Uma excelente novidade para os fãs de quadrinhos está chegando ao bairro de Campos Elíseos. O Museu da Energia de São Paulo inaugura, em maio, sua Gibiteca.

Museu da Energia de São Paulo, na Alameda Cleveland (clique para ampliar)

Museu da Energia de São Paulo, na Alameda Cleveland (clique para ampliar)

Segundo Denis de Blasiis e Vivian Cinel, idealizadores do novo espaço, o objetivo é fornecer ainda mais entretenimento às crianças e adolescentes que diariamente visitam o museu. A entidade conta atualmente com cerca de 200 gibis e espera ir aumentando seu acervo através de doações.

Douglas Nascimento, editor do site São Paulo Antiga e colecionador de gibis desde a infância, doou para a nova Gibiteca cerca de 30 revistas para colaborar com o museu. Foram publicações principalmente do herói Fantasma e também do Pato Donald.

Divulgação

A colaboração do paulistano é essencial para a ampliação do acervo da nova gibiteca. Se você ai tem alguma revista em quadrinhos guardada e não está mais utilizando, vá ao Museu da Energia de São Paulo e faça uma doação. Você estará contribuindo para que muitos jovens tenham acesso a diversão. E aproveite para fazer uma visita ao museu, você não irá se arrepender!

Assista abaixo ao vídeo que fizemos com o pessoal do Museu da Energia:

Sobre o autor

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, é presidente do Instituto São Paulo Antiga e membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP).

Deixe um comentário!

Comentarios

  • Orlanda Maria Grespan de Faria 29/04/2015 at 18:53

    Belo trabalho Douglas, preservar a História é reviver um tempo que não volta mais. Parabéns, admiro muito o seu trabalho.

    Reply
  • SavianoMarcio 30/04/2015 at 23:31

    Aceita mangás?

    Reply
    • Douglas Nascimento 01/05/2015 at 08:01

      aceita sim!

      Reply
  • Emerson de Faria 03/05/2015 at 02:40

    O gibi foi a porta de entrada para o maravilhoso mundo da leitura para muitas pessoas na infância, inclusive eu, que era ávido leitor de gibizinhos. É pena que ele tenha perdido a guerra para o vídeo game e o computador.

    Reply
    • Alan Davis 10/06/2015 at 15:58

      Eu prefiro ver as coisas por um viés mais otimista, Emerson. Minha filha tem nove anos, tem o seu tablet e, ainda assim, tem dezenas de gibis. Curiosamente, seus preferidos são os do Chico Bento e Magali. Eu acredito que a “guerra” foi vencida – lá em casa pelo menos: quem perdeu foi a TV 🙂

      Reply
  • danielpardo2015 08/05/2015 at 15:54

    Hoje em dia eu não sou muito chegado em gibis, mas esse museu para quem gosta é como soltar um vampiro num banco de sangue. 😀 😀 😀 😀

    Reply
  • SavianoMarcio 13/06/2015 at 13:26

    Cabei de doar uns 300, 400 mangás agora a pouco.

    Tinham que ver o sorrisão do pessoal, principalmente da loira com belos olhos azuis, hehe.

    Reply
  • Ilza da Silva 08/09/2015 at 10:25

    Tenho vários Tio Patinhas e gostaria de doar. Só tenho um problema moro na cidade de Vinhedo e não sei da
    maneira mais pratica de enviar-los, já tenho uma certa idade e fica difícil ir a São Paulo. Vocês tem alguma ideia de como poderia resolver essa questão? Desde já agradeço

    Reply
    • Douglas Nascimento 08/09/2015 at 11:39

      Olá Ilza como vai ? Estarei em Vinhedo no final do mês para um evento de cozinha típica paulista e se quiser posso ir retirar e entregar no museu.
      Depois peço para eles enviarem um termo de doação para o vosso email. O que acha ?

      Reply
  • Ling 17/07/2016 at 22:05

    Ola, ainda estao aceitando doacoes de gibis? Tenho uma caixa que mede 22x35x55cm, repleta de gibis. Estou no Brooklin, nao tenho como levar a caixa ate o Museu.

    Reply
    • Douglas Nascimento 18/07/2016 at 10:34

      Aceitam sim. Eles não retiram pois não tem estrutura para isso, mas caso queira doar me comprometo a buscar pois estou sempre pelo Brooklin.

      Reply
%d blogueiros gostam disto: