Antigas casas geminadas da rua Visconde de Parnaíba no bairro do Belém, lacradas, muradas e esperando comprador.

Acredito que não seja tão fácil vender um imóvel tão simpático como este apresentando-o nestas condições. O acúmulo de lixo diante deste imóvel é frequente. Na imagem podemos notar lâmpadas descartadas na calçada como se fosse algo simples, o vizinho que joga na lixo na porta de outros é no mínimo mal educado. Insetos, baratas e roedores não vão ficar só onde está o lixo.

Veja o mapa do local:

Visualizar São Paulo Abandonada em um mapa maior

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Tic 08/01/2010 at 02:27

    que cena triste…
    A situação dessa casa só dá ao comprador (se houver) duas escolhas: ou reformar ou desmoontar. Como estamos falando do povo que destrói sua história (As vezes nem de propósito, pois manter um casarão dá trabalho e principalmente, gastos), acredito que o dono fique com a segunda opção.

    Reply
  • Evandro Carlos 09/01/2010 at 18:33

    A situação do imóvel é tão deprimente e desolador que provavelmente o destino dele seja a demolição, infelismente, pois numa situação dessas, para o comprador, seja mais barato construir outro imóvel do que arrumar este.

    Reply
  • ILDA OLIVEIRA 14/01/2010 at 10:06

    Pois é, infelizmente nossa cidade está jogada às traças. SÃO muitos pontos desta metrópole que estão em perfeito abandono. Todos os dias passo pelo Parque D.Pedro(próximo, Terminal de ônibus, 25 de Março, ou pelas adjacências, no caminho para o meu trabalho, e não posso acreditar no que vejo. É muito lixo, muita sujeira, abandono total da região. Quando disseram que iriam construir o Mega Prédio(Páteo do Pari) e que ia haver uma reurbanização atingindo também o Parque D.Pedro, muitos “entendidos” disseram que iria descaracterizar os bairros. Foram totalmente contra.
    Agora eu pergunto: Descaracterizar o quê? O lixo que se encontra até hoje jogado pelas ruas?
    É vergonhoso um turista chegar no Mercadão e observar todo o entorno com predios ruindo e lixo espalhado por todo o canto. É de chorar.
    O bairro do Brás, Canindé, Pari e trechos do Belém, poderia muito bem passar um trator e derrubar tudo pois não iria fazer falta alguma, já que não há interesse algum por parte de alguns Órgãos em revitalizar essas áreas.
    Muito já se falou e nada até hoje foi feito com o Parque D’ Pedro, Brás e outros bairros que não evoluíram e não tiveram investimento algum.
    Quando a mentalidade dos responsáveis irá mudar?
    Preservar é maravilhoso. É ter o registro vivo da história de um lugar, mas, deixar cair no abandono, não fazer nada para melhorar é lamentável.
    É preciso ter mais carinho com a história desta cidade.O povo desta cidade não a ama como deveria. Agora, se não ama, pelo menos a respeite. E se não respeita, que seja fiscalizado para aprender a não jogar lixo pelas ruas. Não colocarm muitos fiscais para ver se tinha “fumacinha nos restaurantes”, então, coloque-os nas ruas para ver as inúmeras irregularidades que acontecem todos os dias. É difícil?
    Sim, não é fácil, mas é possível. Ou os cidadãos aprendem por bem, ou por mal.
    Em outras grandes cidades, não se conseguiu reubanizar, melhorar o visual, etc… Por que São Paulo não consegue?
    Fica aqui o meu recado.

    Reply
    • nice danelli 20/08/2012 at 08:31

      compartilho essa idáia plenamente Ilda oliveira,Parabéns…

      Reply
  • Mariana Araujo 26/02/2015 at 16:13

    Pela fotos do Google de set/2014, o simpatico imovel resiste ao tempo e a especulçao imobiliaria e continua de pe, porem não sabemos ate quando….

    Reply
%d blogueiros gostam disto: