Olha só que excelente notícia: O complexo da antiga fábrica da Cervejaria Antarctica Paulista, na Mooca, foi tombado pelo Conpresp em 17 de setembro último.

Divulgação

Nascida “Antarctica Paulista – Fábrica de Gelo e Cervejaria”, em 1888, na Água Branca, local aonde já funcionava um abatedouro de suínos chamado “Antarctica”, a fábrica de cervejas, foi uma das primeiras do gênero no país.

Desde que a empresa deixou o bairro, em 1995, o complexo fabril começou a entrar em decadência, devido ao abandono aparente. A recuperação e tombamento da antiga Antarctica é uma luta antiga dos moradores e ativistas do bairro da Mooca.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Em 2011 a área da cervejaria foi adquirida pelo Grupo Plaza Lenharo. Na época, o grupo negou de início a compra do complexo, mas posteriormente em entrevista ao jornal Diário de S.Paulo, admitiram a compra e anunciaram a intenção de construir um complexo cultural no local. Entretanto, desde então nada foi feito.

O tombamento, além de ser uma grande conquista para o bairro, pode trazer uma grande revitalização na região e seu entorno. Nas proximidades existem vários galpões industriais centenários, a tradicional Di Cunto e o Estádio Conde Rodolfo Crespi, do Juventus, que até o momento ainda não foi tombado.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Em breve traremos mais novidades sobre o tombamento da Antarctica. Enquanto isso, clique aqui e conheça com detalhes a história da cervejaria.

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe uma resposta

Comments

  • Welington Santana 07/10/2016 at 17:06

    Uma ótima notícia.
    Vamos torcer pela revitalização do espaço para uso da população, o quanto antes. (y) 😀

    Reply
  • Marcio Saviano 07/10/2016 at 19:47

    Sempre que passo lá fico imaginando que poderiam transformar esse edifício em escritórios com restaurantes e comércio mantendo os detalhes arquitetônicos originais, daria uma bela movimentada na região e na estação da móoca.

    Reply
  • Fabiano Fabricio de Lima 08/10/2016 at 00:34

    Legal a notícia se não me engano do outro lado da avenida tem uma sede da Ambev, seria legal se um dia fizessem um museu da Cia Antártica contando sua história, uma coisa mais interativa estilo o Heineken Experience, claro para nossa realidade.

    Reply
  • Fausto A Vassere 08/10/2016 at 14:24

    Notícia muito bem vinda, seria uma pena que 100 anos de história e tradição,
    ficassem pedidos para sempre. Será motivo de alegria para todos aqueles de de alguma maneira participaram com seu trabalho desse grande projeto. Parabéns pela iniciativa..

    Reply
  • sidnei luciano xavier 12/10/2016 at 15:19

    Trabalhava lá quando em dezembro de 1999 fui dispensado pois já havia sido encerrada as atividades da mesma. Uma pena, foi o melhor lugar que já trabalhei em toda minha vida.

    Reply
    • Amanda 19/03/2017 at 20:47

      Oi Sidnei! Será que você poderia entrar em contato comigo através do meu e-mail? amanda.p.andrade@hotmail.com

      Sou estudante do ultimo ano de Arquitetura e Urbanismo e meu trabalho de conclusão final será sobre a fábrica.. Creio que sua ajuda será de extrema importância para mim!

      Entre em contato por favor!

      Reply
      • Barbara de Alencar Pacheco 17/08/2017 at 16:02

        Amanda, também estou fazendo meu tfg na fábrica. Você conseguiu acesso para visitar a fábrica?

        Reply
  • Daniel Pardo 21/10/2016 at 21:12

    Todos nós ficamos felizes com a notícia, menos o grupo Plaza Lenharo, que agora não vai poder mais demolir o imóvel, tendo de recuperá-lo a sua forma original e aproveitá-lo assim mesmo se quiser fazer o seu complexo cultural. Aliás, essa mentalidade não se repete em outros países, pois neles as pessoas preferem revitalizar o antigo a construir o novo.

    Reply
  • Julia 02/03/2017 at 11:52

    é possível entrar na fábrica para fotografa-la? Existe algum órgão a que eu possa solicitar uma entrada?

    Reply
    • Douglas Nascimento 02/03/2017 at 12:06

      É vedado o acesso as dependências da fábrica.

      Reply
    • Barbara de Alencar Pacheco 17/08/2017 at 16:01

      Você conseguiu acesso a fábrica?

      Reply
%d blogueiros gostam disto: