Bairros / Casas / Cidades / Imóveis Antigos / Restaurados e/ou Preservados / São Paulo / Tatuapé / Tipo / Zona Leste / Zonas

Casa Antiga – Avenida Celso Garcia, 3537

A Avenida Celso Garcia é um dos mais antigos caminhos da Cidade de São Paulo. Esta avenida, hoje muito mal cuidada e esquecida pelas nossas autoridades, por muito tempo foi uma longa  estrada. Por ela, ligava-se o centro da capital - que antigamente costumavam chamar apenas de cidade - às paragens mais distantes, como Penha, Guarulhos, São Miguel Paulista e até a cidades como Rio de Janeiro ou Mogi das Cruzes.

Com o tempo, à medida que a cidade ia urbanizando-se, a velha estrada foi tornando-se uma avenida cada vez mais agitada e frenética. Principalmente no período em que ainda não havia sido aberta a Radial Leste, a Celso Garcia permanecia como a principal e quase única via de acesso entre o centro da capital e os bairros mais periféricos. Bondes, ônibus, carros, carroças, tudo se trafegava por ali.

A Avenida Celso Garcia em 1974: Trânsito intenso o dia inteiro.

Entretanto, uma série de políticas públicas equivocadas, como a proibição de estacionamento de automóveis em grande parte da avenida e a existência de apenas um sentido para o tráfego de carros (centro-bairro) contribuiram e muito para que avenida entrasse em uma decadência muito similar a ocorrida na Avenida Santo Amaro, do outro lado da cidade.

De um momento para outro casas antigas foram sendo deixadas por seus antigos moradores, sendo que muitas acabaram demolidas e outras tantas tornaram-se cortiços. A sensação hoje ao transitar pela via é que a Avenida Celso Garcia parou no tempo e não é encarada pela prefeitura como uma via de comércio e residências. Parece servir apenas como um corredor de tráfego de ônibus.

No entanto, mesmo com as dificuldades que lhe foram impostas a Avenida Celso Garcia ainda reserva grandes surpresas para quem resolve explorá-la, como o antigo e preservado Cine São Jorge (hoje uma loja de calçados) ou alguns imóveis residenciais ao longo da via.

E na altura do número 3537, encontramos a pequena e bela casa abaixo que é impossível deixar de notar:

Trata-se de uma das mais antigas residências do corredor Avenida Rangel Pestana – Avenida Celso Garcia sendo que, no trecho compreendido entre a Avenida Salim Farah Maluf e a Colina da Penha, é sem dúvida a mais antiga construção.

O pequeno imóvel fica entre dois grandes imóveis comerciais e chama a atenção pela beleza da construção, com uma fachada com adornos decorativos simples mas bastante harmoniosos. Frontão, janelas, portão e porão estão todos absolutamente preservados. Entretanto o imóvel, como tantos outros, sofre com o vandalismo e com a pichação. Mesmo assim, a casa está sempre bem pintada, bem cuidada. Notem que a construção é daquelas bem antigas, onde os vidros da janela ficavam do lado externo e não interno.

Uma linda casa que é preciso ser preservada para a posteridade. Oriunda de um tempo em que era prazeroso abrir a janela e observar o movimento, conversar com pessoas que perambulavam pela calçada, tempo passado de quando a cidade era mais gentil. Parabéns ao proprietário!

Veja mais fotos desta residência:

Foto: Douglas Nascimento

Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento

Conheça outros imóveis interessantes nesta mesma avenida:

Conheça a região através de nosso mapa:

Visualizar São Paulo Antiga em um mapa maior

8 Comentarios

  1. Antiga avenida da Intendência…

  2. Bonito texto. E muito gentil a sua referência ao blog. Obrigado!

  3. Essa e várias avenidas e ruas estão abandonadas na cidade.
    E esse site “Quando a cidade era mais gentil”, sensacional!!! Parabéns!!

  4. Margarete says:

    Por tantas vezes passei em frente…

    Mais uma referência do Tatuapé, ainda existem algumas reliquias ali, contudo a implacável ganância, vai derrubando sonhos, vidas, lembranças….

  5. E os pichadores picham… nada respeitam.

  6. Sempre me emociono com o trabalho que você realiza! Parabéns! Nossa cidade merece e ainda vai reconhecer…

  7. kelly renate de oliveira cavalheiro says:

    tenho alguns desenhos de casas que ja nao existem mais. Tambem acho um absurdo tanta destruicao. gostaria de compartilhar esses desenhos e envia-los a voces se aceitarem

Deixe uma resposta