Localizado na rua Barão de Tatui, em Santa Cecília, o Cine Itamarati foi mais um dos charmosos cinemas de bairro que se espalhavam pela cidade de São Paulo e que hoje encontram-se fechados.

Foto: Divulgação

Nos seus tempos áureos foi conhecido por passar filmes franceses, entre eles vários da atriz Brigitte Bardot. Está fechado há pouco mais de duas décadas.

Ano de Fundação: 1954
Capacidade: 641 lugares

Veja as fotos mais recentes do antigo Cine Itamarati (clique para ampliar):

Foto: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Foto: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Foto: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Confira o mapa do local:

Visualizar São Paulo Antiga em um mapa maior

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Evandro Carlos 10/01/2010 at 08:17

    Os cinemas brasileiros estão ficando quase que restritos aos shopping centers. Os cinemas de rua estão acabando. Muitos deles acabam dando lugar a igrejas evangélicas, enquanto que muitos outros acabam abandonados.

    Reply
  • Andrea 14/03/2010 at 21:22

    Não é a antiga GG Presentes, cujo terreno vai da Av. Angélica até a Barão de Tatuí? A frente, na Angélica, é a Academia Runner.

    Reply
    • Rui de Castro 26/01/2011 at 18:48

      Aqui foi realmente, por bom tempo, a GG Presentes. Infelizmente este cinema fechou por trágico acontecimento.

      Reply
      • Roque Vinícius 15/12/2012 at 02:56

        Que trágico acontecimento ocorreu neste antigo cinema?

        Reply
  • sergio 17/06/2010 at 13:46

    na verdade os cinemas do centroforam invadidospor travestis e garotos de progama e uso de drogas; estou falando isto porque ja trabalhei em um deles

    Reply
  • juliana 09/10/2013 at 14:30

    quem foi o arquiteto do cinema ?

    Reply
  • Emerson de Faria 17/04/2015 at 20:09

    Os cinemas de rua entraram em franco e lento declínio com a chegada da televisão, em 1950. A explosão de shopping centers em cada esquina a partir dos anos 90 foi a pá de cal que jogaram em cima do moribundo mercado, restando apenas o heroico Marabá como bravo representante dos bons tempos de outrora, já que o Belas Artes, com seu patrocínio da CEF, tem data para fechar.

    Reply