Artigos

A fauna brasileira escondida na Catedral da Sé

Comments (7)
  1. Engraçado isso.
    O Cristianismo é uma religião mais filosófica que panteísta, mas em certos momentos existem referencias ao culto da natureza (Jesus como o Bom Pastor, o Cordeiro de Deus; o Natal no dia do solstício, etc..), e é bom que esse culto se adapte à natureza do Brasil, que é diferente da européia e da oriental. A Umbanda faz isso venerando os caboclos pena-verde, etc. além dos orixás. O artista que decorou as colunas fez muito bem em colocar animais da nossa fauna dentro da igreja.

    1. digo, mais filosófica do que *animista, na verdade. Escrevi errado.

      1. José Cascaiz Pequenino disse:

        É até certo ponto uma surpresa saber desses elementos da fauna brasileira na Catedral da Sé, já que foi construída na época de D. Duarte Leopoldo e Silva, primeiro Arcebispo de São Paulo, e um católico em grande parte tradicional…

        Claro que não se trata de coisa boa haver animais na Casa de Deus, uma vez que ela é a antessala da Glória Eterna, e o mundo natural, com flora e fauna, pertence apenas à realidade terrestre. Não há animais nem plantas no Céu. Tudo em uma Igreja deve nos voltar à realidade última, longe das fantasias animistas propaladas pelos delirantes esotéricos e espíritas de todos os jaezes.

        Francisco Leopoldo e Silva, irmão do 1º Arcebispo, e escultor responsável pelas estátuas de animais da Catedral da Sé, deu vazão mais ao seu lado artístico do que à fidelidade católica, e deveria ter sido advertido pelo deslize, e rejeitadas as esculturas. São impróprias a uma Igreja Católica, e representam o naturalismo que muito tempo antes de 1954 se insinuava entre os teólogos, mas que até então tivera voz apenas entre o clero progressista, que, felizmente, era minoria…

        Esta postagem me fez relembrar, e também refletir, sobre a gama de acontecimentos históricos que teve lugar na Catedral da Sé e em seu entorno. Muitas concentrações socialistas e comunistas ocorreram no local e, vergonhosamente, com o beneplácito de autoridades da Santa Igreja, mas infiéis a seus ministérios. Muitos padres marxistas, da “Teologia da Libertação”, foram vigários e párocos da Catedral da Sé, para horror de verdadeiros católicos. Até hoje a Catedral é um reduto dos zumbis da TL. E eles muito fizeram entre os anos 70 e 80 para amplificar as bandeiras iníquas de movimentos sociais de vanguarda que hoje um número crescente de pessoas – graças a Deus – reconhece como motivo de vergonha da história de nosso país, incluindo o superestimado episódio das “Diretas Já”, no qual, artistas, intelectuais e políticos progressistas, digo, rematados vagabundos, se reuniram contra o regime militar.

        Não menos importante foi a sacrílega Missa de Réquiem “ecumênica” pelo judeu Vladimir Herzog celebrada na Catedral. O assassinato de qualquer pessoa é uma tragédia, um crime, por certo, não questiono isso. Porém, estender homenagem a um pertencente a uma religião falsa, como é o judaísmo, incorre em ofensa a Nosso Senhor Jesus Cristo, e clama sua ira contra todos nós, batizados! Valei-nos, Virgem Maria!

        Como se pode perceber, a inclusão de animais na Catedral da Sé foi o prenúncio de maiores abusos, que de fato aconteceram nos anos vindouros. Todo movimento social de vanguarda, o marxismo em seus vários matizes, seja político ou religioso, são essencialmente anticatólicos. Em primeiro lugar anticatólicos, é bom que se diga.

        O comentador acima, relativista e sem critérios, repete a cantilena dos progressistas, e se coloca ao lado do que deveria recusar. É um desorientado! Diferentemente do que afirmado por ele, o cristianismo, cuja única expressão legítima é a Igreja Católica, baseia-se em um evento público e notório, e não em uma filosofia. É Jesus Cristo no Calvário o centro da fé, e também de sua filosofia, exarada posteriormente, mas tendo sempre o mesmo ponto de partida.

        E, embora este tema seja bastante importante e rico, infelizmente foi desenvolvido com menos cuidado do que se costuma encontrar aqui no ótimo site “São Paulo Antiga”… Mesmo assim, parabenizo os seus responsáveis pelo relevante e belo trabalho que é realizado. Prossigam, que 2017 seja muito produtivo!

  2. Muito interessante! Parabéns pela observação e pelas fotos! Aliás o site todo é de extremo bom gosto! Um abraço.

  3. ALDO JOSINO DA SILVA disse:

    QUE SAUDADE MINHA SÉ MUITAS BOAS LEMBRANÇAS DA QUELES TEMPOS DE PAZ .

  4. caio disse:

    Eu ja conheço de um tempo essas esculturas, porem vcs esqueceram de mencionar a existência delas no exterior da catedral, próximo do topo da catedral existem diversas outras esculturas que podem ser vistas das ruas ao redor !

Deixe uma resposta

Publicidade:

SP ANTIGOS

Nosso Instagram: @saopauloantiga