Um dos maiores e mais ricos acervos de memória empresarial do país, o Centro de Memória Bunge, completou recentemente 20 anos e convidou o São Paulo Antiga e outros veículos de comunicação para um café da manhã e visita ao acervo nesta quinta-feira, 28 de agosto, na sede da empresa em São Paulo.

Fundação Bunge - Clique na foto para ampliar

Fundação Bunge – Clique na foto para ampliar

Neste evento tivemos a oportunidade de conhecer todo o histórico da Fundação Bunge e as pessoas que são responsáveis em manter este grande acervo à disposição da população. O centro de Memória Bunge foi criado em 1994 com o objetivo de reunir, tratar e disponibilizar todo o patrimônio histórico da empresa no Brasil.

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação / Fundação Bunge

Durante a nossa visita ao Centro de Memória Bunge, foi possível conhecer o rico acervo da instituição e o grande esmero com que tudo é preservado, em um dos melhores centros de arquivos brasileiros.

O acervo tem a disposição documentos, manuscritos, fotografias, plantas, vídeos, materiais tridimensionais e até obras de arte.

Entre a vasta gama de materiais, chamou a atenção para nós do São Paulo Antiga, a grande quantidade de fotografias de indústrias paulistanas que pertencem ou perteceram ao grupo Bunge, como o Moinho Santista, Moinho Fluminense de São Paulo e Rio de Janeiro, Fábrica de Tecidos Tatuapé, além do acervo de muitas outras empresas do grupo espalhadas por outros estados brasileiros.

Outro grande destaque do acervo do Centro de Memória Bunge são as propagandas antigas de seus produtos, sendo que muitos deles marcaram época.

Fiação Santista / Unidade Belenzinho, hoje SESC (clique para ampliar)

Fiação Santista / Unidade Belenzinho, hoje SESC (clique para ampliar)

Todo este acervo está a disposição dos interessados em fazer pesquisa. Boa parte do material inclusive está a disposição através do próprio site da instituição.

No dia que precisar fazer alguma pesquisa seja sobre São Paulo, arquitetura ou mesmo publicidade, não deixe de visitar o Centro de Memória da Fundação Bunge. Nós mesmos iremos lá muitas vezes!

Para maiores informações, agendamentos e consultas, acesse: www.fundacaobunge.org.br/acervocmb/

Veja mais algumas fotografias de nossa visita:

Crédito: Divulgação

bunge3x

bunge4x

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Pedro Reis 29/08/2014 at 19:33

    Excelente registro. A Fabrica de Tecidos Tatuapé, virou Carrefour. Na última visita a São Paulo ainda restavam sinais da fábrica. A Fundação Bunge está de parabéns!!!

    Reply
  • Larissa Arruguetti 29/08/2014 at 20:06

    Puxa que legal que existe uma iniciativa e que ainda podemos ter acesso a esse material, seja por site ou pessoalmente! Por favor façam mais posta com o materiais de lá 🙂 para quem não pode acessar o acervo!

    um abraço a todos da equipe e Parabéns pelo site!

    Reply
  • luis a. f. de arruda miranda 30/08/2014 at 09:23

    Sem dúvida, são muito emocionantes essas visitas no Tempo. O meu saudoso e querido avô Edmundo trabalhou numa indústria, a Fábrica de Tintas e Vernizes Eklypse, sendo que depois de muita dedicação e esforço, acabou se tornando o seu proprietário, experimentando um grande crescimento econômico que durou até os anos 1970, quando ele ficou doente e o seu staff desgovernou e naufragou a barca. Ele chegou a fazer tinta para a impressão de cheques bancários e entre as Editoras suas clientes, estava a Abril Cultural. A fábrica ficou até essa época na avenida Lacerda Franco, entre o Cambuci e a Aclimação, tendo se mudado então para S. Caetano do Sul. Infelizmente não tenho documentos nem fotografias, pois teria muito prazer em ceder tal material a esse blog tão legal. Abração. Shalom Aleihem! Paz Profunda!

    L. Laam.

    Reply
    • framelis 16/07/2015 at 14:11

      Eu tive a oportunidade de trabalhar com seu avô em SCS, pois eu era naquele tempo colorista de tintas gráficos. Não podemos esquecer do saudoso Dr. Franz meu “mestre” em Química dos velhos tempos.

      Reply
  • Alexandre Fontana 02/09/2014 at 11:36

    Sensacional essa iniciativa da Bunge. Já dei uma olhada no site e assim que tiver tempo, aproveitarei p/uma consulta mais detalhada.

    Reply
  • framelis 16/07/2015 at 14:29

    Estive revirando a internet esta semana (15/07/2015) e encontrei uma foto magnífica da antiga Fábrica de Tintas Globo (Globo sa Tntas e Pigmentos) sediada em Mauá até o final dos anos 80 quando deu lugar aum Shopping Center.
    Eu trabalhei lá durante 7 anos como Supervisor Químico do laboratório de Controle da Qualidade e foi sem dúvida até hoje nos meus 60 anos a melhor empresa que trabalhei.
    Quem estiver interessado na fotografia pode me enviar um e-mail para ccamellini@yahoo.com que terei prazer em enviá-la.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: