Muitas pessoas que diariamente passam pela avenida Celso Garcia, na zona leste de São Paulo, não tem a menor ideia de como a via, que hoje é tão mal cuidada, foi no passado. Mas conversando com pessoas mais antigas, ou lendo livros como “Belenzinho 1910”, de Jacob Penteado, é possível imaginar o quão elegante esta avenida já foi.

Pode-se dizer que até meados da década de 30 a Celso Garcia era uma pequena avenida Paulista, repleta de casarões, mansões e palacetes. Estas, por sua vez, ficavam misturadas as diversas fábricas que tornavam a região do Belenzinho, um bairro de patrões e operários. Mistura essa muitas vezes explosiva, especialmente pelo grande números de sindicatos e anarquistas que andavam pela região.

E se o anarquismo por um lado trazia confusão, por outro também trouxe o conhecimento. Foi das mãos de um pedagogo, anarquista convicto, chamado João Penteado que surgiria uma das primeiras escolas da região e que duraria cerca de 90 anos: O Colégio Saldanha Marinho.

O ENSINO NO BELENZINHO:

Escolas na região do Belenzinho surgiram, de forma não oficial, a partir de 1898. A primeira que se tem notícia era uma pequena escola de propriedade do italiano Godofredo Tosini, na própria Celso Garcia. Alguns anos depois um português, conhecido como Ciro, também montou uma pequena escola de alfabetização na sobreloja da Padaria Francesa, também na mesma avenida. Escola oficial só surgiria em 1909, com o Grupo Escola Amadeu Amaral, que existe até hoje, na época chamado Grupo Escolar do Belenzinho.

A ESCOLA MODERNA Nº1

É em 1912 que João Penteado inaugura uma pequena instituição de ensino no Belenzinho chamada Escola Moderna nº1. A foto abaixo, de 1913, mostra o próprio João Penteado e uma professora com um grupo de alunos diante desta escola, que na época ficava à rua Saldanha Marinho.

João Penteado e seus alunos em 1913 (ele é o homem à esquerda).

João Penteado e seus alunos em 1913 (ele é o homem à esquerda).

As escolas modernas, um projeto de pedagogia libertária, e que era popular na Europa logo se popularizaria por aqui também, com seu ensino progressista e de forte influência anarquista. Entre 1912 e o final desta mesma década, além da Escola nº1, outras surgiram seguindo o mesmo perfil. Elas teriam se popularizado ainda mais não fosse um trágico ocorrido da madrugada de 19 para 20 de outubro de 1919.

Correio Paulistano

Uma bomba que estava sendo produzida por anarquistas em uma casa da região, para alguma ação de terrorismo, explodiu durante a manufatura, levando o imóvel pelos ares e deixando a população paulistana muito assustada. Entre os quatro mortos do trágico acontecimento,  estava o anarquista João Alves, diretor na Escola Moderna nº2. A descoberta da presença de Alves pela polícia fez com que o governo decidisse pelo fechamento imediato das Escolas Modernas.

João Penteado acatou a exigência do governo e encerrou as atividades da Escola Moderna nº1, a qual era diretor. Ela foi reformulada e reaberta no início do ano letivo seguinte, em 1920, com o nome de Academia de Comércio Saldanha Marinho.

Era o início de um futuro duradouro de uma das mais notáveis instituições de ensino da capital paulista. A escola permaneceu no mesmo endereço da Escola Moderna nº1 até o encerramento do ano letivo de 1929, quando mudou-se para poucos metros dali, no imponente casarão da avenida Celso Garcia, conhecido como Vila Elza.

Fachada da escola na década de 30.

Fachada da escola na década de 30.

O fantástico casarão ilustra bem como era bela e rica a avenida Celso Garcia e como a escola, outrora modesta, havia crescido. A Academia de Comércio Saldanha Marinho não era apenas mais uma escola do bairro, mas a única dedicada ao ensino de práticas comerciais. Ali, aprendia-se os tão importantes “ofícios” que seriam de grande valia para o cotidiano profissional dos jovens.

Um dos cursos mais disputados da escola era o de datilografia. Os alunos que mais se destacavam tinham seu trabalho publicado no jornal da instituição, chamado “O Início” e eram potenciais candidatos a vagas de trabalho nos escritórios paulistanos. Conta-se que muitas empresas levavam novos modelos de máquinas de escrever para os alunos da escola conhecerem antes de lançarem no mercado. A máquina de escrever Mercedes foi apresentada ao público paulistano primeiramente no Saldanha Marinho.

A formatura dos alunos era sempre divulgada nos jornais paulistanos e, por muitos anos, foi realizado no então tradicional Salão Londres, um elegante salão de festas e bailes localizado quase em frente à escola.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

O célebre João Penteado, fundador da instituição, permaneceu como diretor da escola até falecer em 1966, aos 89 anos de idade. Autor de livros e figura marcante no ensino, Penteado ainda seria homenageado com ruas recebendo seu nome na capital e em Ribeirão Preto.

Com o tempo, adequando-se aos novos tempos, a Academia de Comércio Saldanha Marinho mudou seu nome para Colégio Saldanha Marinho, permanecendo com esta nomenclatura até encerrar suas atividades no final de 2003. Entre 1912 com o início da Escola Moderna e 2003 com o fim do Colégio Saldanha Marinho, foram 91 anos dedicados ao ensino de paulistanos.

Detalhe do casarão (clique para ampliar).

Detalhe do casarão (clique para ampliar).

O casarão que por muitos anos abrigou o Saldanha Marinho, conhecido como Vila Elza, era um dos mais belos imóveis da avenida Celso Garcia. Dotado de um arquitetura magnífica, não ficava atrás dos palacetes que haviam na região de Campos Elíseos e avenida Paulista.

O imóvel com o tempo ficou pequeno para as atividades da escola, mas no final da década de 50 a casa ainda resistia. Minha mãe estudou no Saldanha Marinho neste período e confirma que na época ainda era o elegante casarão. Aparentemente a reforma foi feita em meados da década de 60, quando o casarão deu lugar a um prédio escolar comum. Era localizado no número 1600 da Celso Garcia.

Com o fim da escola em 2003 o prédio permaneceu abandonado até 2010, quando o imóvel foi vendido para seu vizinho o STILACAFE (um sindicato). Com o tempo o velho imóvel do Saldanha Marinho foi totalmente reformado e incorporado ao imóvel vizinho e deixou de existir. Hoje quem passa por lá sequer imagina que ali tivemos uma escola tão importante.

Para encerrar, a foto abaixo, extraída do Google Street View, mostra como estava a escola antes der demolida. Note que os portões, um de cada lado, ainda eram os mesmos da época do casarão.

Divulgação

Estudou no Saldanha Marinho?  Trabalhou lá? Conheçe alguém que em algum momento fez parte desta importante instituição? Deixe um comentário e ajude a construir a história de São Paulo ainda melhor.

Raio-X da Instituição:
Colégio Saldanha Marinho (Academia de Comércio Saldanha Marinho)
Fundador: João Penteado
Fundação: 1912 (com o nome de Escola Moderna)
Endereço 1 (até 1929): rua Saldanha Marinho, 8
Endereço 2 (de 1929 a 2003): avenida Celso Garcia, 1600

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP).

Deixe um comentário!

Comments

  • WILLIAM ZANCARLI 12/08/2014 at 18:21

    ….estudei lá por volta de 1963, com 12 anos… curso de datilografia… estudei ao lado, no Externato São José do Belém…. bons tempos, podia-se subir a rua Catumbi e andar pela Av. Celso Garcia a qualquer hora do dia, sem medo de ser assaltado….

    Reply
  • Vanderli Izildinha Fernandez Gonçalves 12/08/2014 at 20:41

    Minha esposa estudou secretariado nesta escola na Av. Celso Garcia tendo concluido o curso em 1975 na epoca
    o diretor era Alvaro Altarano

    Reply
    • Erick 14/02/2015 at 23:18

      Olá. Também estudei na Saldanha Marinho em 1996 e 1997. Na época o diretor era o seu Álvaro. Lembra dele ?

      Reply
      • Ellen 12/05/2015 at 14:32

        Estudei nesta época tbm Erik, e era o seu Alvaro o diretor tbm

        Reply
  • farolcom 12/08/2014 at 20:42

    No número 78 da Rua Martim Afonso a travessa seguinte à direita, existe uma vila e no fundo dela tinha uma saída de serviço do Saldanha Marinho. Hoje ela está com portão e a saída deve existir ainda. Os funcionários saiam por ele.

    Reply
  • Gloria Goncalves 13/08/2014 at 23:52

    Estudei em outra escola. ESCOLA TECNICA DE COMMERCIO ALVARES PENTEADO, fundada na mesma epoca em local diferente. Ate hoje a velha escola permanece no Largo de S.Francisco. Uma reportagem sobre a mesma seria otima para os ex alunos.

    Reply
  • alex 15/08/2014 at 16:43

    estudei nessa escola nos anos 80 e tenho boas lembranças dessa época e além da formação adquirida nesse lugar eu participei de um grupo de teatro formado por alunos e professores do Saldanha com direção do professor e advogado sr. Orlando Batina…bons tempos aqueles….saudades.

    Reply
  • Ricardo Beráguas 28/09/2014 at 18:31

    Estudei nesse colégio de 1978 a 1980, formando-me técnico em contabilidade. Um dos poucos lugares onde se podia aprender este ofício, com qualidade. Grandes nomes lecionavam nessa escola e fizeram a diferença em minha vida. Figuras importantes passaram por esta escola. Infelizmente aquela região tornou-se esquecida e foi degradando. Me senti entristecido com a degradação da região do colégio. Só nos resta esta lembrança!!
    Parabéns pelo trabalho de reconstruir este pedaço da história.

    Reply
  • Pedro Pereira de Souza Sobrinho 29/09/2014 at 12:55

    Formei-me em 1980 como Técnico em Contabilidade e tive o prazer de estudar com os melhores professores da região, quiçá do Estado! É extremamente lamentável presenciar, de forma melancólica, um ciclo de verdadeiro ensino e comprometimento desta maneira. Cabe-nos, apenas, cultivar a memória da época e reverenciar ações como esta de resgatar a história de uma Entidade de Ensino que merece, sim, ser escrita em letras maiúsculas. Mais que saudades… honra em ter pertencido ao quadro de alunos!

    Reply
  • Eduardo Fernandes 01/10/2014 at 09:04

    Estudei neste colégio em 1980, curso técnico em contabilidade, infelizmente não consegui absorver os estudos devido as condições da época. Lembro-me somente do professor Del Nery, excelente . Meu curso era no periodo vespertino. Com relação à alunos lembro-me somente de dois, uma baixinha chamada Carla, e um rapaz que tinha um opala, chamava-se Ilhéu, e tambem lembro-me da muito amável Isabel que ficava na cantina. Bons tempos

    Reply
  • marcia pineiro 20/11/2014 at 15:33

    estudei lá em 1980 cursei contabilidade sai de santos minha cidade natal para trabalhar na capital e terminei o ultimo ano neste colegio …..muita saudades da equipe gostaria de poder reve-los

    Reply
  • Denise Moura Bizarro 05/12/2014 at 18:34

    Minha mãe, Dalva tem hoje 73 anos e estudou neste colégio. Fiquei muito feliz em recordar isto. Vou mostrar para ela.creio que ela possui alguma foto da época.

    Reply
  • Mariana Conta Um 26/12/2014 at 19:33

    Meu avô estudou nessa escola. Ele se formou contador em 1945. Tenho o álbum de fotos da formatura dele, incluindo o diretor João Penteado e alguns professores. As fotos estão aqui: https://www.flickr.com/photos/marianamarinovic/sets/72157632704632938/

    Reply
  • marcos waldek dos santos 20/02/2015 at 12:21

    Marcos Waldek dos Santos
    Estudei nesta honrada instituição, fiz Técnico de Contabilidade no período de 1978 a 1980. Lembro com saudades do vários professores, principalmente do prof. Julio que ministrava Contabilidade.

    Reply
  • SILVIA FERREIRA BARBOSA 11/03/2015 at 13:29

    Estudei nesta instituição, fiz Secretariado, minha turma era de 1980, muitas recordações, de todos os meus amigos, Gugu, Eduardo, Claudinho, Maria Aparecida, gostaria muito de rever a todos, Silvia Ferreira Barbosa

    Reply
  • Marlene App. de O.Iervolino. 10/04/2015 at 01:23

    Estudei nessa escola na turma de 1950 o diretor era o Sr.João Penteado lembro-me dele com muita saudades e dos demais professores professor Acacio D.Etelvina professora de Português tenho recordações muito boas desse tempo que já se foi

    Reply
  • Carlos Magno Garcia 03/05/2015 at 18:26

    Estudei e conclui o curso de tecnico de contabilidade, acho que foi em 1970, na epoca com 18 anos, grandes professores, Acácio, Olga, Décio, Moacir, Pedro, e muitos outros, fiz grandes amizades na época, Domigos Marinari, Marcio Lemes, Milton, sinto saudades.

    Reply
  • Eloiza Aparecida Chagas 08/08/2015 at 14:27

    Boa Tarde
    Trabalhei na Escola Saldanha no ano 2001 como professora de Geografia gostaria de saber se tem algum professor ou aluno dessa época para contato

    Reply
    • Ana Carolina Ribeiro Contri 12/05/2016 at 17:48

      Estudei lá em 2002. Você só deu aula em 2001?

      Reply
  • Wilson Grangeiro 19/08/2015 at 22:00

    Estudei entre 1984 à 1986 e me formei técnico em contabilidade. O diretor era o sr. Álvaro. Alguém tem noticias dele e da família?
    Porque a escola fechou em meados de 2003?
    fiz muito bons amigos lá pena que perdi o contato com todos. …quem sabe os reencontro um dia.

    Reply
    • Ana Carolina Ribeiro Contri 12/05/2016 at 17:46

      Estudei lá em 2002, o diretor ainda era o Sr. Alvaro e a Coordenadora Dona Marli. O colégio já estava falindo, acredito que por causa da localização (a Celso Garcia bem deteriorada) e pouco investimento em reformas, o colégio mantinha tudo como era no passado, mas sem manutenção. Existiam apenas duas turmas na parte da manhã e uma no período da tarde, com cerca de 11 alunos cada.

      Reply
  • Paulo Afonso Pereira Borsoi 20/08/2015 at 08:27

    Estudei nesse colégio no ano de 1974, foi primeiro ano de auxiliar de laboratório de análises quimicas,tenho muita vontade de entrar em contato com meus antigos colegas, Odair, Marilda, Sandra, Cesar e muitos outros que não lembro o nome.

    Reply
  • Ana Paula Gomez 02/10/2015 at 21:08

    Estudei em 87. Gostaria de reencontrar amigos mas não tenho os sobrenomes.

    Reply
  • José Carlos Lemos Batista 01/11/2015 at 21:06

    Estudei no Colégio Saldanha Marinho de 1981 a 1983, tenho saudades dos amigos que lá encontrei. Os professores Del Nery, prof. Raimundo, o diretor Sr. Alvaro. É uma pena que o colégio tenha fechado.

    Reply
  • Antídio Joaquim Souza 05/12/2015 at 16:20

    Estudei Contabilidade e me formei em 1968…lembro do Prof. Julio (Contabilidade Bancaria) e do Sr. Clovis da Administração. Saudade ….

    Reply
  • Max 16/12/2015 at 01:18

    Sim Seu Alvaro e esposa eram diretores. Estudei la em 1982 e por certas razoes nao conclui o curso de Contador. Tinha uma turma muito proxima. Todos se conheciam. Na hora do intervalo tomava um cafe com pao com molho na cantina. Foi um periodo muito legal. O Brasil na epoca estava lutando pela democracia. A Vale do Rio Doce estava sendo privatizada. Uma revolucao neste pais.

    Reply
  • Franci 21/12/2015 at 23:05

    Estudei no Saldanha Marinho no final dos anos 60. Guardo boas lembranças. Esta escola me deu uma formação da qual me orgulho. Professores como dona Olga, Décio, Acácio, etc, me fizeram uma pessoa melhor porque além do currículo escolar eram educadores na verdadeira acepção da palavra.
    E vendo a biografia do sr. João Penteado me pergunto se a veia anarquista que trago até hoje tem alguma relação com a escola…rs!

    Reply
  • Rafael Farina 05/01/2016 at 12:24

    Eu tenho um VINIL com o coral do SALDANHA MARINHO!!!

    Reply
  • Euclydes Jorge Addeu 07/01/2016 at 19:22

    Meu pai, hoje falecido, Euclydes Cláudio Addeu, estudou no Colégio Saldanha Marinho. Contava como era interessante aquela época. Outros tempos… Pena que o ser humano ao invés de preservar e melhorar, destrói….

    Reply
  • FERRAN (FERNANDO)BARBERÁ SUÑÉ 05/03/2016 at 18:29

    SOU ESPANHOL,DE BARCELONA,NA MINHA INFANCIA MOREI EM SÃO PAULO,NÃO CONSIGO RECORDAR OS ANOS EM QUE ESTUDEI NESSA ESCOLA MAS FOI LA PELOS ANOS 5O/60.DESDE AQUI EM BARCELONA SINTO PENA DE VER EM QUE ESTADO ELA ESTÁ.,MEU NOME É FERRAN BARBERÀ SUÑÉ

    Reply
  • Ana Carolina Ribeiro Contri 06/05/2016 at 12:17

    Eu estudei no colégio no ano de 2002! A escola permanecia com os mesmos móveis de décadas passadas muito bem conservados, era uma viagem no tempo. Porém, já era nítido que a escola não duraria muito mais, contávamos apenas com duas turmas no período da manhã, os andares de cima completamente abandonados, biblioteca fechada. Tive bons professores e lembro com carinho da Diretora Dona Marli (herdeira do colégio, acredito que era bisneta de João Penteado) e o Coordenador Alvaro!

    *Na sala dos professores, com móveis rústicos, havia um busto do fundador do colégio.

    Reply
  • Natalina 05/01/2017 at 05:02

    Estudei em 76 até 78 fiz técnico em contabilidade. O primeiro ano fiz secretariado. Lembro que fazíamos aula de datilografia em umas máquinas antigas. Lembro também do prof Júlio. Ele era muito divertido. Sinto saudades dos amigos em especial Oswaldo Martins. Nunca mais tive contato. Saudades daquele tempo.

    Reply
  • Enivaldo Cruz 10/02/2017 at 14:52

    Estudei no Saldanha de 1966 a 1972. Fiz o ginasial e o téc. de contabilidade. Tive aulas com o prof. Acácio, o Prof Pero, A dona Olga, E sinto não lembrar o nome dos outros professores. Foram anos inesquecíveis.. Morei no Belenzinho 20 anos e tenho ótimas lembranças.. Alguns amigos de classe que eu lembro do nome e gostaria de reencontrar: Luiz Carlos Bras, Ademir lopes Parra, Perdigão, Motinha… Mas como diz o ditado: não ha´mal que sempre dure, nem bem que nunca se acabe… Pena que acabou.

    Reply
  • BENEDITO PEDRO FURLAN 24/03/2017 at 12:36

    Estudei la nos entre 1975 a 1978! Me formei em técnico contábil e tenho orgulho de dizer que o aprendizado foi tão completo que ainda hoje uso muito dos conceitos ali desenvolvidos.

    Reply
  • Erick 07/06/2017 at 03:59

    Não tenho idade para ter estudado lá mas é legal ver as histórias e como o tempo passa e as histórias se repetem conforme as gerações. 🙂

    Reply
  • EDUARDO DOS SANTOS TONON 04/08/2017 at 18:41

    Formei-me em 1982 como Técnico em Contabilidade e tive o prazer de estudar com os melhores professores, a diretoria Sr. Álvaro e Sra. Mali, saudade dos bons tempos e fiz muitos amigos ,Silva, Barba, Marco e muitos outros, um colégio para guardar na memória para sempre

    Reply
  • odair moreira 21/04/2018 at 21:42

    Estudei no ginasial 67 e 68 e colegial 72 e 73 e joguei futsal nos torneios. O prof.Alvaro estava presente .Bons tempos.
    Recentemente encontrei uma colega aluna em Maceió onde moro. E mais, eu morava na Celso Garcia próximo à Maternal.

    Reply
  • Wladimir Pinheiro 02/06/2018 at 23:08

    Estudei no Colégio Saldanha Marinho de 1991 a 1993, Diretores na época Sra. Marli e Seu Álvaro! Uma escola marcante em minha vida!

    Reply
    • S. Campanha 01/07/2018 at 10:58

      Estudei lá entre 1974 e 1976 quando me formei TC na época do Diretor Álvaro Afarano… muitas sudadões ao ler esta matéria, minha casa era próxima, cerca de 20 minutos andando rápido, e eu chegava do trabalho, jantava, e antes da sete saia de casa para o colégio até perto das 22.30 horas quando acabavam as aulas… Uma luta de três anos com todo apoio da minha família… garotão ainda, paguei todas as minhas mensalidades com dinheiro de meu trabalho na época… aprendendo a ser homem já aos dezesseis anos, e com o Saldanha Marinho como alicerce… Genial estar por aqui vendo esta história.

      Reply
  • Bolívar Pinta Júnior 07/08/2018 at 13:21

    …/… oportuno registro da história da cidade de São Paulo !

    Reply
  • FRANKLIN MENEZES DA SILVA 03/02/2019 at 19:59

    Bom dia Douglas

    Venho informar que atualmente sou o Coordenadora do prédio que foi a antiga Escola Anarquista (Escola Moderna – Escola Saldanha Marinho). Com o valor histórico que o local tem, busco fazer um Mural histórico para o conhecimento da população, sendo assim preciso de apoio com fotos históricas e auxilio de um especialista para fazer essa ação.

    Atenciosamente

    Franklin Menezes

    Reply
  • CLEYSON PEREIRA 10/02/2019 at 12:13

    Estudei lá de 1958 a 1962

    Reply
  • VICTOR GUGLIELMI 18/05/2019 at 06:13

    estudei no saldanha marinho entre 1957 e1961
    fiz o ginasio na parte manha..
    apos esse pperiodo começei a trabalhar e fui fazer datilografia a noite no saldanha marinho (1 ano)
    tenhol boas recordaçoes um estudo moderno para epoca bons professores, que me derao uma base exelente para o cientifico que fiz no colegio fernao dias na mesma celso garcia proximo a rua tuiuti.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: