou ou estava tomado por cupins ou danificado. Por uma questão de custo e praticidade na limpeza optamos pelo piso frio imitando madeira e gostamos muito do resultado.

Outra coisa que fizemos foi um ligeiro “afinamento” nas paredes onde se encontra a escada pois ela era muito estreita. Tivemos um ganho de uns 3 centímetros de cada lado.

Foi também removida a antiga porta que dava acesso da rua ao andar superior, já que o imóvel foi unificado e não haverão duas portas de entrada, o acesso se dará pela nova porta.

clique na foto para ampliar

E que inclusive já foi entregue para nós na semana passada (veja foto acima). A nova porta foi feita sob encomenda na ótima Marcenaria Antigão, que fica localizada em Atibaia.

Deixamos aqui um agradecimento à marcenaria pelo excelente atendimento e atenção conosco e recomendamos muito o lugar. A nova porta já está com as grades e também com todas as ferragens e trancas devidamente instaladas.

Marcenaria Antigão – Rodovia Fernão Dias Km 47 (sentido de Belo Horizonte), Bairro do Rosário, Atibaia – Telefofone & WhatsApp (11) 94341-6966.

clique na foto para ampliar

A instalação do piso no andar superior já está concluída. A foto acima mostra o ambiente ainda sem os rodapés que também já foram instalados. Como o lugar ainda está um tanto quanto empoeirado não dá pra ver tão bem nas imagens mas o piso combinou bastante.

Agora começa a pintura das paredes e o nivelamento e impermeabilização da parede que foi deixada com tijolos aparentes e inicia-se também as etapas finais do andar superior, com instalação de portas e batentes, novos vidros, forro e o azulejamento do banheiro.

clique na foto para ampliar

E é justamente o banheiro o ambiente que curiosamente nos deixa mais ansiosos por aqui. Pois nele optamos por reformá-lo mantendo o estilo retrô sendo assim caracterizado com azulejos em estilo antigo nas paredes, louças (pia e vaso) de época comprados em loja de demolição e o piso será hidráulico (foto acima), adquirido novos na tradicionalíssima Fabrica de Ornatos Nossa Senhora da Penha.

Se as condições financeiras permitirem teremos mais o banheiro do andar inferior também com piso hidráulico e mais um ambiente (ainda segredo) também com o mesmo revestimento.

clique na foto para ampliar

Por fim agora começamos a voltar nossas atenções ao piso térreo. E aqui será uma obra um tanto quanto mais rápida pois não teremos o longo trabalho de telhado, que foi o que mais tomou tempo no andar superior.

Basicamente será a remoção do forro que já tiramos uma porção para observar a situação da laje (foto superior e inferior), retirada de diversas paredes para abertura do ambiente para a criação da cozinha técnica, sala de aula e área de exposição, além de um banheiro acessível e reserva técnica nos fundos.

clique na foto para ampliar

E originalmente não havia esse estuque. Isso por que o térreo foi concebido para ser um ponto comercial e assim foi por ao menos 15 anos.

De acordo com Marlene do Nascimento, mãe do editor do site, e que morou lá desde o nascimento até se casar em 1966, aos vinte anos de idade, o primeiro comércio que funcionou ai foi a quitanda de sua avó Maria Lucrécia, falecida em 1957.

Depois disso foi alugado algumas vezes e depois adaptado para servir como uma residência.

A nossa ansiedade em ver tudo concluído é muito grande! Aguarde em breve mais um diário da obra. Abaixo um breve tour pelo piso superior:

As obras são tocadas com nossos parcos recursos, se você puder e quiser colaborar conosco será de grande ajuda. Para isso você pode assinar nossa “vaquinha” mensal no Apoie-se ou então nos contatar para fazer um donativo avulso. Pode ser feito por Paypal, PagSeguro ou mesmo depósito em conta bancária. Se esse for seu desejo, contate-nos.

Caso queira acompanhar nossa evolução desde o primeiro “Diário da Obra” clique aqui.

Sobre o autor

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, é presidente do Instituto São Paulo Antiga e membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP).

Deixe um comentário!

Comentarios

  • Paulo Clístenes Vieira da Silva 03/04/2020 at 16:54

    Pelo que se vê,está indo muito bem a reforma,e estejamos certos de que será conluída com êxito em breve!

    Reply
  • Elizete 03/04/2020 at 21:41

    Apreciei d+ ver o andamento da obra pois meu (falecido) avô era construtor junto com seus irmãos e construíram vrs casa na Mooca, fizeram escolas no interior, reformaram prisões e assim convivemos por muitos anos! Só merece elogios sua iniciativa, resgatando memória afetiva também….

    Reply
  • O Mochileiro 06/04/2020 at 09:24

    Parabéns pelo trabalho. Muito gostoso acompanhar o diário da obra. Tenha certeza que estamos todos ansiosos pelo resultado final! 🙂

    Reply
%d blogueiros gostam disto: