Para quem passa rapidamente dentro de um ônibus ou automóvel no início da movimentada avenida Dr.Ricardo Jafet, no Ipiranga, é muito difícil perceber a presença imponente deste belíssimo casarão, atualmente fechado.

Uma grande árvore a frente de sua fachada, a poluição visual proporcionada pela fiação da rua que a prefeitura adia há anos para enterrar e as obras constantes e intermináveis no córrego que existe ali fazem com que este casarão fique um pouco escondido.

Mas quem consegue parar na estreita calçada diante do sobrado e ficar ali alguns instantes para admirá-lo, logo se encanta com as linhas elegantes da construção.

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Datada nos anos 40, uma época que os bairros do Ipiranga e o Cambuci eram tomados por casarões e palacetes, o imóvel resiste mesmo que fechado. Abaixo, um anúncio publicado no jornal Folha da Manhã, em 19 de outubro de 1941, onde ele está sendo vendido. Notem que ele é anunciado não como um casarão ou palacete, mas sim como um “castelo”.

Quem quer comprar o “castelo” ? Apenas 180 contos de réis! (clique para ampliar).

O casarão permanece muito bem conservado e pintado. A mais recente utilização do imóvel foi para um bar chamado “Vaza Barril” cujo luminoso resiste discretamente no alto do telhado.

Um dos mais belos exemplares da região do Ipiranga e que tem uma vista encantadora do Museu Paulista. Poderia ser recuperado e transformado em museu, galeria de arte ou mesmo sede de alguma entidade ligada a história de São Paulo.

Veja mais fotos deste casarão (clique na miniatura para ampliar):

Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Marcelo Bruno Rodrigues 14/12/2009 at 12:57

    É pena apenas que alguns vidros estejam quebrados e parte do gesso dos beirais não mais presente.

    Reply
  • João 27/12/2009 at 15:35

    Douglas, é o João de Botucatu, não sei o que esta aoontecendo, mas não consigo abrir as fotos do site em tamanho maior. O que sér?

    abraços….

    Reply
  • Ralph Giesbrecht 21/01/2010 at 14:37

    Tenho quase certeza de que essa casa já foi, há uns 10-12 anos atrá, uma “casa de tolerancia”- para não dizer puteiro.

    Reply
    • Luiz Rossi 04/03/2012 at 22:06

      Sim sim, foi sim, eu moro na região e me lembro disso, hehehehehe

      Reply
  • Leslie 14/02/2010 at 22:27

    uma lastima este casarão assim abandonado. arquitetura tão rica e cheia de detalhes,tem características mouras e orientais, provavelmente pertenceu a alguma família libanesa, abundante neste bairro no começo do século XX, devido as empresas de tecelagem situadas no Ipiranga.Um bairro com muita riqueza arquitetonica.Mas infelizmente somos um país sem memória. também fotografo construções antigas pela cidade,este nosso trabalho é importante,pois talvez somente através das fotos as pessoas futuramente irão poder conhecer estas obras.

    Reply
  • Marcello Orsi 08/03/2010 at 13:10

    Culpa do Serra e do Kassab que fecharam o puteiro e deixaram esse casarão abandonado.
    Até show da Rita cCdilac tinha lá! rs

    Reply
  • Clelia Person Lammardo 10/06/2010 at 18:32

    Como a Leslie e vcs, também sempre fotografo São Paulo. Tenho uma pequena máquina fotográfica na bolsa para documentar tudo o que me interessa. Temo, que num futuro muito próximo, todos esses prédios estarão demolidos. Meus netos conhecerão São Paulo somente pelas fotos.
    Não conheço essa construção mas é dum requinte arquitetônico surpreendente. Já me fascinmou. Irei vê-lo logo.

    Reply
  • aquinaojacare 24/07/2011 at 22:41

    Mas o que acontece??? A familia não vende? Preço muito alto ninguém compra? Pq deixar abandonada essa casa tão linda! No Brasil so se ve “puxadinho” familias uma em cima da outra sem padrão sem nada! A minha casa é bonita mas tenho vergonha de onde moro por causa dos meus visinhos que fazem “nas coxas”…. lamentavel….

    Reply
  • luis sperati 22/10/2011 at 02:48

    passo em frente a esse casarao todo dia quando vou trabalhar e sempre me impressiono meu patrao tem uma loja na av do cursino a henrimar automoveis a 37 anos e como ele era um antigo morador do cambuci que ali era uma casa de libaneses e que ja esta abandonada a quase dez anos e nunca foi puteiro o mesmo funcionava do outro lado da av.

    Reply
    • Luiz Rossi 04/03/2012 at 22:09

      Foi puteiro sim, tanto essa quanto a do outro lado da avenida, mas essa fechou bem antes da outra ser fechada pelo Kassab…

      Reply
  • Carlos 14/03/2012 at 02:53

    Me lembro que existia um puteiro do lado, e outro do outro lado do rio (o imovel desse outro também consiste num casarão com inspiração árabe que ainda existe ali)… a muitos anos atrás me lembro de ter entrado nessa casa, era uma locadora de videos vhs, logo que o video cassete se popularizou… isso lá por 1985, 86

    Reply
  • Jéssica 12/06/2012 at 18:24

    Seria muito interessante se vocês fizessem um texto sobre a mansão jafet, que fica na região.

    Reply
  • Ralph Giesbrecht 16/06/2012 at 17:16

    Vaza-Barris (não Barril) é o nome de um rio no sul da Bahia… será que o dono do bar era de lá? É uma das regioes mais pobres do Brasil

    Reply
  • Cecilia 17/10/2012 at 11:10

    Me lembro disso quando era pequena eu e minha irmã viamos o casarão que para nós era um catelinho de princesa, depois que cresci fiquei sabendo que ali funcionava uma casa de prostituição. Era muito falada no bairro.

    Reply
  • Paulo Branco 19/10/2012 at 00:52

    Passei hoje em frente ao referido imovel e a situação é deploravel e desesperadora. A pintura que falam acima estar em dia, ja nao esta mais. Um imovel que parece anexo deste sobrado já esta sem telhado e janelas (tipico de quando esta demolindo). Sujiro a quem quiser tirar suas ultimas fotos, que corra!!! Pois tudo indica que esta em seus ultimos dias….

    Reply
  • Roberto Garcia Morrone 01/01/2013 at 16:28

    Nasci e morei na região por vinte anos, e infelizmente, muitas casas antigas foram demolidas. A que morei, na Rua Mauricio de Castilho, foi construída na década de 1930, por meus avós, e também foi demolida, pelo dono da tecelagem, que fica na Praça. Pena que muito da memória de São Paulo antiga esteja se perdendo. Na Rua Panaçu, outra casa, com arquitetura da década de 1970, foi totalmente reformada, dando lugar a uma fachada moderna. Não existe tombamento de imóveis históricos pela Prefeitura, ou o dinheiro continuará mandando, como sempre acontece? Muitos casarões da Rua Bom Pastor e arredores já foram demolidos para ceder lugar a prédios modernos.

    Reply
    • Paula Calixto 30/10/2014 at 20:21

      morei na mauricio de castilho 40, onde era sua casa ? verdade a tecelagem tomou conta de tudo , ha anos vivo no interior.

      Reply
  • Gregório Weber 25/01/2013 at 14:42

    Não acredito que agora eu sei qnto q meu avô pagou nesta casa rsrsrs…. Minha mãe morou nesta casa até se casar com o meu pai em 1970 e na verdade minha família é Italiana, não libanesa como desseram nos comentários. Meu avô mudou-se desta casa em 1986 ou 87 (eu tinha 6 anos mas me lembro bem desta casa, brincava muito na torre q tem nela) pois tiveram a casa invadida por assaltantes e naquela época moravam nela apenas ele e minha avó.
    Eles compraram um apartamento alí perto mas a casa ainda pertence a minha família e infelizmente está abandonada pois está em arrolamento de inventário e essas coisas demoram demais para resolver. Mas duvido que seja recuperada pela minha familia, a não ser que consigamos vender a casa para outra pessoa interessada em restaura-la. Não sei exatamente oq funcionava alí desde q meu avô se mudou de lá, foi alugada algumas vezes e a historia do bordel é veridica sim, na época me disseram que era apenas a casa onde as garotas de programa dormiam, mas eu duvido.

    Reply
    • Daniel Massita (@Dan_massita) 26/05/2013 at 20:34

      Legal o seu comentario muito convincente.

      Reply
    • Rodolfo Carlomagno 18/04/2014 at 17:55

      Eu tenho interesse na compra, faria uma linda restauração na casa e cuidaria dela com o maior amor e carinho que ela merece.

      Reply
  • Thiago 11/02/2013 at 14:46

    Aonde eu moro, há 2 quadras de distância há uma pequena casa velha ao lado de um moderno Buffet e em frente há um ponto de ônibus, seria interessante catalogar os dados dessa casa e publicar no SPA. A casa fica no endereço 839 da Rua Nossa Senhora das Mercês no Sacomã, e pelo estado de conservação da casa parece ser proveniente da década de 60 e abandonada ao longo do tempo. Lembro que quando vim morar na região no fim de 1999, a casa já estava abandonada e se mantém no mesmo estado atualmente.

    Reply
  • Jessica Wilhelm 07/12/2013 at 03:55

    Discordo, poderia ser recuperado e transformado NA MINHA CASA kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk *_*

    Reply
  • Ariane Feletto 18/04/2014 at 12:05

    Lindo! Vender pro Gasparetto que ja tem um “palacete” no bairro é uma boa… rsrsrs o rei do bairro auxiliado pelos desencarnados… 🙁

    Reply
  • Sonia Maria Lhacer 18/04/2014 at 21:42

    Este casarão realmente é maravilhoso, deveria ser tombado e virar um museu, biblioteca, alguma coisa que traz cultura, deixa-lo abandonado não pode ficar, se MST descobrir irão invadir com certeza.

    Reply
  • Gerson 04/06/2016 at 00:43

    Olá pessoal da São Paulo antiga. Gostaria que vocês voltassem ao local e registrassem o abandono, o estado lastimável em que o imóvel se encontra. Janelas abertas, faça chuva ou sol, até mesmo porque os vidros já não existem. Sujeira para todo lado, tudo quebrado.
    Há agora uma placa de venda, que pelo andar da carruagem paulista, que pouco se importa com seu patrimônio, logo logo será comprada e demolida, dando lugar a mais uma empreitada comercial…

    Reply
  • Marcelo 24/04/2017 at 16:48

    Alguém sabe se ainda existe no mesmo bairro, só que na rua Vasconcelos Drummond, uma casa cor-de-rosa que tem a inscrição CASA ROZADA? Eu me lembro ter visto há mais de 25 anos no bairro, um imóvel mais no centro do terreno e em excelente estado de conservação na época.

    Reply