Uma visita nossa ao município paulista de Cubatão, revelou uma série de construções históricas pouco conhecidas não só do paulista em geral, como dos próprios cubatenses. Assim, apresentamos aqui o Largo do Sapo e agora trazemos a biblioteca da cidade.

clique na foto para ampliar

Localizada na Avenida 9 de Abril, a construção que abriga a Biblioteca Municipal Professor João Rangel Simões é um dos prédios históricos mais relevantes e antigos da cidade.

A edificação, inaugurada em 1936, foi inicialmente uma escola, o Grupo Escolar Júlio Conceição. Juntamente com a instituição de ensino funcionava também um posto de tratamento dentário, também pioneiro na cidade.

Na foto, a construção quando ainda era um grupo escolar

Além de grande importância para o ensino em Cubatão, o imóvel que abriga a biblioteca tem grande relevância na história da cidade. Foi lá dentro que começaram os debates sobre a emancipação de Cubatão, a época ainda ligada a Santos. A ideia do plebiscito surgiu dali e virou realidade em 17 de outubro de 1948, quando o sim venceu pelo placar de 1017 votos, com 82 votos contrários e 1 voto em branco.

Em 1958 a escola saiu do edifício e nos anos seguintes uma série de modificações tomaram conta do local. Ao fundo uma nova edificação anexa foi construída e na frente o muro foi removido, por conta do alargamento da avenida, que precisou readequar também as calçadas.

Detalhe da fachada (clique para ampliar)

Com a saída do grupo escolar o imóvel abrigou, entre 1962 e 1970, a sede da prefeitura cubatense. Na década de 70 o imóvel também abrigou o conservatório musical da cidade. A biblioteca só chegaria ao edifício em 1981.

O belo edifício, apesar de estar carente de uma nova pintura e um trabalho de restauro está bem preservado nas condições gerais. Tombado como patrimônio histórico e cultural da cidade desde 2007 o prédio abriga, além da biblioteca, o CONDEPAC órgão cubatense de defesa do patrimônio artístico e cultural da cidade.

Atualmente a biblioteca contém um acervo de cerca de 40 mil títulos.

Veja mais fotos:

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Walkiria Claudete Pintucci 02/03/2017 at 15:47

    Saudades de construções antigas.

    Reply
  • Nathalya 18/03/2017 at 09:07

    Quando vcs foram lá, pq essa biblioteca está há mais de um ano interditada… É um descaso

    Reply
  • Daniel Pardo 21/03/2017 at 20:53

    Eu, sinceramente, não fazia ideia que Cubatão tinha tantas construções belas, pois desde aquele trágico incêndio em Vila Socó, parece que a cidade só ficou marcada por aquilo (sim, eu estou ficando velho). Felizmente esse site está mostrando que a cidade não é só marcada por desgraças.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: