Hoje vivemos numa época em que a tendência do mercado são os apartamentos pequenos. Basta abrir os jornais, especialmente aos domingos, para encontrar anúncios de imóveis de 25 metros quadrados ou ainda menores.

Mas também houve uma época que a tendência também era de imóveis pequenos mas, ao invés de apartamentos, eram casas. Muitas destas casas, vendidas especialmente entre os anos 50 e 60, já foram reformadas e demolidas, mas rodando pelas ruas ainda encontramos algumas delas conservadas e bem charmosas.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Localizada no bairro guarulhense de Vila Augusta, essa simpática residência é a única a manter sua fachada original e preservada de um conjunto de 4 casas geminadas na rua Constâncio Colalilo. As demais, já sofreram algum tipo drástico de alteração, que vai desde um porta nova até cobertura para automóvel.

Vista dos imóveis vizinhos (Crédito: Google)

Vista dos imóveis vizinhos (Crédito: Google)

Casas como esta são cada vez mais raras hoje em dia. Os imóveis hoje abandonaram há muito tempo os muros e portões baixos e são cada vez mais isoladas da rua. Casa sem garagem ? São poucos os que aceitam. E os jardins então ? Muitas pessoas não encontram tempo para cuidar deles nos dias corridos do século 21.

Parece que a modernidade ao mesmo tempo que trás benefícios como medicina melhor e mais conforto, por exemplo, ao mesmo tempo nos sufoca. Entretanto pode passar quanto tempo for, casas como esta continuarão adoráveis.  Não é mesmo ?

Na rua Guaratinguetá, bairro da Mooca, também tem uma casa pequena muito bonita (clique aqui para vê-la).

Veja mais duas imagens desta residência:

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • henrique 26/11/2014 at 17:08

    Eu morei até 1972 na Rua Dona leopoldina, também na Vila Augusta , as casas eram assim , acho que algumas continuam da mesma maneira ..

    Reply
  • Rosana Bautista 26/11/2014 at 22:49

    Morro de curiosidade para ver dentro, sobretudo aqueles banheiros antigos e enoooooooooooooooooooormes rsrs Com bidê, lavatório grande com pé, azulejos até a metade da parede…Torneiras douradas…E quando o piso era de cerâmica sextavada? Um luxo rsrs Parabéns pelo projeto Douglas, pena que só dá pra fotografar por fora. Tenho acompanhado algumas construções fotografadas por vc e algumas delas tem muita foto do lado externo e, as internas ficam por conta da minha imaginação que parece não ter fim rsrs Abraços.

    Reply
  • flavia r s franco 27/11/2014 at 09:46

    Muito legal voltar no tempo, e imaginar a época em que não se necessitava de garagem….e que os vizinhos eram amigos ….

    Reply
    • Emerson de Faria 27/11/2014 at 11:08

      Verdade, saudades de tempos mais tranquilos e fraternos.

      Reply
  • Márcia Lopes 27/11/2014 at 11:34

    Lindas demais, sou encantada por essas casas antigas, os muros baixos e os jardins, eram encantadoras….

    Reply
  • vanialacerda2013 27/11/2014 at 13:05

    Apesar de terem sofrido algumas modificações, eu gostei do conjunto todo de casinhas! Acho que só são bonitas porque são um conjunto. Se essa casa preservada tivesse um edifício ao lado e um sobrado do outro, não seria tão bonita. Nesse conjunto, todas mantem os muros baixos, e plantas no quintal.

    Reply
  • ernani 27/11/2014 at 18:01

    Meu comentário é o seguinte: Acabaram com os jardins, com as hortas e árvores. As rua continuam cada vez mais asfaltadas e impermeabilizadas. Até nas ruas onde existem paralelepípedos, jogam asfalto por cima.
    Com toda essa modernidade nociva, os homens estão agredindo cada vez mais o meio ambiente, cooperando para a destruição do planeta.
    Acabou os grandes canteiros e praças. Não se vê por aí um pedacinho de terra se quer com flores e arbustos.
    Não vejo nem governo do Estado de São Paulo, nem prefeitura criar novos parques com grande vegetação.
    Em lugar dessas casas térreas e bangalôs tão bonitos, surgem de um dia para o outro, construções de edifícios com mais de 10, 15 e até mais andares.
    – A cidade de São Paulo, já está sufocada com isso. A temperatura ambiental sobe cada vez mais!
    Vamos botar a boca no trombone gente, quem sabe os gananciosos por dinheiro parem com isso antes que seja tarde demais.

    Reply
  • Aristoteles 28/11/2014 at 09:00

    Não sei o que dizer!

    Reply
  • Fernando Sobrinho 29/12/2014 at 10:21

    Morei ali ate1972. Essas casas eram de conhecidos meus na época

    Reply
  • Brenno Calderan Pereira 19/02/2015 at 14:13

    não encontramos mais casas assim por ai.

    Reply
  • Ester 04/04/2015 at 01:29

    Eu tinha amigos na Vila Augusta e morei na Vila Sorocabana faz uns 50 anos atras. Rua dr Felipe Cabral de Vasconcelos 11, que saudades!

    Reply
%d blogueiros gostam disto: