No passado, quando o concreto ainda não era largamente adotado para residências, construir uma casa em terrenos acidentados ou com um grande declive era bem diferente do que vemos nos dias atuais. O jeito era construir os imóveis na parte baixa do terreno, deixando as construções muitas vezes invisíveis ao nível da rua.

Atualmente, com a farta disponibilidade e barateamento do concreto, isto é bastante raro. Porém, muitas das residências baixas antigas ainda estão por ai:

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Localizada na avenida Humberto de Alencar Castelo Branco – popularmente chamado de Anel Viário – em Guarulhos, esta casa é um belo exemplar das antigas construções que eram feitas abaixo do nível da rua.

Esta avenida onde a casa está, era o antigo leito do Trem da Cantareira e o imóvel fica cerca de 100 metros da antiga Estação de Vila Augusta. Embora fotos deste trecho da ferrovia sejam bastante raras, é possível ver uma imagem aérea da casa e arredores em meados da década de 80:

Foto: Divulgação

A casa é a segunda de cima para baixo (clique na foto para ampliar)

Chama bastante atenção desta casa o bom estado de conservação da residência, que possui um belo quintal. Hoje em dia, muitas destas casas perderam esta vista, já que muitos optam por erguer uma laje diante da casa para comportar uma pequena garagem (tal qual os imóveis vizinhos desta que abordamos aqui).

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

E você, tem alguma casa baixa bacana para indicar ? Deixe um comentário.

Na avenida Conceição, zona norte da capital paulista, há uma casa baixa bem interessante também.

ATUALIZAÇÃO 08/06/2017: Fomos informados que a casa não existe mais. Segundo o que foi dito por um leitor e posteriormente verificado por nossa equipe, a casa foi vendida e posteriormente demolida. No local funciona um estacionamento.

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Felipe Zardo 12/05/2015 at 14:30

    Douglas, aqui na Zona Leste, Vila Prudente, Parque São Lucas e arredores existem muitas mas muitas casas mesmo em que a fachada foi coberta pelas pastilhas iguais as que tem no prédio da Folha de São Paulo. Maioria dessas casas estão pichadas, mas vale a pena dar uma olhada

    Reply
    • danielpardo2015 12/05/2015 at 21:50

      Inclusive aqui na Vila é um dos poucos lugares onde a tal especulação imobiliária ainda não chegou com tanta violência.

      Reply
      • Felipe Zardo 13/05/2015 at 10:13

        Sim, você pode perceber que ainda há alguns casarões antigos, casas e prédios de épocas atrás num raio que chega mais ou menos até o Ipiranga

        Reply
  • Carla Silva 12/05/2015 at 19:55

    Linda esta casinha e seu jardim super bem cuidado! Aqui na Vila Formosa você encontra algumas casinhas assim, abaixo do nível da rua. Agora só consigo me lembrar uma na Rua Mandioré, altura do número 430.

    Reply
  • Grasiela 12/05/2015 at 22:21

    Tem algumas casas próximo minha rua que são parecidas citadas na matéria , rua Antonio de Oliveira , jd Paulista Itapevi

    Reply
  • Katia Maria Requena Duarte 13/05/2015 at 00:06

    Douglas essa casa é linda!!!!Aqui na região da Vila Guilherme existem outros exemplares de casas baixas localizadas próximas a empresa Vedacit no início da Av.Júlio Buono. Abraço e até mais!!!

    Reply
  • srforler 13/05/2015 at 15:21

    Curiosidade: Por que foram construídas abaixo do nível da rua?

    Reply
    • Carla Silva 14/05/2015 at 13:17

      Segundo o artigo, concreto era algo muito caro ou até mesmo não existia na época dessas construções p/ poder nivelar o terreno e construir ao nível da rua.

      Reply

Comunicado importante aos leitores e leitoras do São Paulo Antiga

Neste momento estou enfrentando um período de muitas dificuldades para manter o site no ar, com a possível saída de nosso patrocinador institucional.

 

Preciso da sua colaboração para que o site não encerre suas atividades em 1 de julho de 2018.

 

Faça uma doação ou assinatura mensal no site São Paulo Antiga, através da plataforma APOIA.SE

 

Desde já muito agradecido,

Douglas Nascimento, autor e editor